O racismo e sexismo de Darwin e seu discípulos

No “Descendente do Homem” 2ª edição, Nova Iorque, A.L Burt Co, 1874, página 178 Darwin escreveu:

“ No mesmo período futuro, não muito distante se comparado com os séculos, a civilizada raça humana, se exterminará e será reposta em todo o mundo por raças selvagens. Na mesma época, o maçado antropomorfos… sem sombra de dúvidas será exterminado. Esta quebra acontecerá largamente, porque acontecerá entre o homem, e uma forma mais civilizada, como podemos esperar, então o caucasiano, e algumas raças menores como o babuíno, ao invés do que há no presente entre o negro australiano e o gorila”.

Na página 326, ele continuou:

“ É geralmente aceito que com a mulher, o poder da instituição, de rápida percepção, ou talvez imitação, são mais fortes do que o homem; mas algumas, pelo menos, desta dificuldades são características encontra em raças inferiores, e assim, um estágio inferior de civilização. A distinção chefe do poder intelectual entre os dois sexos é mostrada pelo homem chegando a uma eminência mais alta, em qualquer coisa que ele tente mais do que a mulher possa obter – qualquer coisa que requeira profundo pensamento, razão ou imaginação ou meramente o uso dos sensos e das mãos”.

Tomas Huxley, famoso discípulo de Darwin seguindo seu mestre escreve:

“ Nenhum homem racional, ciente dos fatos, acredita que o negro mediano é idêntico, ou superior ao homem branco. .. quando todas suas desabilidades são removidas, e nosso parente prógnato tem um campo justo e sem ajuda, sem opressor, ele será capaz de competir com sucesso com seu rival de cérebro maior e mandíbula menor, em um contexto que é levado pelo pensamento e não pelas mordias”.

Henry Fairfield Osborn era um discípulo de Huxley, em um artigo da revista do Museu Americano de História Natural de 1980 escreveu assim:

“ O descendente do negro é até mesmo mais antigo do que dos caucasianos e dos mongóis, como pode ser provado por um exame, não somente do cérebro, do cabelo, das características corpóreas…, mas do instinto e inteligência O padrão de inteligência da média do adulto negro é similar ao de um jovem de onze anos de idade da espécie Homo Sapiens.

Referência

Criação x Evolução: Onde está a verdade científica? Dr. Grady S. McMurtry

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s