Estado Islâmico mata torcedores, alegando ser “antifutebol”

Estado Islâmico mata torcedores, alegando ser “antifutebol”

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Existe intolerância e existe irracionalidade. Geralmente elas são sinônimos. Mais um exemplo disso foi dado nesta sexta (13) no Iraque. Um grupo de soldados do Estado Islâmico matou 16 pessoas, simplesmente por que eram torcedores de futebol. A chacina deixou pelo menos outros 28 feridos.

“Um grupo de terroristas, do Estado Islâmico, entrou no café, armados com AKs-47, e começou a atirar em todo mundo que estava lá dentro”, narrou Ziad Subhan, presidente do fã-clube do Real Madrid. O grupo de torcedores estavam em um bar.

Subhan explica ainda “Eles (terroristas) não gostam de futebol, acham que é contra a religião mulçumana. É uma terrível tragédia”. As imagens divulgadas do massacre mostram vários objetos espalhados e o chão coberto por sangue.

O Estado Islâmico, organização terrorista que domina parte dos territórios da Síria e do Iraque, considerar que o esporte produz “falsos ídolos”. Por causa da pressão de muçulmanos, o Real Madrid decidiu eliminar uma pequena cruz que fazia parte de seu escudo desde 1920. Com informações de Rede TV!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s