Homossexualidade, Deus, Igreja, certo e errado, Bíblia e outras ponderações!

Uma das questões mais complicadas que a igreja enfrenta hoje é a questão da homossexualidade como um modelo de vida alternativo. Os cristãos que não aceitam o estilo de vida homossexual são geralmente classificados de homofóbicos, intolerantes e preconceituosos.  Por conta disso, o temática homossexual  provoca uma grande intimidação, ao ponto de algumas igrejas terem permitido o estilo de vida homossexual e até mesmo consagrado como seus ministros aqueles que praticam tal comportamento.

Quem somos nós para dizer que a prática homossexual é errada? O certo e o errado realmente existem? 

A moralidade não é somente um produto da nossa mente. Ela existe. Quando não conseguimos guardar os mandamentos de Deus, nos tornamos, do ponto de vista moral, culpados perante ele e carentes de seu perdão.  A moralidade está baseada em Deus, e assim o certo e o errado existem e não são afetados pelas opiniões dos seres humanos.  Por exemplo: se Hitler tivesse vencido a Segunda Guerra Mundial e a lavagem cerebral nazista tivesse tido sucesso no mundo inteiro, de forma que todos pensassem que o Holocausto tinha sido bom, tal atitude ainda sim teria sido errada, porque Deus diz que é errada, independentemente da opinião humana.

Atualmente, muitas pessoas enxergam o certo e o errado como uma questão de gosto, não como uma questão de fato.  O brócolis, por exemplo, pode ser gostoso para mim, mas para você não. As pessoas raciocinam que o mesmo acontece com os valores morais. Algo pode ser errado para você, mas não para mim, Não há nada certo ou errado, é apenas uma questão de gosto.

Se Deus não existir, estas pessoas estão corretas. Na ausência de Deus tudo é relativo.  Deste modo, o certo e o errado se tornam valores relativos para diferentes culturas e povos. Se Deus não existe, ninguém pode dizer que os valores de uma sociedade são melhores do que as de outra.

Taylor, filósofo americano não cristão nos diz: “ O conceito de obrigação moral é ininteligível quando dissociado da ideia de Deus. As palavras permanecem, mas o significados delas se perde”.

Logo, se Deus não existir, o certo e o errado também não existem. É permitido qualquer coisa, inclusive a homossexualidade. Assim, uma das melhores maneiras de defender a legitimidade do estilo de vida homossexual é se tornar um ateu.  O contra-senso é que muitos defensores da homossexualidade não querem se tornar ateus, pois querem sempre afirmar que o certo e o errado existem , por isso fazem julgamento o tempo todo. Por exemplo: “  É errado discriminar os homossexuais”.

No entanto, se Deus existe, devemos ouvir o que Ele tem a dizer a respeito do assunto homossexualidade.

O que a Bíblia diz sobre homossexualidade

A Bíblia condena a prática e não a orientação sexual. Uma pessoa que tem uma orientação homossexual pode jamais vir a expressá-la na prática. Já um heterossexual pode praticar atos homossexuais.

Alguns defensores da homossexualidade afirmam que são os genes e não a educação que determinam se um sujeito vai ser homossexual ou não, a verdade nua e crua é que não sabemos plenamente os papéis da hereditariedade e do ambiente na construção da homossexualidade.

Mas o simples fato de alguém possuir predisposição genética para alguma prática, não significa que tal prática seja moralmente correta. Alguns cientistas pregam que a predisposição ao alcoolismo é genética, nem por isso, com tal disposição a pessoa não deve sair bebendo o quanto quiser e se tornar um alcoólatra.

A Bíblia condena as práticas homossexuais tanto no velho como no novo testamento, Levítico 18:22 diz que é abominação um homem deitar-se com outro homem como se fosse uma mulher

1 Cor 6.9-10 diz: “ Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem imorais, nem idolatras, nem adúlteros, nem os que se submetem a praticas homossexuais, nem os que a procuram, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem caluniadores, nem os que cometem fraudes herdarão o reino de Deus.

Jesus falou sobre o homossexualismo?

Alguns defensores do homossexualismo dizem que Jesus nunca condenou a prática homossexual, mas o que Jesus fez foi não mencionar especificamente como não citou muitas outras coisas que sabemos serem erradas como a brutalidade e a tortura, mas isso não significa sua aprovação.  Jesus citou Genesis para afirmar o padrão de Deus para o casamento, com base no seu ensino sobre o divórcio. Em Mc 10.6-8 Jesus diz:”Mas desde o principio da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá a sua mulher e os dois serão uma só carne” Seria uma violação do plano de Deus o fato de dois homens ou duas mulheres se tornarem uma só carne.

As proibições da Bíblia contra a prática homossexual não são da cultura de uma época como dizem alguns críticos sobre a Teologia de Paulo, pois o mesmo se posicionou justamente contra a cultura de sua época e se opôs a ela, visto que a prática homossexual era tão difundida nas antigas sociedades grega e romana como é hoje em todo o mundo.

A Mídia, as novelas, as minisséries  e os filmes hollywoodianos estão inclinados a dar um tom de felicidade às relações homossexuais, quando na realidade o homossexualismo se mostra na maioria das vezes um estilo de vida autodestrutivo e perigoso, como o alcoolismo e o tabagismo , que viciam e são autodestrutivos.

Portanto, é necessário lembrar que a tendência homossexual, em si, não é pecado. Grande parte dos homossexuais não escolheu tal orientação e gostaria de mudá-la, se conseguisse. Precisamos estender o amor e o perdão de Deus às pessoas que passam por esse problema. Se você sente ódio em seu coração contra os homossexuais, lembre-se das palavras de Jesus: “ no dia do juízo, “haverá menos rigor para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade” (Mt 10.15; 11.24).

Uma palavra de esperança

É plenamente possível alguém lutar contra sua tendência homossexual e ser um nascido de novo, um cristão cheio do Espírito Santo.

Da mesma maneira que um viciado em álcool, que deixando a bebida, chega a uma reunião dos alcoólicos anônimos e fala: “ Sou um alcoólatra”, alguém que possua uma tendência homossexual, e que não a tem praticado, deve ser capaz de chegar em uma igreja de Cristo ou grupo de oração e dizer:  Sou uma pessoa que luta contra a tendência homossexual, e que, pela graça de Deus e pelo poder do Espírito Santo, tem vivido castamente por Cristo. E a igreja tem o dever de acolher e ajudar tal pessoa como um irmão ou irmã em Cristo, lembrando que a prática da libertação nessa área também nos mostra que geralmente há alguma influência espiritual na questão da homossexualidade, assim como há  espíritos que agem na prostituição feminina  existem aqueles que agem na área do homossexualismo.

Referência

Apologética para questões difíceis da vida. William Lane Craig

Anúncios

2 comentários sobre “Homossexualidade, Deus, Igreja, certo e errado, Bíblia e outras ponderações!

  1. Mais uma vez o comentador AntimidiaBlog se limitou apenas a denegrir o post, nunca trás argumentos para o debate! nunca se fixa num ponto. Classificou o post de preconceituoso e leigo, quer discutir moralidade a nível filosófico se você tiver argumentos, o blog tem posts para isso! ou nesse post mesmo se tiver argumentos, agora só adjetivar negativamente, não passa aqui!

    Você sabe do que estou falando! Mas um comentário seu nesse nível ou sem nível como são os seus até agora e você será excluído de comentar nesse site!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s