O sexo como motivação para a adesão à crença evolucionista

O já falecido Julian Huxley, ex líder darwinista, admitiu que a questão sexual é uma motivação popular subjacente ao dogma evolucionista. Huxley afirmou em uma entrevista em um canal de televisão que: “ A razão pela qual aceitamos o darwinismo, mesmo sem provas, é que não queríamos que Deus interferisse em nossos hábitos sexuais”.

O ex-ateu jornalista Lee Strobel revelou que tinha a mesma motivação citada por Huxley. Ele disse: “Estava mais do que feliz em agarrar-me ao darwinismo como desculpa para descartar a idéia de Deus, de modo que eu pudesse por em prática descaradamente a minha agenda de vida, sem restrições morais”.

Depois de uma palestra sobre os problemas do darwinismo e as evidências do projeto inteligente,  o conferencista Ron Carlson teve o seguinte dialogo com um professor de biologia que havia assistido a conferência:

– Então, o que você achou do meu discurso? – perguntou Carlson.

– Bem, Ron – começou o professor -, o que você diz é verdade e faz muito sentido. Mas eu vou continuar ensinando o darwinismo de qualquer maneira – disse. Carlson estava embasbacado.

– Mas por que você faria isso? – perguntou ele.

– Bem, para ser honesto com você, Ron, é porque o darwinismo é moralmente confortável.

– Moralmente confortável? O que você quer dizer com isso? – insistiu Carlson.

– Quero dizer que, se o darwinismo é verdadeiro, se não existe Deus e se todos nós evoluímos de uma pequena alga verde, então posso dormir com quem eu quiser – observou o professor – Não existe responsabilidade moral no darwinismo.

Nem todos os darwinistas possuem tais motivações sexuais para as suas crenças. Alguns verdadeiramente acreditam que a evidência científica apóia a sua teoria. Notamos que eles possuem essa concepção errônea porque grande parte dos evolucionistas não estuda a pesquisa de outros campos do saber. Como resultado, acabam não entendendo o assunto em sua totalidade.

Referência

Não tenho fé suficiente para ser ateu. Norman Geisler e Frank Turek.

Anúncios

Resposta à 5ª Objeção – É ofensivo afirmar que Jesus é o único caminho para Deus?

cruz2

Jesus afirmou em Jo 14-6 que é o Caminho, a Verdade e a Vida e ninguém vai a Deus, senão por Ele. Muitas pessoas acham ousadas e hostis essas palavras de Jesus!. Com o Relativismo em voga, nenhum fato é considerado verdadeiro para todas as épocas e lugares.

Devemos crer que somente os cristãos estão certos?

Lee Strobell entrevista  Ravi Zacharias

Zacharias já fez palestras sobre o Cristianismo, filosofia, seitas e religiões um várias universidades em mais de 50 países. É autor dos livros: (Pode o homem viver sem Deus?); (Um Rosto despedaçado: a verdadeira face do ateísmo); (Livra-nos do Mal); (Jesus entre outros deuses);

Zacharias é mestre em Religião, professor visitante na Universidade de Cambridge, Doutor em Teologia pela Faculdade Tyndale, doutro em Direito pela Asbury College.

Lee – É arrogância por parte dos cristãos afirmarem que Jesus é o único caminho para Deus?

Zach – É importante antes de tudo, dizer que o Cristianismo não é a única religião que professa exclusividade. Os muçulmanos, por exemplo acreditam que o único e verdadeiro livro sagrado que existe é o Alcorão e que só pode ser sagrado quando escrito em Árabe. O budismo surgiu da contestação por parte de Gautama da autoridade dos Vedas e dos sistemas de Castas do hinduísmo.  Há  Os ateus que rejeitam o ponto de vista dos que crêem em Deus. Portanto a afirmação de exclusividade por parte dos cristãos é idêntica a de todas as Religiões.

Lee – Baseado em que fato o senhor acredita ser verdadeira essa afirmação de Jesus?

Zach – Considerando as quatro questões fundamentais que a Religião procura elucidar: origem, significado, moralidade e destino, Somente as respostas de Jesus são coerentes com essas quatro questões.

Zach – O budismo é neo-teísta ou ateu, portanto é muito difícil se chegar a uma Lei moral se não houve um criador. A questão da reencarnação no hindusimo – se todo nascimento é um renascimento para o pagamento de uma vida anterior, então o que se paga no primeiro nascimento? É incoerente.

Zach – A Bíblia diz que fomos criados à imagem e semelhança de Deus, e isso dá aos seres humanos um ponto de referencia moral.  Deus nos chama ao significado dizendo para amarmos uns aos outros.  O Cristianismo também diz que a moralidade não é baseada em cultura e sim no caráter do próprio Deus, do contrário, você acaba entrando no dilema antigo: a Lei moral está acima ou sujeita a você? Finalmente o destino está mostrado na Ressurreição de Jesus , o acontecimento histórico que liberou os céus para todos aqueles que o seguem.

Mas em Jerusalém existe uma caverna escavada na rocha. Esse é o túmulo de Jesus. ESTÁ VAZIO! SIM, VAZIO! POIS ELE RESSUSCITOU!  – Grifo meu

Resumo baseado no livro: “Em defesa da fé”,- Lee Strobel

bacharel                                                                              Curso Bacharel em Teologia

Para maiores informações acesse:

http://hotmart.net.br/show.html?a=U2992886J

Resposta da Terceira Objeção – Deus continua vivo e passa bem!

Respondendo à 3ª Objeção – A evolução explica a origem da vida de modo que Deus não é necessário.

Lee Strobel entrevista Walter L . Bradley, PH.D

Walter L. Bradley é co-autor do livro The Mystery of life´s Origin [O Mistério da Origem da Vida], onde desmonta teorias sobre a criação da matéria viva. Também contribuiu com os livros Mere Creation [Criação Pura e Simples] e Three Views of Creation and evolution [Três perspectivas sobre Criação e evolução]. Também escreveu vários artigos sobre o Tema Origem da Vida.

Bradley é doutor em Ciência de Materiais pela Universidade do Texas, em Austin, foi professor de Engenharia Mecânica na Universidade A&M do Texas por 24 anos, é especialista em polímeros e termodinâmica, ambos importantes na discussão sobre a origem da vida. É membro do Centro para a Renovação da Ciência e da Cultura, do Instituto Discovery, e foi eleito membro da Sociedade Americana de Materiais da Associação Científica Americana.

Lee – Qual era a Teoria de Darwin sobre a Origem da Vida?

BradleyDarwin foi o primeiro a teorizar que a vida surgiu a partir de substâncias químicas que reagiram em alguma “pequena lagoa aquecida”.

            Darwin pode ter subestimado o problema porque naquela época se imaginava amplamente que a vida de desenvolvesse naturalmente em toda a parte – As pessoas achavam que os vermes surgiriam espontaneamente da carne em decomposição. Então Francisco Redi demonstrou que a carne, protegida das moscas, nunca produzia vermes. Louis Pasteur demonstrou que o ar contém microrganismos que podem se multiplicar na água, dando a ilusão da geração espontânea da vida.

Lee – A famosa experiência de Miller não provou que o surgimento da vida é em essência um desdobramento bioquímico  automático que ocorre naturalmente quando as condições físicas são apropriadas?

BradleyLonge disso. Por algum tempo os evolucionistas ficaram eufóricos. Mas houve um grande problema com a experiência que invalidou os resultados: Miller e Oparim não tinham nenhuma prova concreta de que a antiga atmosfera da Terra era composta de amônia, metano e hidrogênio, que Miller utilizou em sua experiência. Queriam obter uma reação química favorável e assim sugeriram que a atmosfera era rica nesses gases.

Lee– O senhor está dizendo que o cenário foi preparado de antemão para obter os resultados desejados?

Bradley Essencialmente, sim.

Lee – Como era o verdadeiro ambiente da Terra Original?

BradleyA partir de 1980, os cientistas da NASA demonstraram que a Terra primitiva nunca teve metano, amônia ou hidrogênio em grandes quantidades consideráveis. Era composta de água, dióxido de carbono e nitrogênio. E você simplesmente não pode obter os mesmos resultados experimentais com essa mistura. Não vai funcionar.

            Quando os livros escolares descrevem o experimento de Miller, deveriam ser suficientemente honestos para dizer que foi algo interessante do ponto de vista histórico, mas não muito relevante para mostrar com a vida surgiu de fato.

Lee – Darwin considerava que a matéria viva básica, digamos por exemplo, um organismo unicelular – era essencialmente simples?

BradleyDarwin provavelmente não achava que seria muito difícil criar vida a partir da ausência de vida, pois as distancias entre as duas não parecia muito grande para ele. Mas a verdade é que um organismo unicelular é mais complicado que qualquer coisa que tenhamos conseguido recriar por meio de supercomputadores.

Lee- O que entraria na formação de um organismo vivo? E o manteria simples?

BradleyPrecisaria que 100 aminoácidos fossem reunidos de maneira exatamente correta para fazer um molécula de proteína. Mas criar uma molécula de proteína não significa que você criou a vida. Agora é preciso reunir um conjunto de 200 moléculas de proteínas, com as funções certas, para obter uma célula viva típica. Nos sistemas vivos – a orientação necessária para juntar qualquer coisa vem do DNA. Cada célula de cada planta e animal precisa ter uma molécula de DNA. O DNA trabalha em estreita associação com o RNA para dirigir a seqüência correta dos aminoácidos. Ele faz isso através de instruções químicas. Mas isso suscita outra dúvida! De onde veio o DNA? Fazer  DNA e o RNA seria um problema ainda maior do que criar proteínas. Eles são muito mais complexos. Como disse o ganhador do Prêmio Nobel Sir Francis Crick: “ A origem da vida parece ser quase um milagre, tanto são as condições que teriam de ser satisfeitas para torná-la uma realidade.

Lee- O Senhor não vê problema em dizer que a melhor explicação parece ser um Planejador Inteligente?

BradleyDe maneira alguma. Acho que as pessoas que acreditam que a vida surgiu de modo natural precisam ter muito mais fé que as pessoas que concluem racionalmente que existe um Planejador Inteligente.

Lee – O que impede que mais cientistas chequem a essa conclusão?

Bradley – Muitos já chegaram. Porém, em alguns casos, a filosofia atrapalha. Se eles estão persuadidos de antemão que Deus não existe, não importa quão convincentes sejam as evidencias, sempre negarão: “Aguarde e nós encontraremos algo melhor no futuro”!

            Cada célula do corpo humano, contem mais informações que todos os trinta volumes da Enciclopédia Britânica. Certamente é razoável chegar a conclusão que isso não é produto casual da natureza espontanea, mas é o sinal inconfundível de um Planejador Inteligente.

            A Revista Time estava errada: Darwin não assassinou Deus. Existem simplesmente muitíssimos indícios poderosos- especialmente na impressionante complexidade dos átomos invisíveis e na fantástica linguagem codificada na dupla hélice do DNA – para comprovar que o Criador está vivo e passa bem.

“Resumo baseado no livro Em defesa da fé”, – Lee Strobel

Objeções ao Cristianismo

 

Segundo Lee Strobel ex-ateu  (famoso jornalista investigativo), em seu livro “Em defesa da fé”, existem 8 objeções mais contundentes ao Cristianismo, e nesse livro ele responde todas elas, através de entrevistas com Apologistas renomados. Quais são essas objeções?

1ª Se existe um Deus amoroso, por que  este mundo dilacerado pela dor geme debaixo de tanto mal e sofrimento?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/19/resposta-a-1a-objecao-uma-vez-que-o-mal-e-o-sofrimento-existem-nao-pode-haver-um-deus-amoroso

2ª Se os milagres de Deus contradizem a ciência, como uma pessoa racional pode crer que sejam verdadeiros?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/25/resposta-a-segunda-objecao-a-ocorrencia-de-milagres

3ª Se Deus realmente criou o universo, por que as evidências persuasivas da ciência impelem tantas pessoas a concluir que o processo espontâneo da evolução explica a vida?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/03/18/resposta-da-terceira-objecao-deus-continua-vivo-e-passa-bem/

4ª Se Deus é moralmente puro, como pode sancionar o massacre de crianças inocentes, como o Antigo Testamento diz que ele fez?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/04/08/os-cananeus/

5ª Se Jesus é o único caminho para o céu, que dizer dos milhões de pessoas que nunca ouviram falar dele

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/16/resposta-a-5a-objecao-e-ofensivo-afirmar-que-jesus-e-o-unico-caminho-para-deus

6ª Se Deus se preocupa com as pessoas que criou, como pode entregar tantas delas a uma eternidade de tormento no inferno somente porque não creram nas coisas certas a respeito dele?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/07/30/o-inferno-consideracoes/

7ª Se Deus é o dirigente supremo da igreja, por que ela tem estado repleta de hipocrisia e brutalidade ao longo dos séculos?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/08/16/a-historia-da-igreja-esta-repleta-de-perseguicao-e-atrocidades-entao-o-cristianismo-e-ruim-falacia/

8ª Se ainda sou assaltado por dúvidas, ainda posso ser cristão?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/08/18/tenho-duvidas-quanto-ao-cristianismo-ainda-posso-ser-cristao/

No decorrer dos novos posts, estaremos trazendo um resumo das respostas que o jornalista Lee Strobel conseguiu recolher, não responderemos na mesma ordem das objeções apresentadas, mas deixo a esperança para você que é ateu ou agnóstico, que existem respostas contundentes as questões já suscitadas,  e para você que quer abraçar essa fé, te digo que essa fé não será cega, mas sim, contundente.