Estados Unidos aceitaram apenas 28 cristãos refugiados, mas aceitaram 5.435 refugiados muçulmanos, apesar do genocídio incomparável do Islamismo contra os cristãos! Explicado?

assyrian-christians

O governo dos Estados Unidos está aceitando um  número incrivelmente baixo  de refugiados cristãos, apesar do genocídio em curso nas mãos do grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) no Iraque e na Síria, segundo informações do Centro Americano de Direito e Justiça.

O grupo citou números  do Centro de Processamento de Refugiados, observando que enquanto os EUA aceitaram 11.086 muçulmanos do Iraque desde o início de 2015, apenas 433 cristãos foram adicionados a esse número. E na Síria, houve 5.435 muçulmanos bem-vindos e apenas 28 cristãos.

“Em uma tentativa de justificar essa discrepância surpreendente, a administração Obama e a liderança democrata do Congresso continuam a manter que os EUA não devem considerar a religião de um refugiado ao decidir se concede o estatuto de refugiado”, o ACLJ, disse.

O Centro Americano de Direito e Justiça argumentou, no entanto, que a religião deve ser definitivamente levada em consideração quando da concessão do estatuto de refugiado, uma vez que os cristãos e outras minorias religiosas são alvos de terroristas na região.

O Centro Americano de Direito e Justiça(CADJ), disse que o secretário de Estado, John Kerry admitiu em Março que o ISIS mata os cristãos por causa de sua religião.

Representantes do Centro Americano de Direito e Justiça disseram:”Então, nós sabemos que o ISIS tem como alvo os cristãos no Iraque e na Síria, porque eles são cristãos. Os cristãos estão sendo massacrados, torturados, estuprados e deslocados, porque eles são cristãos. Sabemos também que, segundo o direito internacional dos refugiados, a religião é um critério de concessão para o estatus de refugiado “, o Centro Americano de Direito e Justiça acrescentou, alertando que, a menos que uma ação séria seja tomada para proteger as minorias, elas serão eliminadas nas mãos do ISIS.

Os relatórios do ano passado, como os da Worldwide Refugee Processing Systems, também sugeriram que os EUA estão fazendo muito poucos para os cristãos como parte de seu programa de refugiados.

O relatório de novembro de 2015 afirmou que os refugiados cristãos representam apenas 1,6 por cento das chegadas totais em 2015, enquanto os muçulmanos são cerca de 97,8 por cento do total.

Para efeito de comparação, perto de 10 por cento da população síria é cristã, e mais de 700.000 cristãos sírios foram deslocados e expulsos de suas casas por causa do ISIS.

O Centro Americano de Direito e Justiça tem falado contra o genocídio das minorias em um número de ocasiões , mas em maio, disse que o reconhecimento do genocídio, tanto por parte de os EUA e a ONU, será um passo importante para enfrentar a crise.

O Centro Americano de Direito e Justiça está chamando a comunidade internacional a tomar “uma ação rápida e decisiva”, dizendo que sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas de Junho terá de decidir sobre as medidas para pôr fim ao genocídio em curso.

“À medida que o tempo para a reunião do HRC está se aproximando rapidamente, é importante que os Estados Unidos e o secretário Kerry ajam rapidamente e decisivamente para o avanço na ONU a causa daqueles cristãos alvo do ISIS. Estamos otimistas de que eles vão fazer isso, “o grupo escreveu.

FONTE: CP-US

Anúncios

9 comentários sobre “Estados Unidos aceitaram apenas 28 cristãos refugiados, mas aceitaram 5.435 refugiados muçulmanos, apesar do genocídio incomparável do Islamismo contra os cristãos! Explicado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s