Ateísmo, identidade pessoal e debate!

Suponha que você e um ateu de longa data debatam sobre o ponto de vista dele, o tema do assunto, ao que tudo indica, gira em torno da existência ou não de Deus. Entretanto, em um nível mais profundo, é possível que essa pessoa tenha dentro de si um conflito que está camuflado. Pode ser que pensamentos do tipo : “ já faz 25 anos que sou ateu. É muito tempo. . Todo mundo sabe que sou ateu. As pessoas zombarão de mim, se eu mudar de ideia agora. Será humilhante. Minha identidade pessoal depende do meu ateísmo”. De alguma maneira, o ateísmo da pessoa e sua identidade pessoal fundiram-se um com o outro. Essa pessoa não vai querer mudar de ideia, pois isso significara a condenação do seu passado.

As pessoas se enclausuram em seus pontos de vista sempre que contestadas em uma discussão, a rigor, porém, já não é mais certa posição que ela procura defender, e sim sua integridade pessoal.

Por isso em uma discussão deve-se confrontar e desafiar idéias, não as pessoas que as possuem.  Vejamos dois exemplos a seguir:

  • O marxismo está enganado, e não entendo como alguém possa dar crédito a essa teoria na atualidade. Só mesmo uma pessoa perigosamente alienada pode levar a sério esse pensamento.
  • Devo admitir que sempre tive dificuldades com marxismo. Talvez você possa me ajudar. Por exemplo, por que Marx afirmou que a revolução faria a religião desaparecer? A rigor, o que se viu, foi o contrário: a adoção do marxismo por alguns países durante o século XX deu nova força à religião. Gostaria muito de saber o motivo.

A primeira estratégia provavelmente será improdutiva, pois insinua que seu amigo é um “cabeça de vento”. A segunda  o coloca sob uma posição muito mais produtiva, já que o apresenta como alguém que pode ajudá-lo a sanar uma debilidade sua. Com tudo vem acompanhada de um ferrão mortal, uma vez que traz à tona a existência de conflitos marcantes entre a teoria e a prática, algo que fez com que antigos marxistas abandonassem sua profissão de fé política.

Devemos deflagrar esse processo de erosão de confiança sempre afirmando, e não desvalorizando a dignidade pessoal dos indivíduos.

Mais aqui:

https://exateus.com/2015/08/18/tenho-duvidas-quanto-ao-cristianismo-ainda-posso-ser-cristao/

Referência

Apologética cristã no século XXI. Alister McGrath

Anúncios

2 comentários sobre “Ateísmo, identidade pessoal e debate!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s