Mundo islâmico se rende aos pés de Roma Papal: O Papa e o Grão-Imame: compromisso com a paz e a não-violência

Por APCNEWS

Papa Francisco teve encontro histórico com líder islâmico para unir católicos e muçulmanos.

Al-Tayeb e Francisco: Encontro marca retomada do diálogo - AP

Cidade do Vaticano (RV) – Nesta segunda-feira, 23 de maio, o Papa recebeu no Vaticano o Grão-Imame de Al-Azhar, Prof. Ahmad Muhammad Al-Tayeb.

O Grão-Imame levou ao encontro uma importante delegação de acadêmicos, lideranças e diplomatas. Al-Tayeb foi acolhido e acompanhado na audiência pelo Presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Card. Jean-Louis Tauran.

Rechaço à violência e apoio aos cristãos

Em 30 minutos, o Papa e o Grão-Imame se concentraram principalmente no tema do compromisso comum das autoridades e fiéis com a paz no mundo, no rechaço à violência e ao terrorismo e na situação dos cristãos e sua proteção no contexto dos conflitos no Oriente Médio. Ambos concordaram com a importância deste novo encontro no âmbito do diálogo entre a Igreja Católica e o Islã.

Assista: O Papa e o Grão-Imame: compromisso com a paz e a não-violência

https://www.youtube-nocookie.com/embed/QH5-MULrNq8Francisco presenteou o Grão-Imame com uma medalha da oliveira da paz e uma cópia de sua ‘Encíclica Laudato si’.

Depois da audiência com o Pontífice, antes de deixar o Vaticano, o Imame e sua delegação tiveram um encontro com o Card. Tauran, o Secretário, Dom Ayuso Guixot, e uma representação do dicastério vaticano.

(CM)

FONTE: Rádio Vaticano

*É recomendável ler Como o Vaticano criou o Islam.
*É recomendável ler ISIS: Uma Criação da CIA para justificar a Guerra no Oriente Médio e a Repressão no Ocidente.

CONTEXTUALIZAÇÃO:

O papa Francisco recebeu o grande imã da do Cairo, Al-Azhar, no Vaticano, em um encontro sem precedentes entre o líder dos católicos do mundo e a mais alta autoridade do Islamismo sunita. O Sheikh Ahmed al-Tayeb, que dirige a mesquita e sede de aprendizagem considerado a instituição de maior prestígio no ramo principal do Islã, teve uma audiência com o líder dos 1,2 bilhão de católicos do mundo, disse o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, à AFP.

Não custa lembrar que Al-Azhar ofereceu cópias de um livro que chamava para a chacina de cristãos e outros infiéis. Esse é o “líder” com quem o falso profeta papa Francisco se encontrou ( veja isso aqui em inglês e traduza para o português:https://www.jihadwatch.org ).

A profecia indica que além da supremacia papal da Idade Média, os 1.260 anos (538-1798), o papa reinará mais uma vez sobre a Terra. A profecia de Apocalipse 13:11-18 revela que os Estados Unidos farão com que a Terra toda se prostre em adoração ao papado.

O paralelo entre as ações legítimas de Cristo e as ações pretenciosas do anticristo expõe a ousadia presunçosa do “homem do pecado, o filho da perdição”. O estudante da profecia bíblica percebe claramente que o anticristo procura agir exatamente como se fosse o próprio Cristo na Terra: 1) Cristo perdoava pecados, e o anticristo pretende ter essa mesma autoridade de perdoar pecados; 2) Cristo aceitava ser adorado, e o anticristo também aceita ser adorado e reverenciado pelas multidões; 3) Cristo tem uma lei, os Dez Mandamentos escritos pelo dedo de Deus (Êxodo 20:3-17), e o anticristo também possui uma lei, os dez mandamentos do catecismo romano; 4) Cristo escolheu um dia da semana para ser o sinal da Sua autoridade, o sábado, o sétimo dia da semana, o Selo do Deus Vivo, e o anticristo também escolheu um dia da semana para ser o sinal de sua autoridade, o domingo, o primeiro dia da semana, o sinal da besta.

Apocalipse 13:3-5 revela que o Papado, a besta ferida de morte em 1798, seria curada; esse processo de cura começou em 1929 com a assinatura do “Tratado de Latrão” e a restauração do Estado do Vaticano. Desde 1929 diferentes países tem colocado no Vaticano as suas embaixadas, somando atualmente mais de 170 países, incluindo embaixadores desde Cuba até a Rússia, Iran e Líbia. Países como a China e o Vietnã, ainda não estão incluídos.

A profecia revela também que o Papado alcançará o clímax do seu poder quando todas as nações da Terra se prostrarem diante dele. Essa profecia está em fase de cumprimento e tal adoração vai ser consumada com o Decreto Dominical universal, e a unificação dos 10 Reinos que entregarão o seu poder para a Besta por um tempo. As profecias de Daniel capítulo doze e Apocalipse capítulo treze revelam que a supremacia de Roma Papal da Idade Média vai se repetir, porém, numa escala abreviada. Os últimos acontecimentos serão muito, mas muito rápidos!

Anúncios

Um comentário sobre “Mundo islâmico se rende aos pés de Roma Papal: O Papa e o Grão-Imame: compromisso com a paz e a não-violência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s