Bolsonaro se “ vende”, quer dizer ,se rende ao Mercado (George Soros)!

Resultado de imagem para bolsonaro e mercado financeiro imagens

Na verdade o Candidato Bolsonaro tem se mostrado o mais bipolar de todos! Há pouco tempo eu tinha feito  um vídeo o elogiando por ele ter falado que tinha que se pensar “trocentas” vezes antes de privatizar a Petrobrás! Logo depois ele vai aos EUA bater continência, beijar a bandeira americana e acenar ao tal “Mercado”!

Agora ele diz que consultou novamente o Mercado e que o Mercado indicou esse tal de Paulo Guedes para seu Ministro da Fazenda! Vocês sabem quem é o homem que manda no Mercado? O homem que manda no mercado é o Globalista George Soros com grande influência no FMI também!

Então, eu cá com minhas pulgas atrás das orelhas resolvi cruzar os dados no Google entre George Soros e Paulo Guedes e deu no livro Fora da Curva: Os Segredos dos grandes investidores do Brasil! (no vídeo eu leio um trecho desse livro mostrando a ligação de Soros e o Banco Pactual).

Paulo Guedes foi um dos fundadores do Banco Pactual! Paulo Guedes é dito como seguidor da escola econômica de Chicago, uma escola alinhada com o FMI, o fundo escravizador dos países!

Pois é, para quem acha que o Mito não irá ceder a pressões do Congresso em um futuro mandato presidenciável, a amostra que temos dele se rendendo ao Mercado antes mesmo da Campanha eleitoral é preocupante! O Lula pelo menos resistiu três eleições antes de se render ao Mercado e virar o “Lulinha paz e amor”!

Anúncios

Europeus ocidentais fogem para a Hungria com medo do Islã!

Foi noticiado no site marxismo cultural, um site português (que tem esse nome porque justamente combate o marxismo cultural),  que ocidentais europeus estão estabelecendo colônias no Leste Europeu, principalmente  na Hungria. E o motivo é que a Hungria se tornou um dos países mais seguros do mundo, principalmente com relação à política globalista de imigração islâmica que não leva em consideração os interesses dos povos nativos. Vejamos o que o site diz:

“Enquanto os traidores líderes da Europa Ocidental abriam as fronteiras dos seus países à invasão afro-islâmica, os Europeus do Leste, mais Cristãos e, conseqüentemente, mais conservadores e mais nacionalistas, faziam exactamente o contrário”.

É o que sempre pregamos aqui: Que hoje a Rússia assim como outros países do leste europeu é que são os baluartes do cristianismo e do conservadorismo pelo mundo, coisa que o Olavismo Cultural principalmente através de Nando Moura nunca percebeu ou admitiu.

E o Site diz mais:

“Os governos da Europa Ocidental tentam desesperadamente encobrir os crimes levados a cabo pelos “refugiados” islâmicos, mas, a julgar pelas correntes migratórias desses países, não estão a ser bem sucedidos”.

E mais:

“Países “liberais” e mais seculares tais como a Alemanha, a Bélgica e a Suécia estão efectivamente a perder controle. O que muita gente não teria sequer sonhado há algumas décadas atrás está a acontecer nos dias de hoje: um número crescente de pessoas estão-se a movimentar no Continente Europeu, mas não do Leste para o Ocidente, mas exactamente o contrário”

E aí a culpa não é do protestantismo, apesar do cessacionismo calvinista ter também culpa nessa secularização da Europa, mas isso é uma outra análise,  isso é mais o  resultado da própria força do Globalismo que domina os políticos, a imprensa e a educação dos países. Inclusive até da Austria que é católica estão indo também pessoas para o leste europeu, sem contar no caos que a própria França católica é hoje!

Alias a Hungria é pais de nascimento do principal Globalista atual que é George Soros, país onde suas fundações que patrocinam o marxismo cultural pelo mundo são banidas, assim como também na Rússia e na Macedônia.

A matéria fecha dizendo o seguinte:

Com a continuação da crise migratória na Europa, aliada ao retorno de membros do Estado Islâmico provenientes da Síria, é de se esperar que a migração da Europa Ocidental para a Europa Oriental continue a aumentar.

Com um pouco de drama poderia-se perguntar se estas pessoas são os primeiros ‘refugiados’ que fogem do fracassado projecto multicultural da Europa Ocidental para um refúgio seguro na Europa Oriental.

Fonte:

http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2017/11/europeus-ocidentais-fogem-do-islao-e.html

Papa Gregório, o Grande: Da grandeza política à baixeza do Purgatório!

Imagem relacionada

Gregório I é considerado um dos maiores Papas de todos os tempos. Nasceu em Roma por volta do ano 540. A Roma em que Gregório cresceu vivia sitiada pelos exércitos Godos, Lombardos e pelos próprios Generais de Constantinopla que tanto defendiam quanto tomavam a Cidade. Com tantas batalhas, muitos dos velhos monumentos de Roma foram destruídos, os aquedutos foram abandonados e inundações traziam epidemias para os moradores.

Antes de ser Papa, Gregório chegou a ser prefeito , depois decidiu ser monge e foi embaixador do Papa Pelágio durante seis anos na corte de Constantinopla. Ao retornar ajudou o seu antecessor à reorganizar a Cidade e mantê-la limpa perante às invasões, a peste e as inundações. Com a morte de Pelágio pela própria peste, depois de alguma relutância, e com o aval do povo e do Clero, Gregório assumiu o Papado.

Uma de suas primeiras medidas como Papa foi convocar toda a população da cidade para uma grande procissão de penitência, para pedir a Deus o perdão dos pecados e o fim da Praga. Conta-se que a Praga cessou e que Gregório fez um excelente sermão nesse dia.

Depois organizou a distribuição de alimentos aos necessitados, reconstruiu os aquedutos e as fortificações, organizou novamente as guarnições de soldados. Perante um novo ataque dos Lombardos e sem a ajuda dos exércitos de Constantinopla, Gregório se vu obrigado a negociar diretamente com os invasores, como se ele fosse também o representante civil de Roma. Gregório sem o apoio do Império se viu muitas vezes obrigado a atuar por conta própria, e por isso ele é considerado como o fundador do poder temporal do papado.

O Papado possuía uma série de territórios que recebiam o nome de “patrimônio de São Pedro”. O território compreendia  igrejas e palácios de Roma, seus arredores e terras que iam da Itália até a África. Gregório pôs as riquezas dessas terras em prol de alimentar o povo de Roma. Com o passar do tempo os sucessores de Gregório ficaram sendo os governantes da Cidade de Roma e arredores,  e algum tempo depois, um documento conhecido como Doação de Constantino fora forjado com o conteúdo de uma suposta doação desses territórios pelo Imperador aos sucessores de Pedro.

Além da Política, Gregório dava muito valor à Pregação, proibiu luxos e adotou medidas em prol do celibato eclesiástico que muitos não cumpriam. Suas tentativas de reformas eclesiásticas em outras regiões do  Império não tiveram muito sucesso,tentou, mas não conseguiu  acabar com o Donatismo na Igreja  Africana, e apesar do prestigio político entre os Francos, não conseguiu impedir os governantes de nomearem bispos para a Igreja.

Gregório produziu numerosos sermões e cartas, não foi um pensador de altas esferas,  conformava-se em ser um porta voz da antiguidade cristã, era discípulo fervoroso dos Escritos de Agostinho. Apesar de sua erudição na patrística, conviveu em uma época de ignorância e em certo grau aceitou participar dela. Considerava Agostinho infalível, e o que para o bispo de Hipona não passava de conjecturas, para Gregório passou a ser certeza.

O Purgatório   Resultado de imagem para purgatório

Agostinho se aventurou a dizer que talvez existisse um lugar onde os que morressem ainda em pecados, tivessem que passar por um processo de purificação antes de adentrarem ao Paraíso. Baseado nessa suposição de Agostinho, Gregório declara que verdadeiramente existe esse lugar, e começa a desenvolver a doutrina do Purgatório.

Gregório ensina que damos satisfação a Deus pelos pecados que cometemos, através de penitências que consistem em arrependimento, confissão e pena ou castigo. Com a absolvição sacerdotal, Deus confere o perdão ao penitente. Os que não fizeram suficiente penitencia por seus pecados, vão para o purgatório, onde passam por algum tempo antes de entrarem no céu. As missas oferecidas em seus nomes,  ajudam os mortos a saírem do purgatório.

Na Aceitação de várias crenças, superstições e lendas de época, Gregório recheou as suas obras de narrações sobre milagres, aparições de defuntos, anjos e demônios. Com o decorrer do tempo, os escritos de Gregório passaram a ter a mesma autoridade que tinha os de Agostinho, foi aí que então boa parte das crenças populares do século VI foram incorporadas à doutrina cristã.

Na época da Reforma,o papado já estava tão deformado ou corrompido que  o lema dos vendedores de indulgências era: “Tão logo uma moeda na caixa cai, a alma do purgatório sai”.

Referência

História Ilustrada do Cristianismo. Justo L. González.

Campanha pela vida de irmãos gêmeos de Imperatriz

 

Divulgo a Campanha para ajudar minha amiga Milla a mãe dos bebês que conheço pessoalmente! Oremos pelos irmãos gêmeos Enzo e Benjamim! Só Deus pode fazer milagres! Até mesmo pelas mãos dos médicos!

________________________________

Por Stephanne Menezes

Uma campanha tem movimentado as redes sociais esta semana: os irmãos gêmeos Enzo e Benjamim precisam realizar um tratamento para cardiopatia, e com isso amigos e familiares resolveram arrecadar fundos para que os pais consigam levar seus únicos filhos ao centro especializado, em São Paulo.

A doença dos irmãos foi descoberta no início de novembro, quando a mãe percebeu que o Benjamim, o mais velho dos gêmeos, estava sempre cansado, sem disposição. “Eles sempre foram muito ativos e inteligentes, quando vi que um estava doentinho até pensei que fosse resfriado”, conta a mãe, Milla Miranda.

A gravidez dos gêmeos foi muito aguardada, pois, de acordo com Milla, ela e o marido tinham dificuldades para engravidar. “Eles são meu milagre e continuo acreditando que agora, mais do que nunca, serão outro milagre”, diz Milla.

Quando um deles apresentou o problema, o outro foi logo consultado. Os meninos são gêmeos univitelinos.

Milla informa ainda que já tinha realizado exames de coração nas crianças e que nada de tão grave foi detectado. “Como eles nasceram de 35 semanas, fizemos muitos exames e nada foi detectado dessa natureza. Agora, meus filhos podem precisar até de um transplante”, pondera a mãe dos gêmeos.

A arrecadação de fundos para o tratamento dos garotos está sendo feita via site e doações de todos os valores podem ser transferidos. Além dessa campanha, a venda de rifas também está sendo realizada por moradores do residencial em que a família mora.

“A procura por ajuda financeira partiu de amigos e familiares que viram que não teriamos condições de arcar nem com o começo do tratamento”, informa Milla.

De acordo com os pais, é estimado que o custo do tratamento chegue a R$ 500 mil. “O que pesa muito é a UTI aérea. No estado que eles estão não aguentariam um vôo comercial”, conta Milla.

Benjamin, o primeiro bebê a ficar doente, apresentou apenas 15% do funcionamento do coração. Enzo, ao realizar os exames, apresentou 33%.

“É uma luta todo dia. Ver eles acordando é uma benção todos os dias. Mas, tenho medo principalmente a noite. Eles podem sofrer uma parada cardíaca dormindo”, relata a mãe que vigia o sono dos bebês.

Em Imperatriz não há cardiopediatra para que o tratamento das crianças seja realizado na cidade. O Estado ainda não tem o suporte para oferecer o tratamento e nem o resultado preciso.

Milla afirma que ainda não é certeza que os filhos precisam de transplante. “O diagnóstico ainda não está concluído. Mas, para isso, preciso levar eles ao centro especializado para saber ao certo o tipo de cardiopatia e o tratamento correto”, salienta a mãe.

É uma corrida contra o tempo para que a família consiga o dinheiro necessário para o tratamento dos gêmeos Enzo e Benjamin.

CARDIOPATIA

É uma doença do coração, que possui causas variadas, e que pode incapacitar progressivamente a vida do portador, podendo levá-lo à morte. A doença se desenvolve quando o coração adoece a ponte de perder a capacidade funcional. No caso dos gêmeos, o coração não consegue bombear o sangue em sua capacidade normal.

Fonte:

http://www.correiopopularitz.com.br/materia/12882/campanha_pela_vida_de_irmaos_gemeos_e_realizada_em_imperatriz#4LX3t3gg0xz6dHOO.99

Sarney, o Novo Diretor da Polícia Federal, a Lava Jato e Flávio Dino

Resultado de imagem para segovia federal imagens sarney

Já foi divulgado amplamente  que o Novo Diretor Geral da Polícia Federal Fernando Segóvia foi uma indicação de José Sarney ao Presidente Michel Temer. Segóvia já tinha sido superintendente da PF no Maranhão na Gestão de Roseana a filha de Sarney.

Os analistas viram essa indicação de Sarney com o objetivo de estancar a Lava Jato! E essa análise é certa! Mas não é só isso e nem esse é o motivo principal, pelo menos no interesse de José Sarney.

Sarney quis um indicado seu no comando da PF para fazer pressão no grupo do atual Governador do Maranhão o Comunista Flávio Dino. Flávio Dino que ganhou as eleições de Roseana Sarney. Sarney sempre usou e ainda usa todos os seus tentáculos para garantir as eleições no Maranhão! Quando o seu grupo perdeu as eleições em 2012, para o pedetista já falecido Jackson Lago, Sarney acionou então seus tentáculos no judiciário e cassou o mandato de Lago via influência de Eros Grau e inocência de Ayres Brito no TSE.

Pois bem, foi só Segóvia assumir, que começou uma caça às bruxas no Maranhão, pessoas ligadas ao grupo de Dino foram presas acusadas de desvios na saúde! Desvios que antes eram tidos como ocorridos na própria Gestão da Governadora Sarney, através do seu cunhado que foi Secretário de Saúde Ricardo Murad.

Agora houve uma inversão, o pessoal de Roseana,inclusive ela, estão sendo inocentados e o pessoal que tem alguma ligação com Dino está sendo preso! As acusações são de funcionários fantasmas e contratos com empresas que não tem a ver com a saúde. Segundo alguns analistas do Maranhão, essa lista e esse contrato ainda não foram mostrados pela Polícia Federal.

Segóvia também já andou fazendo sua média com Temer e já disse que as malas de dinheiros não podem servir para quaisquer acusações contra o presidente Michel Temer.

Bom, esperemos o desenrolar dos fatos!

“Brasil para Lerdos”, “Seu Craysson” e Dom João VI

Resultado de imagem para Dom João VI quinto dos infernos

O Clayson do canal Clayson fez mais uma crítica ao Brasil Paralelo. Brasil Paralelo que promove uma série de vídeos de cunho histórico e nesse seu último vídeo andou falando da vinda da Família Real Portuguesa ao Brasil em 1808. O Brasil Paralelo já mostrou nos conteúdos de suas produções que promove um certo revisionismo histórico, ao meu ver, com o intuito de criar um certo conservadorismo com raízes ibéricas para o favorecimento da tal nova direita brasileira. Nisso envolve-se apologia à personagens maçônicos e imperiais.

Eu não assisti esse episódio do documentário, não tenho paciência, acho tudo muito bucólico, barroco, mas assisti a crítica de Clayson, e como bom entendedor já dá para emitir uma opinião.

Como no vídeo dos Templários o Clayson acerta novamente, não existe heroísmo no episódio da Vinda da Família Real Portuguesa ao Brasil. Essa vinda se insere na busca por mercados consumidores na época da Revolução Industrial, ou seja, na disputa entre as duas maiores  potências da época: França e Inglaterra.

A França, no comando de Napoleão, possuía um exército muito mais poderoso do que o da Inglaterra, por outro lado a Inglaterra possuía uma Marinha bem mais poderosa do que a francesa. Napoleão percebendo que não conseguiria invadir a Inglaterra, resolveu decretar o Bloqueio Continental que proibia as nações europeias continentais de comerciar com a Inglaterra.

Portugal dependente economicamente da Inglaterra, não podia bloquear seus portos aos navios ingleses, sob pena de ruína total, por outro lado, desobedecer Napoleão poderia significar a invasão do país por tropas francesas. Pressionado pelos dois lados, Dom João VI procurou ganhar tempo, até que em outubro de 1807 assinou uma convenção secreta com a Inglaterra que previa:

  • Proteção da marinha inglesa para a família Real e funcionários do alto escalão da Corte na fuga para o Brasil.
  • Direito Inglês de instalar na Ilha da Madeira bases militares.
  • Direito de utilização de portos no sul do Brasil para o comercio inglês com a região do Rio da Prata.

Ao ficar sabendo do acordo luso- inglês, Napoleão assinou com sua aliada Espanha o Tratado de Fontainebleau que preconizava:

  • A invasão e desmembramento de Portugal
  • A divisão das colônias portuguesas entre França e Espanha
  • A extinção da dinastia de Bragança.

A fuga para o Brasil foi um momento dantesco! As tropas francesas já haviam invadido o país, enquanto o Tesouro Nacional era saqueado por membros do governo lusitano e nobres que fugiam para o Brasil. O povo estava sendo roubado e abandonado por sua Nobreza num dos momentos mais críticos da história do país.

A corte corrupta e os parasitas que viviam em sua volta fugiam para gozar as delícias e a segurança da Colônia Tropical. Dom João fugiu disfarçado para não ser reconhecido pela fúria popular, no desespero muita gente morreu afogada tentando nadar até os navios que partiam.

Segundo Nelson Werneck Sodré, “ Foi um salve-se quem puder trágico, amargo, característico do nível de desagregação a que chegara o Reino de Portugal sob o governo bragantino e de uma classe feudal inepta e corrupta. O espetáculo teve cores dantescas”.

No meio da balburdia, uma frase acertada foi dita pela louca rainha D. Maria I aos que a conduziam: “ Não corram tanto! Vão pensar que estamos fugindo”

Nota-se que não houve nenhum heroísmo na vinda da Família Real ao Brasil, e quem mais ganhou com isso foi a Inglaterra que teve seus produtos facilmente comercializados no Brasil, de lenços a caixões, com preços alfandegários até menores do que os produtos vindos até mesmo de Portugal o que afetou ou atrasou o inicio da industrialização brasileira.

Notamos então que esse revisionismo do Brasil Paralelo não cola, o Brasil desde o início foi uma colônia de exploração, vieram para cá primeiramente degredados e criminosos e posteriormente toda uma nobreza e burocráticos corruptos que ajudaram a formar o tal do jeitinho brasileiro que se caracteriza por tirar vantagens em tudo em detrimento de qualquer ética ou responsabilidade.

Referência

História do Brasil. Francisco de Assis Silva.

Leandro Karnal e sua defesa falaciosa do homem nu!

Resultado de imagem para karnal e veloso imagens

Ainda sobre aquele episódio do MAM de São Paulo em que uma criança foi exposta e tocou em um homem nu nesse museu, tudo isso com a anuência de sua mãe e classificado como arte pelos artistas, expectadores do local e pensadores esquerdistas como o Leadro Karnal.

Eu já vi a opinião de Karnal sobre esse episódio em alguns vídeos na internet e por último no programa Altas Horas de Rede Globo, aliás nesse dia a Globo Lixo satirizou o projeto Escola sem Partido no Zorra Total e logo em seguida trouxe Karnal e Cetano Veloso no Altas horas para  terminar  de “esquerdizarem”a noite, a Paula Mariza fez um vídeo excelente sobre isso. Só um adendo, eu não assisto a globolixo, mas meus pais assistem e nesse dia eu estava na casa deles!

O  principal argumento de Karnal para defender como arte o tal episódio do homem nu e a criança, é que os artistas da idade média ou inicio da moderna pintavam pessoas nuas nas próprias igrejas a mando dos religiosos, nesse caso o Papa! Com isso ele quer passar a ideia de uma hipocrisia por parte principalmente dos cristãos ao protestarem sobre o fato! e que os mesmos querem uma suposta censura da arte!

Temos que colocar vários parênteses  nesse argumento de Karnal:

1° Nem todo cristão é católico, eu por exemplo protestante, também não concordo com arte de homem nu, nem escultura dentro de igreja, etc… Apesar dos católicos também usarem o argumento dos querubins da Arca da Aliança para referendarem suas idolatrias, mas isso é uma outra discussão diferente desta! Na arte ortodoxa as gravuras também  são mais religiosas!

2° Foram esses acontecimentos que catalisaram a própria Reforma protestante, pois os Papas aumentaram a venda de indulgências justamente para bancarem essas artes na Capela Sistina e Basílica de São Pedro.

3º Depois do Concílio de Trento com a Reforma Católica os papas mandaram cobrir mesmo que levemente o nu das pinturas de Michelangelo. A arte então passou a ser barroca cheio de anjinho da piroca coberta ou pequena!

Karnal é uma prova de que uma boa oratória e retórica é capaz de angariar vários fãs zumbis, toda vez que faço algum vídeo o criticando eu recebo uma chuva de deslikes de seus fãs, deve ser uma briga feia entre os zumbis de Karnal e os Olavetes, já que o professor Olavo também não gosta do Historiador Karnal! Enfim, se antes o Karnal se mostrava um sofista em filosofia, agora ele também está se mostrando um na matéria em que ele é mais elogiado que é a História. Particularmente eu gosto mais do Pondé, apesar de ele ter se declarado ateu novamente, o Cortella é outro filósofo de auto-ajuda!