CIENTISTAS MISTURAM HOMEM E PORCO E CRIAM ANIMAL “HÍBRIDO”

Resultado de imagem para quimeras humanas

As quimeras eram criaturas míticas da Grécia Antiga, formadas da mistura de dois ou mais animais. Agora, cientistas tentam criar embriões híbridos, reunindo genes de humanos e porcos. O projeto tem como objetivo fazer crescer órgãos humanos em animais para que possam ser usados em transplantes.

Juan Carlos Izpisua Belmonte, pesquisador do Instituto Salt para Estudos Biológicos, na Califórnia, explica: “O principal objetivo é criar tecidos ou órgãos funcionais e que possam ser transplantados, mas ainda estamos longe disso. Mesmo assim, trata-se de um importante primeiro passo”.

Para a comunidade científica esse seria um avanço importante na produção de órgãos humanos, saudáveis e compatíveis com os pacientes. Belmonte e seus demais colegas pensam que estes órgãos também poderiam ser usados para testar medicamentos e tratamentos de forma segura.

De acordo com o material publicado pela equipe do Instituto Salt na revista científica Cell, foram colocadas células estaminais de humanos em embriões de porcos. O resultado foram dois mil híbridos, imediatamente implantados nos suínos. O artigo afirma que se desenvolveram mais de 150 embriões maioritariamente porco, que continham cerca de 10 mil células humanas.

Como a gestação dos porcos é de apenas 112 dias, Belmonte explica que os embriões foram retirados ao 28º dia, no fim do primeiro trimestre de gravidez. “Isto foi o suficiente para tentarmos entender como as células humanas e suínas se misturam no princípio, sem levantarmos questões éticas sobre animais quiméricos adultos”, explicou ao The Washington Post.

Como precaução, as células quiméricas foram todas destruídas, logo não há possibilidade de que nasça uma criança-porco. O objetivo da equipe é conseguir “desativar” determinados genes dos porcos para obterem órgãos com tecido celular totalmente humano, que seria usado para transplante.

Obviamente a divulgação do estudo renova as discussões éticas e os conhecidos receios sobre os animais híbridos. Em especial por que usa células humanas.

Este não é o único tipo de experimento no mundo para gerar uma quimera. Um artigo da revista Nature deste mês mostra que cientistas tiveram sucesso em gerar órgãos de um camundongo dentro de um rato. Depois, fizeram um transplante para um camundongo doente, mostrando que o transplante inter espécies é uma realidade.

* Imagem ilustrativa
Por Jarnas Aragão – Gospel Prime
Mais:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s