Trump agora quer prender Assange e banir Wikileaks!

O candidato Trump dizia que amava o WikiLeaks! E ele realmente deve muito de sua eleição ao Wiki, mas agora como Presidente ele quer a prisão de Assange e o fim do Wikilieaks! Assista e Descubra o motivo:

Anúncios

Michel Temer sofrendo na “carne” o que fez com Dilma!

Segundo o Wikileaks o Presidente Michel Temer teria se comportado como um informante da CIA e dos EUA inclusive durante todo o golpe parlamentarista que foi o impeachment da Dilma! A operação Lava Jato que foi construída e é fomentada nos porões da CIA(Sérgio Moro só vive por lá) para desestabilizar os principais mercados brasileiros como o da Construção Civil e do petróleo teve ampla participação de Temer! Agora o presidente Temer sentiu na pele o mesmo poder da CIA na Operação Carne Fraca que visa destruir outro grande mercado brasileiro que é o de Carne! Logo agora que Temer havia pago os principais meios de comunicação para darem boas notícias sobre a economia no seu governo, como um suposto aumento de emprego e a entrega de 4 aeroportos aos estrangeiros! Temer precisava melhorar sua popularidade para aprovar suas diabólicas reformas da Previdência e Trabalhista, mas a Carne Fraca jogou seu fatídico governo ainda mais na lama. Agora ele vai tentar as “caladas” da noite e os subornos para aprovar essas famigeradas reformas, fiquemos vigilantes, assistam!

Planos para assassinar Donald Trump? CIA faz ameaça!

12 de janeiro de 2017 – Tradução de Um novo Despertar. [FONTE: WhatDoesItMean.Com]

Um relatório do Ministério da Defesa (MoD) verdadeiramente desagradável e presuntuoso circulando no Kremlin afirma que a ativação súbita ontem de centenas de sistemas de defesa aérea S-400 para combate em um alto estado de alerta foi devido ao presidente Putin receber um “grave aviso” da Foreign Intelligence Service (SVR) afirmando que os elementos do “Estado Profundo” nos Estados Unidos estavam se preparando para assassinar o Presidente eleito Donald Trump para impedi-lo de tomar posse em 20 de janeiro – e que a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) confrontando a Rússia e causar uma guerra. [Nota: Algumas palavras e / ou frases que aparecem entre aspas neste relatório são aproximações em inglês de palavras / frases russas que não têm contrapartida exata.].

Coincidindo com a advertência do SVR de que a Rússia está sendo demonizada pela CIA para ser culpada quando o presidente eleito Trump for assassinado, este relatório assinala que o presidente Putin também recebeu uma informação de alto nível do ex-porta-voz alemão Willy Wimmer, “Há uma rede de resistência contra o presidente (Trump) que estará no poder no dia 20 de janeiro … e o que está acontecendo em Washington soa como o início de uma guerra civil” – o que fez com que Putin emitisse esta grave Ordem de prontidão de guerra e o Ministério da Defesa a declarar:

“Os esquadrões de combate SAM das forças aeroespaciais da Região de Moscou puseram em serviço o novo sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumph e passaram a serviço de combate para a defesa aérea de Moscou e da região industrial central da Rússia”.

>> Lhttps://www.youtube-nocookie.com/embed/SfT6My-vDAc

Juntando tanto o SVR e o porta-voz da defesa alemão Wimmer sobre como verdadeiramente grave e perigoso a situação nos Estados Unidos se torna agora, este relatório continua, é o prêmio global Pulitzer de inteligência ganho pelo escritor e analista Glenn Greenwald e que há poucas horas publicou um assustador artigo intitulado como: O estado profundo vai à guerra contra o presidente eleito, usando reivindicações inverídicas enquanto os democratas elogiam em que adverte que o “estado profundo” americano está agora acoplado na guerra aberta de ir contra ao presidente eleito devido já amplamente desgostado presidente Donald Trump.”

Com o jornalista alemão Udo Ulfkotte, alertando que “toda a mídia dominante escreve sob pressão direta da CIA”, detalha o relatório, esta organização de inteligência “Deep State” americana iniciou sua operação para assassinar o presidente eleito Trump esta semana por vazamento para a sua propaganda mainstream de “notícias falsas” aos meios de comunicação um documento completamente falso alegando que o próximo líder das Américas era um “fantoche russo” sob o controle do presidente Putin.

Dito ter sido escrito por um ex-Mi6 operário britânico chamado Christopher Steele, este vil e completamente inventado contra o Presidente eleito Trump (que foi rotulado como “confidencial”, mas que o Reino Unido nunca usou como eles rotulam seus papéis secretos “Oficiais”), especialistas do Ministério da Defesa neste relatório afirmam que essa mentira, no entanto, teve seu “efeito desejado” da CIA sobre o povo norte-americano desavisado, com dezenas de milhões acreditando que essas mentiras são verdadeiras.

Durante a eleição presidencial americana de 2016, os agentes de inteligência norte-americanos também solicitaram mandados secretos para espionar a campanha do presidente eleito Trump, este relatório continua, seus inimigos não incluem os esquerdistas comunistas raivosos que apoiam o duo Obama-Clinton. Também os de seu próprio Partido Republicano – mais notavelmente o George Soros que financiou o senador americano John McCain que canalizou esta mentira vil para os funcionários de inteligência para começar este plano de assassinato.

Os especialistas do Ministério da Defesa neste relatório observam ainda que o presidente eleito Trump foi mesmo chocantemente advertido pelo principal senador do Partido Democrata dos Estados Unidos, Chuck Schumer, de que a CIA “tem maneiras de resgatar” – mas Trump ignorou chamando esses conspiradores de “Deep State” São: “Assim como os nazistas alemães”.

Com a CIA, no entanto, tendo já interferido e manipulado as eleições em 81 nações, e cuja lista de nações que derrubaram sendo justamente descrita como maciça, este relatório observa, suas habilidades em assassinar o presidente eleito Trump, culpando-o a Rússia e, em seguida, instalar o presidente Obama para continuar no poder sob “regime de lei marcial” seria quase impossível de acreditar, mas é certamente verdade.

E, à medida que milhares de tanques dos EUA, veículos blindados e tropas continuam inundando a Europa Oriental por hora, conclui o relatório, o Ministério da Defesa advertiu claramente que esses monstros que “interpretamos isso como uma ameaça para nós e como ações que põem em perigo nossos interesses e nossa segurança”- e que, quando o Presidente eleito for assassinado por esses conspiradores do “Estado Profundo”, a Rússia não terá mais escolha senão desencadear “o inferno sobre à América” para manter essas elites globalistas satânicas a destruir todo o nosso planeta.

[Nota: Embora seja estritamente proibido sob a lei federal dos EUA ameaçar a vida de um presidente ou presidente eleito, em nossa pesquisa de mais de 1.800 ameaças no Twitter para assassinar o presidente eleito Trump, nenhuma pessoa foi acusada. Alguém sabe por quê?]

Mais:

https://exateus.com/2016/09/13/preparacao-para-o-inferno-americano-fabricas-e-supermercados-estao-virando-campos-de-concentracao-da-fema/

https://exateus.com/2016/12/11/arquitetando-um-golpe-obama-pede-investigacao-completa-de-ataques-virtuais-durante-eleicoes-para-cia-e-fbi-russia-teria-agido-em-eleicoes-nos-eua-para-promover-vitoria-de-trump/

https://exateus.com/2016/05/12/conheca-a-fema-a-agencia-federal-de-gestoes-de-emergencias-do-governo-dos-estados-unidos/

https://exateus.com/2016/09/13/preparacao-para-o-inferno-americano-fabricas-e-supermercados-estao-virando-campos-de-concentracao-da-fema/

https://exateus.com/2016/10/10/anuncio-de-emergencia-a-3a-guerra-mundial-ja-esta-por-ai-lei-marcial-e-o-cog/

 

 

E Sérgio Moro foi passar férias nos EUA! Será que ainda volta para comandar a Lava-jato?

Resultado de imagem para sergio moro tio samimagens

Gera muita desconfiança todas essas viagens de Sérgio Moro aos EUA. Tudo encaixa com o plano dos neocons americanos de desestabilizarem os países que ameaçam a hegemonia dos EUA. Através da CIA os neocons promovem treinamentos para magistrados de todo o mundo  com o pretexto de acabar com a corrupção nos países, quando no fundo o interesse é desestabilizá-los! Será que Sérgio Moro cumpre este intento? A primavera árabe é o maior exemplo dos neocons criando caos e depondo governos nos países!

Mais:

A maior ditadura do mundo está online: CIA cunhou a expressão “Teoria da Conspiração”, seus agentes rotineiramente criam “notícias falsas”, agora o Facebook criará uma marcação para decidir o que são “notícias falsas” e o que não são!

Resultado de imagem para george soros teoria da conspiração imagens

VIA: POR TRÁS DA MÍDIA MUNDIAL WUC-NEWS – A CIA admitiu já em 1975 que eles usam rotineiramente agentes para criar “notícias falsas”, a fim de influenciar o público em geral e manipular os pensamentos e valores dos americanos.

cia-agents-fake-news-agenda-900x350gh

O Diretor da CIA admitiu no Senado dos EUA que mais de 400 agentes deram à mídia corporativa “histórias inventadas”, incluindo falsas notícias sobre o assassinato do presidente Kennedy, de Robert Kennedy e de Martin Luther King.

Washingtonsblog.com relatou:

O vídeo revelador de 14 minutos da FisherOfMen, começando com o depoimento do diretor da CIA, Colby, ao Senado dos Estados Unidos para o Comitê Church de 1975 admitindo que a CIA dirige a mídia corporativa a como mentir para o público americano:

Os meios incorporados “cobre” crimes óbvios na guerra e no dinheiro com as mentiras. Três semanas antes da eleição de Bush para um segundo mandato em 2004, seu conselheiro sênior e vice-chefe de Estado-Maior, Karl Rove, criticou o jornalista vencedor do Pulitzer, Ron Suskind. Rove disse:

Indivíduos como [Suskind] estavam “naquilo que chamamos de comunidade baseada na realidade”, que ele definiu como pessoas que “acreditam que as soluções surgem do seu judicioso estudo da realidade discernível” … “Não é assim que o mundo realmente funciona,” Ele continuou. “Nós somos um império agora, e quando agimos, criamos nossa própria realidade. E enquanto você está estudando essa realidade – judiciosamente, como você vai – vamos agir novamente, criando outras novas realidades, que você pode estudar também, e é assim que as coisas vão resolver. Somos atores da história … e vocês, todos vocês, ficarão apenas para estudar o que fazemos”.

As audiências do Comitê do Senado da Igreja de 1975 tiveram a cooperação do testemunho do Diretor da CIA, William Colby, pela impressionante revelação de que mais de 400 agentes da CIA estavam controlando as mídias corporativas dos EUA informando sobre questões específicas de interesse nacional na Operação Mockingbird. Este testemunho de mudança de jogo foi confirmado pela pesquisa do repórter do Prêmio Pulitzer Carl Bernstein. É claro que a mídia corporativa se recusou a publicar o artigo de Bernstein; Tornou-se uma matéria-prima para a Rolling Stone. Bernstein forneceu informações adicionais de controle da CIA no relatório do Senado e mídia corporativa subsequente “relatórios”:

“As páginas 191 a 201 foram intituladas” Covert Relationships with the United States Media”. “Isso dificilmente reflete o que encontramos”, afirmou o senador Gary Hart. “Houve uma negociação prolongada e elaborada [com a CIA] sobre o que seria dito”. Mais:

https://exateus.com/2016/11/21/midia-alternativa-sob-ataque-google-e-facebook-vao-censurar-sites-de-midia-alternativa-por-publicarem-noticias-falsas/

Vitória de Trump: Uma vitória da mídia alternativa!

Os Illuminati e o controle da mídia mundial

FACEBOOK, MICROSOFT, GOOGLE E TWITTER SE UNEM PARA CENSURAR A INTERNET

SKYNET: GOOGLE, MICROSOFT, IBM, FACEBOOK E AMAZON SE UNEM PARA CRIAR INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL GLOBAL

Obscurecendo os fatos era relativamente simples. Nenhuma menção foi feita sobre os 400 resumos ou o que eles mostraram. Em vez disso, o relatório assinala com agrado que cerca de cinquenta recentes contatos com jornalistas foram estudados pelo pessoal do comitê – dando assim a impressão de que as negociações da agência com a imprensa se limitaram a essas instâncias. Os arquivos da agência, segundo o relatório, continham poucas evidências de que o conteúdo editorial de notícias norte-americanas tenha sido afetado pelas negociações da CIA com jornalistas.

As declarações públicas enganosas de Colby sobre o uso de jornalistas foram repetidas sem uma séria contradição ou elaboração. O papel dos executivos de notícias cooperantes foi dado a curto desprezo. O fato da Agência ter concentrado as suas relações nos setores mais proeminentes da imprensa não foi mencionado. Que a CIA continuou a considerar a imprensa como acima nem sequer foi sugerido.” Considere este vídeo de 5 minutos de Abby Martin levando você através da história recente e atual:

15 DEZ 2016 – Anunciou que lutaria há apenas um mês, mas na quinta-feira o Facebook finalmente esclareceu como será e funcionará a ferramenta para detectar notícias falsas. O anúncio foi feito pelo fundador da empresa, Mark Zuckerberg, em seu perfil da rede social: “Quando muita gente nos informar que uma história é um boato, vamos enviá-la para organizações externas especializadas em verificar os fatos para que a estudem. Se estiverem de acordo que a história é falsa, vocês verão uma bandeira ao lado da história indicando que foi colocada sob suspeita”. Além disso, essa publicação terá menos possibilidade de aparecer no News Feed (a página principal) dos usuários.

Com essa medida, que faz parte do plano de sete pontos anunciado no fim de novembro, o Facebook deixa aberta a possibilidade de ler e compartilhar a história. “Queremos que a partir de agora vocês tenham mais informações sobre o que essas organizações especializadas em fact cheking (verificação de fatos) pensam que é rigoroso. Assim, ninguém mais poderá colocar um anúncio em uma história que está sendo contestada nem poderá promovê-la em nossa plataforma”, disse Zuckerberg.

Essa decisão chega depois do papel desempenhado pelas redes sociais nas eleições norte-americanas. Foi uma das campanhas eleitorais em que circularam mais mentiras na história recente, mentiras que encontraram um canal privilegiado nos motores de busca e nas redes sociais. O republicano Donald Trump, que venceu em 8 de novembro, foi o candidato que mais faltou com a verdade, de acordo com estudos de verificação de dados, como o Politifact.

Ninguém mais poderá colocar um anúncio em uma história que está sendo contestada nem poderá promovê-la em nossa plataforma.

“Vejo o Facebook como uma empresa de tecnologia, mas reconheço que temos mais responsabilidade do que apenas construir a tecnologia por onde flui a informação. Apesar de não escrevermos as notícias que vocês leem e compartilham, reconhecemos que somos mais do que um simples distribuidor de notícias”, disse o fundador da rede social. [FONTE: EL PAÍS]

Por Dionei Cleber Vieira – Para quem já percebeu que não é nada bom o movimento do Facebook de censurar o que eles chamam de “Notícias Falsas” (Fake News), isso deve deixar você então mais certo de que problemas se avolumam à frente, pois …, o Facebook anunciou os seus planos de usar uma “organização de verificação de notícias de terceiros”, conhecida como The Poynter Institute para sinalizar e categorizar as “notícias falsas”. O que poucos sabem ainda é que, a tal organização “altamente conceituada”, The Poynter Institute, tem por detrás de suas fontes de financiamento, nada mais nada menos, do que o bilionário George Soros, entre outros similares. Um sinal de que possivelmente veremos a censura “branca” crescer dentro do Facebook …

 

Arquitetando um golpe? Obama pede investigação completa de ataques virtuais durante eleições – Para CIA e FBI, ‘Rússia teria agido em eleições nos EUA para promover vitória de Trump’

Os ataques teriam ajudado a promover vitória de Trump (Foto: Rick Wilking/Reuters)

(09/12/2016) – Presidente americano ordena apuração completa sobre intervenções estrangeiras no país durante período eleitoral. Relatório deve ser entregue antes de ele deixar o cargo. EUA acusam Rússia de estar por trás das invasões. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu às agências de inteligência do país “uma investigação completa” dos ataques virtuais e intervenções estrangeiras durante as eleições de 2016, informou na sexta-feira (09/12) a assessora para assuntos de segurança nacional, Lisa Monaco.

A conselheira afirmou que Obama espera um relatório das agências sobre o caso antes de 20 de janeiro, dia em que ele deixa a presidência, e assume o republicano Donald Trump. Segundo ela, os resultados serão compartilhados com parlamentares e uma “ampla gama de interessados”.

Barack Obama disse que Fidel Castro foi uma figura singular - Foto: Agência Brasil

O porta-voz da Casa Branca Eric Schultz disse que a investigação fará um “mergulho profundo” na busca por um padrão de ataques virtuais em períodos eleitorais ao longo de vários anos, desde 2008. Mais:

https://exateus.com/2016/05/12/conheca-a-fema-a-agencia-federal-de-gestoes-de-emergencias-do-governo-dos-estados-unidos/

https://exateus.com/2016/09/13/preparacao-para-o-inferno-americano-fabricas-e-supermercados-estao-virando-campos-de-concentracao-da-fema/

https://exateus.com/2016/10/10/anuncio-de-emergencia-a-3a-guerra-mundial-ja-esta-por-ai-lei-marcial-e-o-cog/

“Vamos analisar todos os atores estrangeiros e suas tentativas de influenciar as eleições”, afirmou Schultz, destacando que interferências estrangeiras “não têm lugar na comunidade internacional”. Ele completou que a entrega do relatório ainda na gestão Obama é “a principal prioridade”.

No início de outubro, o governo americano acusou formalmente a Rússia de uma série de ataques virtuais contra pessoas e instituições do país, incluindo o Comitê Nacional do Partido Democrata. A suposta invasão por parte de Moscou teria o objetivo de interferir nas eleições de 8 de novembro.

Na época, Obama declarou ter alertado o presidente russo, Vladmir Putin, sobre as consequências dos ataques. A Rússia sempre negou participação, classificando a acusação como “absurda”.

O deputado democrata Adam Schiff, membro do comitê de segurança da Câmara dos Representantes americana, reforçou que a investigação deve ocorrer antes de Trump assumir o governo, “dada sua preocupante recusa em aceitar que o ataque foi orquestrado pelo Kremlin”, afirmou em nota.

Trump, eleito em novembro para ocupar a Casa Branca, afirmou não estar convencido de que a Rússia esteve por trás dos ataques virtuais contra os Estados Unidos. “Não acredito que eles tenham interferido”, disse o magnata à revista Time, que o elegeu personalidade do ano nesta semana. [FONTE: Portal Terra

O Apocalipse Zumbi Pokémon já Começou: Ovelhas Obedientes Buscam Monstros Fictícios

Por Blog A Nova Ordem Mundial

Até agora, você provavelmente já ouviu falar de Pokémon Go, o novo aplicativo de jogo de “realidade híbrida” que cobre localizações geográficas do mundo real com monstros virtuais que são coletados por pontos.

O que você ainda pode não saber é que o jogo foi na verdade desenvolvido por um grupo de frente de software financiado pela CIA para o propósito de usar todas as câmeras dos dispositivos móveis do público desmiolado para realizar o que chamo de “vigilância em massa redundante” de qualquer área que necessite de documentação em vídeo imediato pela CIA ou NSA. Ele é essencialmente uma máquina de espionagem da CIA fingindo ser um jogo.

Para realizar espionagem assistida do cidadão, os mestres do fantoche do jogo simplesmente colocam um monstro virtual em qualquer local de vigilância desejado, e hordas de seres humanos zumbis apocalípticos com cérebros totalmente mortos instantaneamente convergem em cena, todos apontando suas câmeras móveis para os “monstros” virtuais para que eles possam ganhar seus “pontos” virtuais. (Veja fotos bizarras e vídeo abaixo …)

Conforme isso está acontecendo, o vídeo das câmeras dos jogadores selecionados está sendo transmitido à CIA em tempo real, juntamente com coordenadas GPS precisas dos locais dos jogadores. Quanto mais pessoas a CIA quiser reunir em uma área de interesse, maior o valor do monstro que eles colocam nesse local. Como estas fotos mostram, quando os monstros de alto valor aparecem em tais locais, hordas de jogadores de Pokemon correm para o local através de bicicletas, táxis, automóveis e até mesmo a pé… todos apontando suas câmeras para o alvo de alto valor e transmitindo vídeo em tempo real para a CIA.

Na prática, Pokemon Go é a maneira de transformar uma população obediente de seres humanos zumbis obedientes em coletores inadvertidos de inteligência acionável no terreno da CIA. Pokemon é o jogo que transforma cidadãos entediados obedientes em espiões domésticos altamente eficazes que estão involuntariamente trabalhando para o estado policial. Presencie essas cenas reais de localização do “monstro” do Pokemon Go, onde monstros de alto valor apareceram de repente e hordas de seres humanos estúpidos instantaneamente reuniram-se:

 

 

 

Se algo parece familiar, é porque a cena parece arrancada direto da série de apocalipse zumbi The Walking Dead da AMC:

Aqui está o vídeo:

Hoje, este mundo virtual aparece apenas em dispositivos móveis… em breve ele será exibido dentro de lentes de contato

Neste momento, os jogadores zumbis de Pokémon Go tem que ver a sobreposição virtual do jogo através de seus dispositivos móveis. É por isso que eles continuam a andar em penhascos, vagueiam no trânsito e literalmente se matam conforme olham fixamente sem pensar para suas telas de Pokémon na esperança de pegar algo que acreditam ser um monstro. Em Encinitas, Califórnia, dois homens andaram direito para um penhasco durante o jogo, mergulhando 24 metros no mundo real, onde não existe pontos atribuídos por ser incrivelmente estúpido. (A menos que você trabalhe para o governo federal, caso em que a estupidez máxima e incompetência você ganha bônus e aumento dos dias de férias.)

A próxima etapa do jogo, no entanto, fará a transição da realidade aumentada para peças oculares como o Google Glass que são usado sobre os olhos. Estes visores transparentes irão sobrepor monstros sobre a aparente imagem do mundo real, como visto pelos jogadores, eliminando a necessidade de olhar para dispositivos móveis. Em vez disso, você só vai ver essas pessoas distraídas passeando como drogados enlouquecidos, aparentemente desesperados para alcançar algo que realmente não existe.

E o passo futuro final será reforçado por lentes de contato de realidade onde gráficos HD em full motion são exibidos no interior de lentes de contato para criar a ilusão de realidade aumentada que os monstros Pokémon realmente está andando ao redor do mundo real. Neste ponto, desligar os jogadores de Pokémon da realidade será completo, e eles vão existir no capricho dos importantes do jogo (ou seja, Mestres) que decidem quais imagens, pessoas, veículos e eventos deixarão para os mundos virtuais que essas pessoas veem como o mundo real.

Pokémon demonstra a viabilidade tecnológica e social do controle da mente da realidade aumentada

Como você deve ter adivinhado, este não é apenas uma máquina de espionagem maciça, mas um sistema de controle da mente totalitária que acabará por ter o poder de afirmar o controle absoluto sobre tudo o que uma pessoa vê, ouve e experiências. As lentes de contato de exibição aumentada, quando combinada com câmeras embutidas na cabeça e fones de ouvido, podem censurar ativamente imagens ou mensagens de texto “não aprovadas” (ou seja, qualquer coisa que o governo não quer que você saiba), literalmente compilando texto que você não deveria ler, sobrepondo mensagens publicitárias e de controle social aprovadas pelo governo sobre as paredes de edifícios, estradas ou mesmo no céu no mundo real, colocando mensagens virtuais flutuantes de “Procurado” sobre as cabeças dos indivíduos identificados pelo governo como sendo “perigosos”, e assim por diante. As possibilidades de controle absoluto da mente são ilimitados.

Se tal tecnologia vir a existir, isso significaria a desgraça total da liberdade humana e o domínio quase imparável da elite tecnocrática.

Uma resposta para tudo isso é, naturalmente, armas EMP de pequena escala que fritaria todos os aparelhos eletrônicos na área local, retornando as pessoas para a realidade, destruindo os circuitos que mantêm seus mundos virtuais (prisões mentais) que são controlados pelos tecnotarians dominantes. É por isso que há muito tempo compreendi que o destino da liberdade humana pode um dia depender de pequenos grupos de rebeldes que realizam atividades que podem incluir:

* Disparar armas EMP portáteis de pequena escala para desativar sistemas de controle tecnológicos dirigidos por regimes opressivos, ditatoriais sobre o mundo todo. (Coreia do Norte, alguém?)

* Realizar incursões armadas sobre robôs de IA para destruir e desativá-los.

* Hackear e assumir veículos por controle remoto ou robôs para comandar-los para o bem público.

* Tomar o controle de sistemas de realidade aumentada para sobrepor mensagens da verdade que aparecem em mundos virtuais .

Se as coisas não mudarem, o futuro dos seres humanos pode parecer assustadoramente semelhante aos zumbis reais. E se todas as pessoas que pensam que estão “à procura de monstros” tornarem-se os próprios monstros?

Fontes:
Natural News: The Pokemon Pied Piper zombie apocalypse has begun: Hoards of mindless, obedient sheeple now stampede anywhere the puppet masters plant fictitious monsters
– Game Zone: Two men walk off a cliff while playing Pokemon GO