Tratar Deus no masculino é machismo?

O pronome Ele para indicar a Divindade tem gerado muita controvérsia nos dias atuais. Os cristãos admitem que Deus é Espírito não tem corpo masculino e que as mulheres não são em essência inferiores aos homens.

Entretanto, existem bons motivos para a defesa do uso exclusivo de pronomes masculinos para a referência a Deus.

O primeiro argumento é que os escritores da Bíblia e o próprio Jesus Cristo usaram uma imagem masculina de Deus.  C.S Lewis disse: “Nós, cristãos, acreditamos que o próprio Deus nos mostrou como devemos falar a respeito dele”.

O segundo argumento seria a transcendência de Deus em relação ao Universo ou a natureza. Aqui a metáfora é a seguinte: Da mesma maneira que um homem engravida uma mulher, Deus enche a nossa alma com graça e sobrenaturalidade, então assim como uma mulher não pode engravidar a si mesma, o universo não pode criar a si mesmo, nem a alma pode se auto-justificar.

É preciso ressaltar também  que as Escrituras atribuem a Deus algumas características femininas como o ato de amamentar (Is 49.15), gerar um filho no ventre (Is 46.3).

Concluindo, Deus como masculino invoca a sua transcendência, evitando a confusão de que a natureza  O originou, ao invés de ter sido criada. Evita a ilusão de que  podemos nos salvar sozinhos, sem a graça de Deus.

Anúncios

O Inferno – Considerações!

Antes de tudo é preciso saber que Deus odeia o inferno. A Bíblia diz: “ Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos;” Ez 13.11

O Inferno também não é um lugar de torturas físicas, mas um lugar sem a presença do Ser mais belo do mundo que é o próprio Deus. É a exclusão de tudo de bom, de tudo de valioso, de tudo o que vale apena e das próprias pessoas que conhecem e amam a Deus. A punição do Inferno é a separação de Deus, trazendo angustia, arrependimento e vergonha. No inferno as pessoas lamentarão grandemente o  que perderam.

E as chamas do Inferno?

As chamas do inferno são figuras de linguagem. O inferno é conhecido como um lugar de trevas totais, portanto incompatível com fogo que produz claridade. A Bíblia também diz que Cristo voltará em torno de chamas, mas as chamas representam o juízo de Cristo. A Bíblia também diz que Deus é um fogo consumidor, e ninguém pensa em Deus como uma grande fogueira, apesar da sarça ardente!

E os vermes que comem as pessoas?

Uma metáfora que Jesus usou para dizer que o Inferno seria pior que o tanque infectado de vermes que recebia a gordura e o sangue dos sacrifícios do Templo.

Deus mandaria crianças para o Inferno?

Não, pois crianças são tidas como metáfora para a Salvação: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Mt 18.3. Outro argumento seria a criança que morreu quando o Rei Davi adulterou com Bate Seba, então Davi diz: Porém, agora que está morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim. 2 Samuel 12:23 – Davi expressa que seu filho estará no céu e um dia tornará a vê-lo.

E  quanto os versículos que dão base ao aniquilacionismo na Bíblia, tais como:

Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; olharás para o seu lugar, e não aparecerá. Salmos 37:10

O Senhor guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos. Salmos 145:20

Mas os transgressores e os pecadores serão juntamente destruídos; e os que deixarem o Senhor serão consumidos. Isaías 1:28

Quando o Velho testamento fala em ser destruído, ou eliminado, geralmente se refere que as pessoas serão tiradas da terra de Israel. Essas passagens não se referem à eternidade.

O apocalipse diz que o Inferno e a morte serão lançados no lago de fogo, ora o inferno não é algo que possa queimar, nem a morte, portanto o lago de fogo representa o juízo.

Conclusão:

O Inferno é um lugar de confinamento das pessoas que desprezaram o seu Criador e querem ser o centro do Universo. O inferno está cheio de pessoas que ainda não se arrependeram e persistem na sua rebeldia desafiadora contra Deus. Deus se importa tanto com a questão do Inferno, que mandou seu filho para que nos livrasse desse lugar, mas agir tirando as pessoas do inferno e dando uma segunda chance Deus não pode fazer, pois com isso anularia o livre-arbítrio e se tornaria um Deus medroso e pequeno.

Baseado na entrevista de Lee Strobel com J.P.Moreland PH.D.

Mais aqui:

https://exateus.com/2015/06/12/o-inferno-e-o-ateismo/

Fóssil de cobra com quatro patas é encontrado no Brasil! A Bíblia faz sentido!

imagem gospelprime

Uma das passagens bíblicas mais atacadas pelos críticos é a maldição sobre a Serpente Satanás: “Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.” Gênesis 3:14

Os criacionistas através do versículo citado sempre pregaram que a estrutura da cobra sofreu alteração depois do castigo de Deus! Parece que tinham razão, eis a foto:

Com mais informações em GospelPrime

Por que muitos não se deixam persuadir pelo Cristianismo?

Não há nenhuma questão racional para a aversão ao Cristianismo. Todos os motivos colocados em desfavor do Cristianismo já foram refutados.

Basicamente o ódio e rejeição não é a Cristo, mas contra os cristãos. Ghandi disse: “Não conheço ninguém que tenha feito mais para a humanidade do que Jesus. De fato, não há nada de errado no cristianismo. O problema são vocês, cristãos. Vocês nem começaram a viver segundo os seus próprios ensinamentos.”

As exigências feitas pela Igreja, principalmente para vivermos um estilo de vida  conflitante contra nossas inclinações carnais, igual Jesus fez,  coloca pavor nas pessoas!

Admitir que Jesus é Deus, é aceitar sua autoridade completa sobre nossa vida, incluindo também a sexual. Todos somos viciados em alguma coisa, inclusive no egoísmo. Jesus veio curar o pecado, a doença tem medo do médico.  O nosso velho eu percebe que Jesus veio para matá-lo, sabe que a doutrina cristã é prejudicial e perigosa para ele.

Crer em Jesus como sendo apenas um mestre humano está na moda. Precisamos da aceitação do nosso grupo social, tememos estar fora de moda.  Jesus como Divino, superior, detentor de autoridade e sobrenatural,  pode soar retrógrado, é uma sociedade relativista  caminhando para o deplorável.

Mais aqui:

https://exateus.com/2015/07/26/nao-faz-sentido-rejeitar-a-jesus-por-causa-das-acoes-dos-que-lhe-sao-infieis/

Não faz sentido rejeitar a Jesus por causa das ações dos que lhe são infiéis.

“Vejam como eles se amam” – Era o que os não cristãos diziam dos cristãos no final do século II. Nessa época a igreja de Cristo cresceu aos milhares, começando como uma “seita” pequena com cerca de sete mil pessoas para uns sete milhões de adeptos. No entanto, o amor transformador e contagioso tem estado em falta em muitas épocas e lugares na história do Cristianismo.

O  crescimento de instituições religiosas poderosas cristãs durante a idade média abafou o espírito de amor cristão, embora ficasse ainda algumas “ilhas” desse amor.

Orfanatos, hospitais de caridade, casas para cegos e outras instituições afins, proliferaram no século IV quando Constantino emitiu o Édito de Milão e pôs fim à perseguição contra o Cristianismo.

Os valores cristãos atuaram na abolição da escravatura na Inglaterra, Estados Unidos e nas demais nações em que o Cristianismo era pregado. A cruz vermelha, o exercito de Salvação são instituições de filosofia cristãs existindo até hoje.

Quais as características dos verdadeiros seguidores de Jesus?

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros” – Jo 13.35. Essa foi uma grande recomendação de Jesus para a quebra das rivalidades e do ódio entre as pessoas.

Outra recomendação foi essa: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações”  Mt 28.19. Proclamar a mensagem das boas novas do Reino de Deus é outra marca característica de um verdadeiro seguidor de Cristo.

Muitas pessoas que dizem seguir a Jesus na verdade não o seguem! O Mestre disse: “Nem todo o que me diz: Senhor! Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que estás nos céus” Mt 7.21. A história da Igreja cristã está repleta de pessoas que dizem falar em nome de Deus e fazem todo o tipo de perversidade, sob o pretexto de seguir os passos de Jesus.

Os cristãos poderiam fazer muito mais do que fazem para mostrar amor um pelos outros e pelos oprimidos do mundo, mas permanece o fato que o amor de Jesus é uma realidade demonstrada por milhões de cristãos que ajudam os necessitados e proclamam o Evangelho de Cristo.

Pastor Silas Malafaia esculacha a “esquerda gospel”!

Julio Severo

Já não era sem tempo: Silas Malafaia, como um dos maiores pastores pentecostais do Brasil, faz forte denúncia contra pastores que abraçaram o esquerdismo.

Embora ele não mencionasse que todos eles são movidos pela Teologia da Missão Integral, pelo menos ele disse que eles seguem a ideologia de Karl Marx. Para assistir ao vídeo dele, siga este link: https://youtu.be/kEVzhA0tZqo

Entre os grandes pastores do Brasil, é a primeira vez que um pastor repreende fortemente pastores esquerdistas.

Falta agora Malafaia identificar o elo comum entre todos esses pastores: a Teologia da Missão Integral.

Encorajo você a assistir e divulgar amplamente o vídeo do Malafaia neste link: https://youtu.be/kEVzhA0tZqo

Fonte: www.juliosevero.com