PÂNICO ECO-CHATO: STEPHEN HAWKING PROPÕE FUGIR DO PLANETA TERRA

sh

Louvado pela moda, o físico e cosmólogo britânico Stephen Hawking encheu de gáudio o catastrofismo ambientalista em debate organizado pela Oxford Union Society.

Segundo esse militante do ateísmo, nós só teremos 1.000 anos para fazer as malas e migrarmos para outro astro. Desse destino fatídico adviria a necessidade de acelerar a conquista espacial.

Ele explicou a causa de sua predição apocalíptica: “Eu acredito que não sobreviveremos mais 1.000 anos sem fugirmos de nosso frágil planeta”, informou o jornal londrino “The Independent”.

Para identificar os cânceres que devorarão esse “frágil planeta”, ele apelou para os pânicos ambientalistas:

O primeiro é a mudança climática; o segundo é o desenvolvimento da energia nuclear; e, por fim, o progresso da inteligência artificial.

O físico apoiou-se em sua visão materialista do homem, qualificado por ele de “mera partícula elementar da natureza”. Após rebaixar assim o ser humano, que tem uma alma imortal dotada de inteligência e vontade, Stephen Hawking apelou para o precipício dos blefes ambientalistas.

Não é a primeira vez que o cosmólogo apela para pânicos irracionais com vistas a influir sobre o futuro da espécie humana. Em abril de 2015 ele apresentou um projeto de nave espacial para tentar atingir Alpha Centauri, o grupo de estrelas mais próximo da Terra.

Nenhuma tecnologia permite entrever como essa viagem seria possível. Levar-se-ia toda a humanidade, ou se escolheria uma casta de “seletos” que iriam iniciar uma nova humanidade enquanto os restantes ficariam condenados à extinção pelo aquecimento global?

Quanto duraria essa viagem monstruosa? Alpha Centauri se encontra nada mais, nada menos a quatro anos-luz e é astronomicamente imensa. E ir para onde? A ciência e a tecnologia espacial não têm a menor ideia se há algum astro habitável naquele sistema.

Muitos físicos criticam Hawking, argumentando que ele age mais como um astro pop do que como cientista.

Eles alegam que o britânico defende teses muito embombadas pela imprensa, mas que nunca demonstra.

Acrescentam que é muito difícil discutir com ele pela ausência de documentação para suas suposições e pelo barulho midiático que o circunda (cfr. verbete Stephen Hawking, Wikipedia).

Falando no programa “Live from space”, Hawking pontificou que os terrícolas deveriam colonizar a Lua num prazo de “50 anos”, por causa de um suposto supercrescimento da população.

Na verdade, a humanidade, com todas suas atividades, ocupa por volta de 11% da Terra, existindo ainda imensidades por conquistar para a cultura e para a civilização.

As novas tecnologias prometem tornar essa estreita percentagem aproveitada do planeta ainda mais rica e produtiva. Mais, expandir essa parcela para regiões agora consideradas inaproveitáveis, como é o caso de muitas que hoje são prósperas graças ao trabalho dos homens.

Para isso vale, aliás, o conselho final que ele mesmo deu:

“Lembrai-vos de olhar para as estrelas, e não para os vossos pés. Tentai entender o que vós vedes e vos interrogar sobre as razões de ser do universo. Sede curiosos. Pouco importa até que ponto a vida parece complicada, sempre haverá alguma coisa que vós podereis fazer e obter sucesso. O importante é não entregar os pontos.”

A conquista do espaço não precisa de pânicos irracionais que induzam a pular no vazio de um sistema remotíssimo, inacessível e essencialmente ignorado. Esse pulo soa a suicídio coletivo em nave perdida.

O homem precisa é de sabedoria. Isso é o que está faltando. Ele poderá assim dar lugar a proezas no domínio da Terra, garantindo uma vida livre e plena, realizando o plano de Deus.

Mas apelando para o contrário da sabedoria, que é a característica da revolução verde-vermelha, nós nos jogaremos num precipício inimaginável.

Luis Dufaur edita o blog ‘Verde: a cor nova do comunismo’ – https://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com.br/

Anúncios

Onda de frio extremo toma conta de quase todos os países da Europa e Estados Unidos!

Quando será mesmo que vai começar o Aquecimento Global heim?

Assista:

A onda de frio que atinge a Europa, da Rússia à Grécia, com temperaturas mínimas históricas e fortes nevascas, já deixou 24 mortos e cobriu de branco até mesmo as ilhas gregas e o sul da Itália. Entre as mortes, 10 foram registradas na Polônia, oito na Itália, três na República Tcheca, duas em Bulgária e uma na Grécia.

Na Polônia, com temperaturas chegando a 25 graus negativos, morreram dez pessoas, de acordo com o centro de segurança do Governo. Desde novembro, o frio já matou 55 pessoas, às quais se somam 24 mortes por inalação de monóxido de carbono por aquecedores que tinham ascendido para combater as baixas temperaturas. As autoridades alertaram para o perigo do uso de estufas antigas.
Alunos cantam durante as celebrações da Epifania em dia com temperatura de -12ºC, em Varsóvia, na Polônia (Foto: AP Photo/Alik Keplicz)

Alunos cantam durante as celebrações da Epifania em dia com temperatura de -12ºC, em Varsóvia, na Polônia (Foto: AP Photo/Alik Keplicz)

Mulher caminha sobre estrada coberta de neve em Sarajevo, na Bósnia (Foto: AP Photo/Amel Emric)

Mulher caminha sobre estrada coberta de neve em Sarajevo, na Bósnia (Foto: AP Photo/Amel Emric)

Na Itália, o Departamento de Proteção Civil mantém neste domingo (08/01/2017), a alerta por onda de frio que afeta todo o país, com intensidade especial no centro e no sul, onde os acessos por rodovias, trem, avião e mar sofrem as consequências em forma de cancelamentos e atrasos. Os aeroportos da Sicília, Bari e Brindisi reabriram depois de estarem fechados no sábado, e os acessos por trem voltaram hoje à normalidade, exceto na Sicília, onde as fortes nevascas dificultavam o serviço entre Palermo e Catania durante a manhã de domingo, embora o tráfego tenha se restabelecido progressivamente ao lado do dia. Espera-se que as escolas da região continuem fechadas durante a segunda-feira (09/01/2017). Mais:

https://exateus.com/2016/11/14/a-mentira-do-aquecimento-global/

https://exateus.com/2016/10/07/acordo-de-paris-contra-mudancas-climaticas-entrara-em-vigor-em-30-dias-o-terrorismo-climatico-vai-comecar/

PAÍSES ASSINAM ACORDO DO CLIMA DE PARIS NESTA SEXTA, NA SEDE DA ONU; TRATADO ABRE ESPAÇO PARA A CRIAÇÃO DE UMA AUTORIDADE ÚNICA MUNDIAL

Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

ACABAR COM AS CRIANCINHAS PARA DESAQUECER O PLANETA?

O Mito do Aquecimento Global

NASA: Gelo na Antártica não Cessa de Crescer e faz Descer Níveis dos Oceanos

Papa Francisco adverte a vinda de um evento catastrófico mundial durante evento no G20

O Vaticano e os planos de despopulação do planeta

AMBIENTALISMO RADICAL PEDE O AUXILIO DO VATICANO PARA A REVOLUÇÃO “VERDE”

NASA Exposta: Novas Fraudes sobre Mudanças Climáticas

 

A previsão é de que as baixas temperaturas continuem, e que as nevascas, já menos intensas que no sábado (07/01/2017), comecem a parar neste domingo (08/01/2017). O Departamento de Proteção Civil recomenda que os moradores só utilizem seus carros em casos de extrema necessidade. As previsões indicam que uma nova incidência acontecerá sobretudo sobre a costa adriática (no leste) e a região sul, com “persistência de temperaturas muito baixas e ventos fortes”. As temperaturas continuaram abaixo de zero durante a noite em muitas cidades, sobretudo no norte, com 7 graus negativos em Verona e 2 negativos em Florença; na Sicília, a cidade de Catania (ao nível do mar) teve uma mínima de 3 graus, e na capital da ilha, Palermo, os termômetros apontaram 4 graus. Outras áreas, especialmente nas montanhas, registraram valores ainda mais baixos, como os 14 graus negativos de Cascia, no centro, e os 10 graus negativos de Accumoli, ambas na área atingida pelos fortes terremotos que causaram a morte de quase 300 pessoas

em agosto do ano passado.

A situação nas áreas afetadas pelos tremores é especialmente complicada porque a neve dificulta a mobilidade, e as autoridades anunciaram que é obrigatório o uso de pneus de inverno e correntes nos locais próximos a Amatrice, uma das zonas destruídas pelos terremotos. Na capital Roma, a temperatura no início da tarde era de apenas dois graus e, com um céu encoberto, a sensação térmica é ainda menor, devido ao vento – um cenário que manteve congelada a água em parte de algumas fontes da Piazza Navona, da Fontana de Trevi e da Piazza Barberini.

Por enquanto, não há notícias de mais mortes como consequência do frio. Até o sábado (07/01/2017), as informações davam conta de oito mortes, a maioria entre moradores de rua entre 46 e 66 anos. Duas das vítimas eram sem-tetos poloneses, além de um romeno, um indiano e os demais italianos, entre eles uma mulher que sofreu uma queda após escorregar no gelo. A última morte registrada foi a de um homem de 81 anos, que sofria do Mal de Alzheimer e havia saído de casa sem avisar ninguém, e apareceu morto por hipotermia em Capriano, no norte de Milão.

A Turquia também tem sido gravemente afetada, com o estreito de Bósforo fechado para trânsito depois de uma forte tempestade de neve que atingiu Istambul. O temporal obrigou a Turkish Airlines a cancelar 633 voos nacionais e internacionais no país neste domingo, a maior parte em Istambul. Cerca de 10.000 passageiros que viajavam para Istambul tiveram de se hospedar em hotéis devido a desvios em seus voos, e outras 5.000 pessoas não puderam sair da cidade e também tiveram de se alojar até que a situação melhore. De acordo com a mídia local, a Turkish Airlines cancelou todos os voos nacionais até as 19h locais (14h de Brasília). Várias conexões internacionais foram afetadas, a maioria do centro da Europa.

Garota anda sob árvores durante nevasca em Istambul (Foto: REUTERS/Osman Orsal)

Garota anda sob árvores durante nevasca em Istambul (Foto: REUTERS/Osman Orsal)

A Rússia viveu seu fim de ano mais frio nos últimos 120 anos. Na capital Moscou, o termômetro marcou 28,5 graus negativos na noite de sábado, segundo a agência Tass. De acordo com os meteorologistas, as temperaturas estão entre 12 e 15 graus abaixo da média normal para esta época do ano, mas a previsão era ainda pior, em torno de 40 graus negativos. Nos aeroportos de Sheremetievo e Domodedovo, em Moscou, mais de 80 voos foram cancelados. As previsões indicam que, a partir de segunda-feira, a temperatura voltará a subir.

Na Grécia, onde o inverno geralmente é suave, foram registradas temperaturas de até 15 graus negativos no norte do país, onde um imigrante afegão morreu de frio na semana passada, e as estradas foram palco de inúmeros acidentes. Em Atenas, os termômetros não passam de 0 grau, enquanto várias ilhas, algumas cheias de campos de refugiados, estão cobertas de neve. O ministro de Migração grego, Yannis Muzalas, assegura que já não há “refugiados ou imigrantes vivendo no frio“.

A capital da República Tcheca, Praga, teve a noite mais fria do inverno até agora, de acordo com as autoridades, e três pessoas morreram, duas delas sem-teto. A temperatura mais baixa, de 34 graus negativos, foi registrada em Sumava, perto da fronteira com a Alemanha. Na Bulgária, dois imigrantes iraquianos foram encontrados mortos em um parque no sudeste do país.

Na Alemanha, a frente fria, chamada de Axel, fez a temperatura despencar para 31 graus negativos e cobriu de gelo principalmente o norte do país, causando inúmeros acidentes. Em Marienberg-Kühnhaide, na Saxônia, foram registrados 31,4 graus negativos, enquanto na Bavária, nas cidades de Reit im Winkl e Schorndorf, os termômetros mostraram 26 graus abaixo de zero. “Não saiam de casa!”, foi o aviso do serviço meteorológico estatal de Mecklemburgo-Pomerania Ocidental à população. Em Braunlage, na Baixa Saxônia, um grupo de jovens aproveitou a rua congelada para fazer derrapagens com um carro – a brincadeira acabou com o atropelamento de duas mulheres; uma delas está internada em estado grave. Para o início da semana, espera-se um aumento na temperatura, com exceção do leste e do sudeste do país, onde o gelo continuará.

Na Hungria, o frio já causou a morte de 80 pessoas até o fim de dezembro, contra 45 no mesmo período do ano anterior, de acordo com os dados da ONG Foro Social Húngaro. Embora durante este inverno nenhuma onda de frio tenha sido registrada, os serviços de meteorologia advertem que, a partir deste domingo até o fim da semana, haverá temperaturas de até 24 graus abaixo de zero nas regiões do leste do país. O Serviço Nacional de Meteorologia decretou estado de alerta por frio extremo em cinco das 19 províncias do país, e os ventos gelados chegaram à marca de 90 quilômetros por hora. [FONTES: EL PAÍS / G1]

Nevou no Deserto do Saara. Mais uma prova do que é a farsa do Aquecimento Global!

Por APCNEWS

As fotos são espetaculares. Um fotógrafo amador capturou fotos de tirar o fôlego de dunas de areia cobertas de neve no meio do deserto do Saara. Pela primeira vez em 37 anos, a neve caiu na cidade argelina de Ain Sefra. E caiu bem: enquanto a última ocorrência, em 1979, só durou meia hora, a de 2016 durou um dia inteiro. Mais:

https://exateus.com/2016/11/14/a-mentira-do-aquecimento-global/

https://exateus.com/2016/10/07/acordo-de-paris-contra-mudancas-climaticas-entrara-em-vigor-em-30-dias-o-terrorismo-climatico-vai-comecar/

PAÍSES ASSINAM ACORDO DO CLIMA DE PARIS NESTA SEXTA, NA SEDE DA ONU; TRATADO ABRE ESPAÇO PARA A CRIAÇÃO DE UMA AUTORIDADE ÚNICA MUNDIAL

Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

ACABAR COM AS CRIANCINHAS PARA DESAQUECER O PLANETA?

O Mito do Aquecimento Global

NASA: Gelo na Antártica não Cessa de Crescer e faz Descer Níveis dos Oceanos

Papa Francisco adverte a vinda de um evento catastrófico mundial durante evento no G20

O Vaticano e os planos de despopulação do planeta

AMBIENTALISMO RADICAL PEDE O AUXILIO DO VATICANO PARA A REVOLUÇÃO “VERDE”

NASA Exposta: Novas Fraudes sobre Mudanças Climáticas

[Vídeo] Na Arábia Saudita também nevou sobre o deserto de Hazem Aljalamid, na mesma semana.

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FElreinoanimalnews%2Fvideos%2F1397292843628175%2F&show_text=0&width=400

Nevou em Aleppo, Síria…

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fbr.sputnik%2Fvideos%2F737460089743160%2F&show_text=0&width=560

(20.12.2016) – Ain Sefra está localizada na extremidade norte do Saara, e seu tamanho relativamente grande para uma comunidade do deserto garanti-lhe o apelido de “O Portão para o Saara”.

Karim Bouchetata, residente de Ain Sefra e entusiasta da fotografia, ficou espantado ao ver a cena. “Todos ficaram maravilhados de ver neve caindo no deserto”, disse Karim, notando a raridade do fenômeno.

Neve no Saara soa como um oxímoro, mas na verdade é uma ocorrência relativamente comum nas seções montanhosas das vastidões desérticas. As montanhas Hoggar na Argélia e as montanhas Tibesti no Chade veem neve em seus picos a cada poucos anos. 

Ain Sefra fica a cerca de 1.000 metros acima do nível do mar e está perto das montanhas nevadas de Atlas, do Marrocos, o que sugere a possibilidade de que ventos fortes tenham soprado a neve das montanhas para as dunas.

Depois da Antártida e do Ártico, o Saara é o maior deserto do mundo. Abrange quase toda a África do Norte, e tem uma densidade populacional de menos de uma pessoa por quilômetro quadrado. Mas a região nem sempre foi tão árida e vazia. 

Cerca de 11.000 anos atrás, ventos oceânicos e chuvas intensas transformaram o Saara em uma exuberante floresta verde pré-histórica. Por volta de 3.500 a.C., as chuvas terminaram e a terra tornou-se seca mais uma vez, coincidindo com a ascensão da civilização egípcia.

Alguns acreditam que este ciclo, que segundo os climatologistas pode ter acontecido várias vezes na história da Terra, vai se repetir novamente, e que o Saara voltará a ser verde mais uma vez por volta do ano 17.000.[FONTE: Sputnik News]

Mais uma bizarrice de 2016: Nevou no Saara (FOTOS: Karim Bouchetata)

Ué? Mas e o Aquecimento Global vai começar quando afinal?

O meteorologista e físico Luiz Carlos Molion afirma que há uma histeria sobre o aquecimento global, e garante que o planeta já iniciou uma nova fase de esfriamento global. 

O Canal Livre de 27/05/2012 recebeu o professor de climatologia da Universidade Federal de Alagoas, Luiz Carlos Molion. O pesquisador apresenta uma peculiar visão sobre as alardeadas mudanças climáticas atuais. Segundo ele, o ser humano não interfere no clima e o que estamos vivendo é um RESFRIAMENTO GLOBAL. Os jornalistas Fábio Pannunzzio, Fernando Mitre e Eduardo Oinegue comandaram o debate.

Não defenda aquilo que não entende. Seja autêntico e ame a verdade se informando. Assista:

Aquecimento Global…(Luiz Carlos Molion – Canal Livre na Band)

https://www.youtube-nocookie.com/embed/VW_r-NGfLAg

 

https://www.youtube-nocookie.com/embed/TQsdKqXbthw

A Mentira do Aquecimento Global

APCNEWS

Professor da USP fala sobre A Grande Farsa do Aquecimento Global no Programa do Jô.

Ricardo Augusto Felício, professor de climatologia da USP fez doutorado sobre a Antártida e refuta mitos e mentiras do ambientalismo.

Professor e climatologia na USP Ricardo Augusto Felício – O professor de climatologia da USP Ricardo Augusto Felício fez doutorado sobre a Antártida e afirma com todas as letras:“O Aquecimento Global é uma mentira”. saiba mais:

https://exateus.com/2016/10/07/acordo-de-paris-contra-mudancas-climaticas-entrara-em-vigor-em-30-dias-o-terrorismo-climatico-vai-comecar/

PAÍSES ASSINAM ACORDO DO CLIMA DE PARIS NESTA SEXTA, NA SEDE DA ONU; TRATADO ABRE ESPAÇO PARA A CRIAÇÃO DE UMA AUTORIDADE ÚNICA MUNDIAL

Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

ACABAR COM AS CRIANCINHAS PARA DESAQUECER O PLANETA?

O Mito do Aquecimento Global

NASA: Gelo na Antártica não Cessa de Crescer e faz Descer Níveis dos Oceanos

Papa Francisco adverte a vinda de um evento catastrófico mundial durante evento no G20

O Vaticano e os planos de despopulação do planeta

AMBIENTALISMO RADICAL PEDE O AUXILIO DO VATICANO PARA A REVOLUÇÃO “VERDE”

NASA Exposta: Novas Fraudes sobre Mudanças Climáticas

O Prof. Ricardo Augusto Felício é professor de Climatologia do Depto. De Geografia da USP, é pesquisador da área de Climatologia Antártida e Variabilidade Climática.

O Prof. Ricardo mostrou que o nível do mar não está aumentando e que o gelo derrete sim, mas depois volta a congelar, porque esse é o seu ciclo, lembrou ainda que o El Niño, um fenômeno natural, faz esse nível variar cerca de meio metro.

Não há prova do Aquecimento Global O nível do mar continua no mesmo lugar. Primeiro se fosse derreter alguma coisa, teria que ser a Antártida, mas para derretê-la você tem que ter na Terra uma temperatura uns vinte ou trinta graus mais elevados, explicou o professor que é especialista no clima antártico.

Ricardo também afirmou que o Efeito Estufa é uma física impossível e que a camada de ozônio é uma coisa que não existe. O professor ainda respondeu perguntas da plateia como se a Amazônia é o pulmão do mundo e se a garoa característica de São Paulo está diminuindo.

https://www.youtube-nocookie.com/embed/3_GPLlJv6x0

Acordo de Paris contra mudanças climáticas entrará em vigor em 30 dias. O terrorismo climático vai começar!

Da esquerda para a direita: Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, Segolene Royal, ministra de Desenvolvimento Sutentável e Energia a França, Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, e Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu, após rati (Foto: Frederick Florin/AFP)

Acordo foi ratificado por 72 países. Anúncio foi divulgado por órgão da ONU. Entenda mais sobre a Farsa do Aquecimento Global que trará uma Autoridade Única Mundial com o apoio do Vaticano:

https://exateus.com/2016/04/23/paises-assinam-acordo-do-clima-de-paris-nesta-sexta-na-sede-da-onu-tratado-abre-espaco-para-a-criacao-de-uma-autoridade-unica-mundial/

https://exateus.com/2015/12/04/aquecimento-global-o-maior-escandalo-cientifico-dos-estados-unidos-e-do-mundo/

https://exateus.com/2016/09/21/acabar-com-as-criancinhas-para-desaquecer-o-planeta/

https://exateus.com/2016/03/25/o-mito-do-aquecimento-global/

https://exateus.com/2015/12/14/nasa-gelo-na-antartica-nao-cessa-de-crescer-e-faz-descer-niveis-dos-oceanos/

https://exateus.com/2015/12/08/papa-francisco-adverte-a-vinda-de-um-evento-catastrofico-mundial-durante-evento-no-g20/

https://exateus.com/2015/11/28/o-vaticano-e-os-planos-de-despopulacao-do-planeta/

https://exateus.com/2015/05/07/ambientalismo-radical-pede-o-auxilio-do-vaticano-para-a-revolucao-verde/

https://exateus.com/2015/12/01/nasa-exposta-novas-fraudes-sobre-mudancas-climaticas/

Segue a notícia:

O acordo sobre a mudança climática destinado a reduzir as emissões de gases de efeito estufa foi ratificado por 72 países e entrará em vigor em um prazo de 30 dias, anunciou a ONU nesta quarta-feira (05-10-2016).

“Em 5 de outubro de 2016, o limite para a entrada em vigor do Acordo de Paris foi alcançado”, anunciou em seu site a Convenção Marco da ONU sobre Mudança Climática (CMNUCC).

Na terça-feira (4), o Parlamento Europeu havia aprovado a ratificação do Acordo de Paris contra as mudanças climáticas, o que abriu caminho para a entrada em vigor do primeiro pacto mundial contra o aquecimento global.

Acordo de Paris

No dia 12 de dezembro do ano passado, 195 países e a UE se comprometeram na conferência do clima de Paris (COP21) a deter o aumento da temperatura do planeta “muito abaixo dos 2ºC” e a ajudar economicamente os países mais vulneráveis ao aquecimento global.

Para a entrada em vigor do acordo, que substituirá a partir de 2020 o atual Protocolo de Kyoto, 55 países que representem 55% das emissões de gases de efeito estufa (GEI) precisavam ratificá-lo.

Os 55% foram superados após a UE ratificar o acordo. “A Europa mostra na terça que é capaz de grandes coisas quando sabe conjugar suas energias e suas forças”, disse o presidente do executivo europeu, Jean-Claude Juncker.

Mudança climática pode causar mais inundações na Europa (Foto: Armin Weigel/DPA/AFP)Mudança climática pode causar mais inundações na Europa (Foto: Armin Weigel/DPA/AFP)

[FONTE: G1]

 

 

 

ACABAR COM AS CRIANCINHAS PARA DESAQUECER O PLANETA?

Resultado de imagem para controle de natalidade

Por Libertar.in

Tubarões assassinos, crocodilos perigosos, javalis predadores ou lobos devoradores de gado: todos eles são espécies protegidas pela estranha religião “verde” ainda que causem danos ao homem e a outros animais.

Mas os homens têm que ser reduzidos em número, em direitos, em condições de vida, segundo decreto dessa mesma religião! Têm de ficar insustentáveis nesta terra!

Eles são os únicos seres que não podem nem devem cumprir o preceito ecológico de se auto-sustentar.

O jornal The Washington Post trouxe esclarecedora matéria a respeito. Militantes contra o “aquecimento global” se mobilizaram para cortar a taxa de nascimentos de crianças nos EUA.

O sofisma arguido, com muito sabor de luta de classe de pobres contra ricos, diz que os países ricos deveriam desencorajar as pessoas que querem ter filhos.

A causa? Para protegê-los contra os danos – fictícios ou montados artificiosamente – do “aquecimento global” num século venturo e também para reduzir emissões que não explicam claramente.

Travis Rieder, diretor do Instituo Berman de Bioética na Universidade Johns Hopkins, disse à National Public Radio (NPR) que derrubar a fertilidade humana global a meio filho por mulher “poderia ser a coisa que vai nos salvar”.

“Eis um pensamento estimulante: tal vez nós salvaremos nossos filhos não os tendo”, disse.

Ele propôs desanimar a procriação com novos impostos impedindo que os pobres tenham crianças, e impondo penalidades tributárias aos ricos. Algo assim como uma ‘taxa carbono aplicada contra os filhos’.

Rieder acrescentou que essas punições funcionariam melhor contra os ricos. Por sua vez os países ricos dariam o exemplo aos pobres de não ter filhos.

A proposta é mais radical que a “política do filho único” – pois seria só “meio filho” – e ficou registrada no livro“Population Engineering and the Fight Against Climate Change” (“Engenharia Populacional e o Combate contra a Mudança Climática”) que Rieder escreveu com mais dois professores da Universidade de Georgetown.

A ONG “Futuro concebível” de New Hampshire também adota como premissa a disparatada tese de que “a crise do clima é uma crise reprodutiva”, escreveu o “Washington Times”.

Enfermeira cuida de recém-nascidos em hospital de Jamestown, EUA.
Na proposta ambientalista, esta profissão deverá ser vista com maus olhos.

Os extremistas tentaram logo dissimular o fundo totalitário de suas propostas, alegando que não propunham medidas coercitivas, nem leis despóticas como fez a China com a famigerada e fracassada “política do filho único”.
Porém, Marc Morano, diretor do site Climate’s Depot especializado em denunciar as fraudes do ambientalismo radical, observou que as normas ditatoriais que esses ativistas negam com a língua, na prática seriam logicamente inevitáveis se se aprovam suas antinaturais premissas.

Morano também observou que os grupos que se dizem contra a “mudança climática” agora insistem que os homens deveriam ter menos contatos sexuais para conseguir um planeta menos cálido, e também para diminuir a natalidade.

“Os aquecimentistas já cansaram de combater as lâmpadas elétricas, as termoelétricas a carvão, os carros 4X4, e agora se assanham para ficar controlando o tamanho das famílias dos outros”.

Rieder anunciou o livro “Toward a Small Family Ethic: How Overpopulation and Climate Change are Affecting the Morality of Procreation” (“Rumo à ética da família pequena: como a superpopulação e a Mudança Climática estão afetando a moralidade da procriação”).

O disparate anticristão e antinatural salta aos olhos.

Publicado no blog Verde: A cor nova do comunismo.

Via http://www.midiasemmascara.org/artigos/ambientalismo/16712-acabar-com-as-criancinhas-para-desaquecer-o-planeta.html

Rio 2016 A Olimpíada Illuminati

Não vou falar da organização, da beleza de cores e da alegria do povo brasileiro, mas é  a  abertura de Olimpíada mais “politicamente correta” de todos os tempos, como não poderia deixar de ser! Galvão Bueno a chamou de a mais “politizada” de todos os tempos!

Recheada de tema ecológico e mensagens subliminares como aquela mudinha de planta que parecia mais um pezinho de maconha!

E para quem acha que estou exagerando, o vídeo ecológico terminou com o símbolo chamado de a cruz de Nero que é o símbolo do movimento hippie, do movimento ecológico, de Bob Marley, da Maconha e significa a “verdadeira paz sem Cristo”!

Fora isso o tema ainda enfatizou a “Farsa do aquecimento Global” e mostrou várias cidades sendo inundadas deixando a digital  Illuminati nesse aviso!

E lá estava uma delegação de refugiados, só faltou a delegação feminista e a delegação LGBT!

E por falar em Galvão Bueno ele está querendo inventar um novo clichê como aquele dos “gladiadores da era moderna” chamando a chama olímpica de “chama sagrada”!

Enfim como o presidente do Comitê Olímpico brasileiro falou em seu discurso é a olimpíada que marcará o início uma “nova era”!