Argumentos a favor da Existência de Deus – Argumento da Causalidade Eficiente

É um argumento muito parecido com o argumento da mudança. Notamos que algumas coisas causam outras coisas. Um homem tocando um instrumento musical está causando uma música. Se ele parar de tocar a música também para. Relembrando o argumento da mudança, concluímos que todas as coisas precisam de uma causa presente fora de si mesmas para que possam existir. Tudo que existe, portanto, têm necessidade de ser causado à existência. Mas qual é a causa?

Dizer que Deus não existe é afirmar que toda a realidade seria causada pelo nada. É uma afirmação incoerente. A hipótese que diz que não há um Ser não causado é absurda. Tem de existir algo não causado, do qual todas as coisas que precisam de causa eficiente para existirem sejam dependentes.

A existência é como um presente doado pela causa ao efeito. Se não há ninguém que tenha o presente, então este presente não pode ser passado para frente. Se não existir um Deus que possua auto-existência, então o dom da existência não poderia ser passado adiante às criaturas. Se nós existimos, tem de existir um Deus, um Ser não causado, que não recebeu a existência de ninguém, diferente de qualquer outro nessa cadeia de receptores da existência.

Anúncios

Argumentos a Favor da Existência de Deus – Argumento da Mudança

O mundo material que está ao nosso redor está em constante mudança. Um homem que possui a estatura de 1,80 m, nem sempre foi desse tamanho. A grande árvore que observamos em uma floresta, cresceu a partir de uma pequena semente.

O ser que sofre mudança começa somente com o potencial para mudar, mas precisa receber a influência de outras coisas fora de si para que esse potencial se concretize.

Nada pode mudar a si mesmo. Objetos que possuem vida, como os seres humanos e os animais são movidos pelo desejo, vontade ou instinto. Com a morte do ser-vivo, o corpo não mais se move, porque o desejo ou a vontade não está mais presente para iniciar o movimento.

Agora observemos essa cadeia: As outras coisas fora do objeto que sofre mudança também mudam, e os objetos que fazem estas coisas se moverem também estão se movendo, e isso implica que não importa quantos itens existem nessa série, cada um deles necessita de algo fora de si para concretizar seu potencial de mudança.

O Universo é a soma total de todos esses objetos móveis não importando quantos sejam. O Universo está em processo de mudança, e já concluímos que essa mudança exige uma força externa para torná-la real. Portanto, tem de existir algo além do Universo material, que é a soma total de toda matéria, do espaço e do tempo que é a fonte da mudança, algum Ser real que transcende o universo, e essa é uma característica que consideramos quando pensamos em Deus, ou seja, Deus é a fonte imutável da mudança.

Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” Tiago 1.17

Referência 

Manual de Defesa da Fé. Peter Kreeft & Ronald K. Tacelli