Jair Bolsonaro é vítima de fascismo censório em ação no STF

É uma pena que Jair Bolsonaro defenda os “áureos tempos do regime militar”, pois hoje ele foi vítima de uma outra ditadura: a do fascismo cultural, também conhecido como politicamente correto.

Discordo de vários posicionamentos do deputado. Mas o que o STF fez hoje está abaixo da crítica moral. Foi imundo, repelente, nojento, fascista e anticivilizacional. Permitir que uma pessoa seja processada até no STF mesmo sem ter cometido qualquer crime é atitude claramente autoritária. Hoje, o STF agiu como os juízes de Maduro na Venezuela. Leia mais, a partir da matéria do Globo, cujo ótimo título – Bolsonaro vira réu por falar que Maria do Rosário não merece ser estuprada – mostra a bizarrice cometida pela Corte Bolivariana:

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (21) abrir duas ações penais contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Com a decisão, o deputado se torna réu na Corte pela suposta prática…

Ver o post original 454 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s