Por que o Cristianismo separou-se do Judaísmo?

Imagem relacionada

Grande parte dos cristãos possui a compreensão de que a Igreja como instituição corrompeu-se ao longo da História, por isso mesmo aconteceu a Reforma Protestante na tentativa de uma volta adaptada ao cristianismo primitivo até mesmo seguindo a tendência renascentista da época. Para o protestantismo a apostasia aconteceu aos poucos, intensificando a partir do Papado por volta do século V.

Outros grupos cristãos como os adventistas e até mesmo os desigrejados, dizem que a corrupção aconteceu com a oficialização de Constantino, que introduziu vários elementos pagãos na igreja e que o protestantismo é apenas um filho do catolicismo.  Agora aparecem vários grupos de tendências judaizantes dizendo que a Igreja corrompeu-se ainda no primeiro ou segundo século ao separar-se do judaísmo.

Grupos judaizantes não são coisa nova na história do cristianismo, na verdade a resposta definitiva a esses grupos já veio no século II no diálogo com Trifão de Justino o Mártir, mas como as heresias está sempre se requentando…

É óbvio que os primeiros cristãos vieram do judaísmo, Paulo apesar do conhecimento da “Loucura da Cruz” se dizia judeu e algumas vezes até cumpriu seus votos judaicos e assim também os outros apóstolos. Logo não demoraram surgir polêmicas, os judeus cristãos queriam que os novos convertidos também seguissem à Lei judaica principalmente no que concerne à circuncisão. Decidida a querela no Concilio de Jerusalém, a Igreja passa cada vez mais ter membros não judaicos em suas fileiras. E esse pode ser considerado o primeiro motivo da ruptura entre judaísmo e cristianismo. Os outros são:

1 – Os 27 Livros a mais, no chamado Novo Testamento ou Nova Aliança, e isso faz uma grande diferença quer queira ou não, até porque o novo testamento é uma espécie de interpretação ou culminação do Velho.

2 – O Conceito que Jesus é Deus e que o Espírito Santo é uma pessoa, ou seja, antes mesmo da Trindade ser oficializada já havia respaldo bíblico para esses Conceitos.

3 – A grande Comissão, Jesus mandou seus discípulos irem e fazerem discípulos de todas as nações, enquanto que o judaísmo espera que as pessoas se dirijam a Jerusalém.

4 – A pregação de que Jesus é Deus, mas que veio à Terra em forma humana, que morreu e ressuscitou, gerou a necessidade da criação de todo um campo de doutrinas que é a própria Teologia cristã em si.

Vale ressaltar também que os judeus modernos já não seguem somente à Torá, mas já possuem também todo um sistema de interpretação do Velho Testamento como o Talmud, a Mishná, e até mesmo a Cabala.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s