Marina Silva é contra o impeachment, quer novas eleições

Marina Silva é contra o impeachment, quer novas eleições

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

A ex-senadora pelo PT, ex-ministra de Lula e candidata a presidente pelo PV (2010) e PSB (2014), Marina Silva tem um histórico de vida ligado aos movimentos sociais como o MST.

Alçada à condição de favorita numa nova disputa presidencial em 2016, ela tem sido uma voz dissonante em meio a atual crise política da nação. Ex-seringueira, a professora Marina é evangélica e missionária da Assembleia de Deus.

Marina foi a entrevistada desta segunda (28) pelo Programa do Jô e deu uma longa entrevista ao jornal Estado de São Paulo no dia seguinte. Em ambas as ocasiões, ela defende que o impeachment de Dilma não seria a solução para os problemas do país.

Para ela, a chapa de Dilma e seu vice-presidente Michel Temer se beneficiou do mesmo esquema. Logo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderia pedir a cassação de ambos e o país teria novas eleições este ano. “O PMDB e o PT praticaram juntos os mesmos crimes”, resume.

Para ela, “uma nova eleição possibilitaria um julgamento político, ético e moral dos partidos”.  Atualmente ela lidera a Rede Sustentabilidade, legenda que vem abrigando desde sua fundação vários políticos oriundos de partidos de esquerda como PCdoB, PSOL e inclusive o PT, onde ela ficou por 23 anos. Mas Marina afirma não saber se irá concorrer.

O argumento que defende é que seja dada “a possibilidade da escolha de um novo presidente para essa transição de dois anos, com base no debate que dê saídas para um repactuamento da crise que estamos vivendo”.

Sua análise é franca: “no meu entendimento, quanto mais o lado político é reforçado pelo que está sendo comprovado no âmbito da Lava Jato, mais se impõe a tese de que a saída deve ser pelo TSE. Porque os dois partidos ficaram 20 anos no poder praticando juntos essas irregularidades. As diretorias da Petrobrás foram distribuídas entre o PT e o PMDB, havia uma coordenação entre PT e PMDB para o gerenciamento da propina. Como é que agora a gente pode acreditar que uma parte é punida e a outra parte é ungida ao bastião da salvação dos problemas que eles mesmos criaram?”

A maioria dos parlamentares ligados à Rede se posicionou a favor do impeachment. Sua líder acredita que novas eleições dariam a todos os partidos “a oportunidade de se reapresentar”. Somente um novo sufrágio possibilitaria “um julgamento político, ético e moral dos partidos políticos, obrigando-os talvez a terem que fazer uma espécie de ajustamento de conduta”.

Somente com um novo pacto, “estabelecido pelo voto do cidadão, com certeza você teria muito mais sustentabilidade para as medidas que precisam ser tomadas nessa transição”, insiste.

Comentando o “desembarque” do PMDB do governo Dilma, confirmado nesta terça (29), ela criticou o partido do vice por ter saído de um governo “do qual foi o maior sócio e beneficiário” sem dar nenhuma satisfação, autocrítica, proposta ou pedido de desculpas à sociedade, sendo “igualmente responsável por tudo o que levou à situação atual”.

A postura de Marina vem sendo muito criticada nas redes sociais. A maioria a acusa de ter feito parte do governo de Lula e nunca ter se pronunciado veementemente contra o ex-presidente nem tratar dos crimes do qual é acusado.

Surgiu inclusive uma espécie de “campanha antiMarina” no Facebook. O MBL (Movimento Brasil Livre) publicou uma imagem, reproduzida milhares de vezes, que diz:

“A gente não fez tudo isso para você ir lá e votar na Marina em 2018. Marina, gente? Sério?”

Profecias polêmicas

Em 2010, o nome de Marina Silva foi citado em profecias, especialmente da apóstola Valnice Milhomens. No ano seguinte, o pastor Bob Hazlett do Ministério Touch of Fire, pregava na Conferência Dunamis 2011 e trouxe uma revelação. O pastor americano contou que teve uma visão sobre a política brasileira, onde via uma mulher sendo controlada por um homem como se fosse marionete.

“Ela era sua marionete, e ele falava ‘ela vai fazer o que eu mandar ela fazer’. Mas eu vi então a palavra do Senhor vir como se fosse uma espada que começou a cortar as cordas dessa marionete”, disse Bob.

Anunciou também que Deus mudaria o controle da nação, levantando uma mulher “segundo o coração de Deus” que se ajoelha diante de Deus. Sua eleição iria abalar a nação brasileira e levá-la para uma época de prosperidade.

Em meio à campanha de 2014, o pastor André Salles, que faz parte do ministério Plenitude do Trono de Deus, declarou que teve uma revelação divina enquanto orava. Afirmou que via Marina Silva andando por uma trilha de luz. “Vejo o próprio Deus preparando o caminho para ela passar”, asseverou. “O Senhor tem esse propósito para a vida dela, de ser presidente do Brasil”.

E foi além. “O Brasil vai melhorar com Marina. A Bíblia diz que quando o justo governa, o povo se alegra. O justo não significa o religioso, mas o honesto. Essas características de humanidade, de temor e amor a Deus ela tem”.

Anúncios

RÚSSIA CRIA AMEAÇA NUCLEAR CONTRA ISRAEL

por libertar.in
Caso você seja um leitor interessado em acompanhar a Guerra da Síria, soube de todos os desenvolvimentos dos russos por lá, com aviação da mais moderna, testes de todos os seus mísseis e bombas guiadas, uso de ‘cluster bombs’ chamadas erradamente de ‘bombas de fragmentação’, proibidas internacionalmente, equipamentos computadorizados para combatente individual, mísseis de cruzeiro, blindagem reativa para tanques que só eles tem, e até mesmo dois modelos de tanques robôs com semi-autonomia.

Óbvio que ninguém da esquerda acusa a Rússia de ter feito da Síria um campo de batalha-teste para depois vender suas armas. Tal acusação é apenas contra Israel quando precisa combater o Hamas em Gaza.

Não bastasse a instalação de mísseis antiaéreos S-300 e os mais potentes S-400 no lado oeste da Síria, deixando ao alcance não só o Vale de Bekaa, o principal reduto do Hezbollah, bem pertinho, como também até mesmo o aeroporto Bem Gurion, ou seja, ameaçando todo tráfego aéreo e militar em Israel, agora a ameaça é atômica.

Ficou satisfeito com as notícias de dias atrás de que a Rússia dava por encerrada sua missão na Síria? Todo mundo ficou, mas isso é ‘palavra de honra’ dos filhos de Putin.

Enquanto os soldados saem, os militares russos restantes passaram a receber, instalar e operar em solo sírio sistemas de mísseis Iskander-M, denominados SS-26 pela OTAN. Este modelo jamais foi vendido para outro país ou operado fora de solo russo. Tem um alcance de 500 km, podendo atingir os subúrbios de Ankara caso instalado bem a noroeste, na região autônoma curda, ou absolutamente todo o Estado de Israel e Chipre, caso instalado na região da capital, Damasco. Da capital Síria a Tel Aviv, são apenas 200 km.

Caso o leitor goste de armas, vai perceber que o Iskander-M é algo meio ficção-científica. Possui 7 metros de comprimento por 90 cm de diâmetro, e sua ogiva pode ser de 480 a 700 kg com uma enorme variedade: auto-explosivo, fragmentação, cluster (submunições – centenas de bombas menores), penetração de bunkers, explosivo gás-ar, pulso eletromagnético (para destruir sistemas eletrônicos num grande raio) e nuclear com uma ogiva de 50 kton (50 mil toneladas de TNT – veja os efeitos contra Tel Aviv e Jerusalém nas imagens). Vale recordar que a de Nagazaki tinha apenas 20 kton.

É um míssil cruzador guiado por sistemas inerciais, GPS e óticos e não se classifica como supersônico, pois está na categoria dos hiper-sônicos voando a até 50.000 metros de altitude (aviões comercias 12.000 metros e militares 15.000) vem velocidades 7 vezes maiores que a do som. Os caças mais modernos chegam a 2,4 vezes a velocidade do som. O míssil avança 2,5 km por segundo. Pode voar em trajetórias complexas e possui um sistema automático para fugir de mísseis antiaéreos, podendo fazer curvas impressionantes de até 30 G (30 vezes a força da gravidade). Possui sistemas passivos e ativos de enganar radares e ao se aproximar do objetivo, lança alvos falsos para atrair o fogo antiaéreo. Sua precisão para atingir o alvo é de apenas 7 metros.

Entenda as imagens de previsão de destruição de uma bomba atômica de 50 kton. Amarelo é a bola de fogo com 380 metros de diâmetro. Rosa, raio de 800 m, 100% de mortes. Verde raio de 1.600 metros, dose de radiação sem possibilidade de tratamento, 50 a 90% de mortes de poucos minutos até algumas semanas. E o círculo maior indica 2.870 m de diâmetro queimaduras de terceiro grau. O número estimado de vítimas seria de 215 mil mortos e 300 mil feridos para Jerusalém e 120 mil mortos e 180 mil feridos em Tel Aviv. Como comparação temos também o efeito de explosão semelhante em Botafogo, no Rio de Janeiro.

50 kton no centro de Jerusalém50 kton no centro de Tel Aviv50 kton no Rio de Janeiro

O Iskander-M é um míssil de combustível sólido, portanto não precisa ser reabastecido e sua unidade é composta por um caminhão lançador, podendo ficar em movimento e assumir qualquer posição de lançamento, da ordem de lançar até o disparo são apenas 15 segundos, mesmo se o caminhão receber a ordem em movimento. O sistema de computador e GPS calcula automaticamente a trajetória. Há versões de caminhões com um ou com dois mísseis.

Note, querido leitor ou leitora, como o Irã não é a ameaça nuclear contra Israel.

Via:
A Última Trombeta e https://www.menorahnet.com.br/russia-cria-ameaca-nuclear-contra-israel/

BEBÊ FAKE? MÍDIAS ALTERNATIVAS DENUNCIAM QUE ALGUMAS IMAGENS DOS ATENTADOS DE BRUXELAS SÃO FALSAS

Por Libertar.in
Já estava demorando para surgir evidências à respeito de algumas encenações neste último ataque terrorista… assim como ocorreu com as fraudes plásticas (sangue, ferimentos e restos de corpos falsos) no atentado da Maratona de Boston, estão começando a perceber algumas coisas estranhas nos atentados de Bruxelas… Tire suas próprias conclusões…

Alguns meios de comunicação da internet estão denunciando que os vídeos gravados posteriormente a explosão das bombas terroristas no aeroporto de Bruxelas, poderiam ter sido falsificados utilizando atores.

Na verdade, um leitor do site El Robot Pescador chamado Javier, o qual agradecemos sua colaboração, nos fez chegar a um vídeo, exibido pela televisão, no qual um dos passageiros do terminal parece estar fingindo segurar uma boneca como se fosse um bebê.

É difícil saber se realmente se trata de um bebê ou de uma boneca ou, inclusive, o passageiro simplesmente levava consigo uma boneca que havia comprado.

Julguem vocês mesmos o seguinte vídeo:

Feliciano participa do SuperPop e levanta polêmicas

Feliciano participa do SuperPop e levanta polêmicas

Por Leiliane Roberta Lopes / GospelPrime

O deputado pastor Marco Feliciano participou nesta segunda-feira (28) do quadro “Porta da Fama”, do programa SuperPop na Rede TV!.

Feliciano foi convidado para abrir ou não a porta para figuras polêmicas como Inri Cristo, Thammy Gretchen, Fábio Porchat, Felipeh Campos, Eduardo Costa e Benedito Ruy Barbosa.

Para algumas dessas personalidades o parlamentar não abriu a porta e a resposta gerou polêmicas.

Uma dessas pessoas foi Thammy Gretchen, a filha da cantora Gretchen que no ano passado passou por uma masectomia. Feliciano não abriu a porta por conta da forma como Thammy divulgou a cirurgia, feita em mulheres com câncer de mama que retiram todo o seio para se curar da doença.

Para o parlamentar a cirurgia é uma mutilação que traz muita tristeza para muitas mulheres, enquanto que a atriz divulgou a retirada dos seis como um triunfo.

A visão do deputado sobre o humorista Fábio Porchat também gerou polêmica, pois Feliciano já processou o canal Porta dos Fundos por conta dos vídeos que ofendem a fé de milhões de brasileiros.

“Fábio é jovem, é uma figura carismática, é inteligente, tem uma sabedoria. Eu não abro a porta pra ele nesse momento porque ele tem feito algumas coisas que não deveriam ser feitas. Nosso país já está um inferno, o Brasil está dividido. Deixa a religião quieta, deixa Deus quietinho”, disse Marco Feliciano.

Já para o jornalista Felipeh Campos, homossexual assumido que já debateu na TV com o deputado evangélico, Feliciano resolveu abrir a porta e explicar que ele não é contra homossexuais, mas sim contra a prática. “Nós podemos divergir em pensamentos, mas a gente pode ser amigo”, disse Feliciano.

O deputado também abriu a porta para outras personalidades como Eduardo Campos e Benedito Ruy Barbosa e não abriu para outras como Inri Cristo.

Assista:

Carta de Albert Einstein para Franklin Delano Roosevelt

Parecia a carta de um maluco falando em “bombas extremamente poderosas”, e não adiantou suavizar o conteúdo com um “atenciosamente, Albert Einstein “. No entanto,  Roosevelt respondeu positivamente à carta, e assim iniciava a corrida entre alemães e americanos pela bomba atômica.

Confira a Carta:

Albert Einstein

Old Grove Rd.

Nassau Point

Peconic, Long Island
2 de Agosto de 1939
F.D. Roosevelt

Presidente dos Estados Unidos

Casa Branca

Washington, D.C.

Senhor:

Alguns trabalhos recentes de E. Fermi e L. Szilard, que me foram comunicados em manuscrito, levaram-me a crer que o elemento urânio possa ser transformado em uma nova e importante fonte de energia em um futuro próximo. Certos aspectos da situação que se criou parecem exigir atenção e, se necessário, rápida ação por parte da Administração. Creio, portanto, que é meu dever trazer a sua atenção para os seguintes fatos e recomendações:

No decorrer dos últimos quatro meses, foi provado – através do trabalho de Joliot na França, bem como de Fermi e Szilard na América – que é possível a criação de uma reação nuclear em cadeia em uma grande massa de urânio, através da qual vastas quantidades de energia e grandes quantidades de novos elementos semelhantes ao rádio são gerados. Agora, parece quase certo que isso possa ser conseguido em um futuro próximo.

Esse novo fenômeno levaria também à construção de bombas e é concebível – embora não tão certamente – que bombas extremamente poderosas de um novo tipo possam ser construídas. Uma única bomba deste tipo, carregada por um barco e explodida em um porto, pode muito bem destruir todo o porto, juntamente com parte do território circundante. Contudo, tais bombas podem muito bem revelar-se demasiado pesadas para o transporte por via aérea.

Os Estados Unidos têm apenas minérios de urânio de baixa qualidade e em quantidades moderadas. Há algumas boas reservas no Canadá e na ex-Tchecoslováquia, mas a grande fonte de urânio está no Congo Belga.

Perante a situação, o senhor pode pensar que é desejável ter mais contato permanente entre a Administração e o grupo de físicos que trabalham em reações em cadeia nos Estados Unidos. Uma forma possível de alcançar este objetivo pode ser o senhor confiar esta tarefa a alguém de sua confiança que poderia, quem sabe, atuar em condição extra-oficial. Sua tarefa pode compreender:

a) abordar aos Departamentos Governamentais, mantê-los informados sobre o desenvolvimento e apresentar recomendações para a ação do Governo, dando especial atenção ao problema de garantir fornecimento de minério de urânio para os Estados Unidos;

b) acelerar o trabalho experimental, que está atualmente sendo feito dentro dos limites dos orçamentos dos laboratórios das universidades, fornecendo fundos, caso sejam necessários, pelo contato com pessoas privadas dispostas a contribuir para esta causa, talvez, inclusive, buscando a cooperação de laboratórios industriais que têm o equipamento necessário.

Eu entendo que a Alemanha realmente parou a venda de urânio das minas da Tchecoslováquia que ela assumiu. Talvez se compreenda por que haja tomado essa ação rápida, pelo fato do filho do Sub-Secretário de Estado Alemão, von Weizsäcker, ser ligado ao Kaiser-Wilhelm-Institut, em Berlim, onde alguns dos trabalhos americanos sobre o urânio estão agora sendo repetidos.

Atenciosamente,

Albert Einstein signature.svg

(Albert Einstein)

Papa e Franklin Graham divergem sobre quem é “filho de Deus”

Papa e Franklin Graham divergem sobre quem é “filho de Deus”

Por Fernando Henriques / GospelPrime

A onda crescente de ataques terroristas islâmicos no mundo tem causado diferentes reações. Desde o surgimento de milícias cristãs, até campanhas de oração, os cristãos procuram se posicionar de várias formas.

Quando foi divulgado que terroristas islâmicos fizeram um ataque suicida visando apenas os cristãos no Paquistão, o saldo foi 70 mortos e cerca de 350 feridos, a maioria mulheres e crianças.

Imediatamente, o pastor Franklin Graham, líder a Associação Evangelística Billy Graham, usou seu perfil no Facebook para trazer uma mensagem de conforto:

“Como cristãos, sabemos que quando a morte chega para alguém que confiou em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, somos conduzidos à presença de nosso Pai Celestial e viveremos eternamente em Sua presença. A sepultura não tem poder sobre o crente!”, escreveu.

No mesmo texto, após dizer que soube da ameaça do grupo terrorista em fazer outros atentados em breve, lembrou: “Os muçulmanos querem a sharia… para que o mundo inteiro se curve ao Islã. Isso não vai acontecer. A Palavra de Deus nos diz que um dia ‘ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai’. (Filipenses 2: 10-11). Eu sirvo um Salvador ressuscitado!”.

O papa Francisco também falou de modo genérico sobre o terrorismo em sua mensagem pascal no domingo.

“Confiamos ao poder do Senhor ressuscitado as conversações em curso, de modo que, com a boa vontade e a cooperação de todos, seja possível colher os frutos da paz e dar início à construção de uma sociedade fraterna, que respeite a dignidade e os direitos de cada cidadão. A mensagem de vida proclamada pelo anjo junto da pedra rolada do sepulcro vença a dureza dos corações e promova um encontro fecundo entre povos e culturas”, diz o documento.

Curiosamente, na quinta (24), o pontífice fez na cerimônia do lava-pés, um discursou enfatizando: “Todos nós, juntos: muçulmanos, hindus, católicos, coptas e evangélicos. Somos irmãos, filhos do mesmo Deus. Queremos viver em paz, integrados”, disse Francisco.

Na ocasião, ele lavou os pés não só de católicos na cerimônia pública no Vaticano, mas também de muçulmanos e um hindu.

O discurso de Francisco tem sido constantemente tratar todas as religiões como uma só, como formas diferentes de se adorar um mesmo Deus. O contraste da mensagem do evangélico Franklin Graham é óbvio, pois este não deixa de fora o imperativo bíblico que se reconheça Jesus como Senhor e que somente os que creem nele podem ser chamados “filhos de Deus” (Jo 1:12 e 3:18). Com informações de Christian Post

Ex-membro da Yakuza vira pastor e evangeliza mafiosos

Por Leiliane Roberta Lopes / GospelPrime

Ex-membro da Yakuza, maior máfia japonesa, se converteu e hoje prega para ex-gangsters e pessoas com histórico de prisões e dependentes químicos no Japão.

Tatsuya Shindo foi dependente de drogas e fez parte do crime organizado em uma das principais organizações criminosas do mundo.

Ele chegou a ser preso três vezes por uso de estimulantes e foi na cadeia que ele teve acesso à Bíblia e resolveu deixar todo esse passado para trás.

“Nas prisões, poucas oportunidades são dadas aos condenados para se arrependerem do fundo de seus corações. A taxa de reincidência pode ser atribuída ao fato de que não há lugares para eles recomeçarem na sociedade”, diz ele que também prega em prisões.

Quem lhe deu um exemplar da Bíblia foi sua esposa, durante a última visita que fez a ele quando este foi preso pela terceira vez.

Ainda na prisão, Shindo fez um curso de teologia por correspondência e assim que ganhou liberdade foi cursar uma escola de teologia em Tóquio.

A igreja do ex-gangster está localizada em uma sala de 24 metros quadrados onde antes funcionava um karaokê. Já são 11 anos de trabalho mantido com as doações dos fiéis.

Entre as dezenas de fiéis estão muitas pessoas com histórico semelhante ao de Shindo, que procuram uma palavra que venha a mudar suas vidas. Com informações CNN