Personagens transgêneros são colocados na TV para mudar a opinião pública!

Percebe-se atualmente uma campanha massiva da Mídia não só no Brasil mas em todo o Ocidente de apologia ao chamado transgenderismo! Filmes, Séries, novelas cumprem uma agenda de reengenharia social anticristã com a tática de que quanto mais as pessoas estão espostas ao transgenderismo na tela, mais possuem uma visão positiva sobre isso! Assistam:

Anúncios

Duelo na Grande Imprensa: Globo x Folha/Uol – Fora Temer x Fica Temer

Os bons observadores já perceberam a Globo está a favor da queda de Temer e que a Folha/Uol está fazendo um tipo de defesa de Temer, assistam o vídeo e descubram os motivos dessa guera na grande mídia:

A falência da Rede Globo!

A Rede Globo vem perdendo publicidade devido à baixa audiência de vários de seus principais programas, dentre eles a Fórmula 1, o Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e a tentativa de quebra de monopólio do Campeonato Brasileiro por parte dos clubes! Tentando uma saída a Rede Globo tenta abocanhar a operadora Oi mas para isso ela precisa que a Oi seja saneada através do Governo Têmer com o nosso dinheiro! Assistam a análise:

Mais:

Fátima Bernardes faz apologia à Ideologia de Gênero para crianças em seu Programa Encontro!

O Programa de Fátima Bernardes Encontro da Rede Globo tem se caracterizado em endossar pautas esquerdistas do Marxismo Cultural! Já tentou desqualificar a polícia e sempre que pode faz apologia à Ideologia de Gênero! Desta feita Fátima Bernardes pode ser rotulada dentro do que se chama de “Idiota Útil”! Assistam e entendam o porquê!

Mais:

Globo e Hillsong dá para confiar?

A globo exibiu um documentário sobre a Hillsong! Hillsong que é uma igreja que já protagonizou algumas polêmicas no meio evangélico! Como a presença de um homem semi nu no palco! Uma encenação de um ritual Vodu para representar a páscoa de Jesus e é uma igreja em que seus músicos estão sempre presentes em eventos ecumênicos principalmente quando esses eventos contam com a presença do Papa Francisco que é o maior fomentador do ecumenismo no mundo! Por essas e outras é que não se dá para confiar nessa pareceria ou simpatia Globo-Hillsong! assista:

mais:

Fantástico faz campanha pró-aborto em meio a debate no STF

Resultado de imagem para fantástico imagens

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Em meio a um grande debate nacional sobre o tema do aborto, o programa Fantástico, exibido pela Rede Globo, fez uma campanha aberta pela legalização da interrupção da gravidez. Dando destaque a uma pesquisa recente, ouviu especialistas e o ministro da saúde. Mas, o que realmente chamou a atenção foram os relatos de uma mulher que realizou o procedimento.

Para o telespectador comum, seria apenas mais uma matéria mostrando a necessidade de se regulamentar o aborto no país. Afinal, somente em 2015, meio milhão de brasileiras teriam feito um aborto ilegal. Ouvido, o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, referiu-se à situação como “caso de saúde pública”. Já o criminalista Paulo Freitas diz que “a decisão do Supremo deve influenciar outros juízes na hora de julgar casos de aborto”. Saiba mais:

https://exateus.com/2016/11/30/na-surdina-stf-libera-aborto-ate-o-3o-mes/

Saiba mais:

Na próxima quarta-feira (7) o Supremo Tribunal Federal voltará a debater a questão do aborto. Julgará uma Ação Direta de Inconstitucionalidade que descriminaliza o aborto para mulheres infectadas pelo vírus da zika, o que pode causar a microcefalia dos bebês. A tendência é que votam a favor, pois em setembro o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF parecer favorável. Em 2012, o STF havia legislado a favor do aborto nos casos de anencefalia do feto.

O Fantástico dedicou a maior parte do tempo da matéria ouvindo Debora Diniz, do instituto de bioética Anis e da UNB, que são os responsáveis pela pesquisa. Como ainda não foi publicada, nem está disponível no site oficial do Instituto, torna-se impossível uma análise mais detalhada.

Segundo o que foi mostrado na TV:
20% das mulheres brasileiras (entre 19 e 38 anos) teriam feito aborto
67% dessas mulheres já tinham filhos
88% tem religião

Não por acaso, a questão religiosa recebeu grande ênfase. Os apresentadores do programa dominical começaram a reportagem lembrando que o papa Francisco autorizou recentemente os padres a perdoarem as mulheres que praticaram aborto.

Ao dizer que as mulheres entrevistadas eram “cidadãs comuns”, Débora Diniz enfatizou que elas seriam “católicas e evangélicas”. Essa ênfase é relevante uma vez que são os parlamentares da Bancada Evangélica e Católica quem tentam barrar a legalização do aborto e até reverteram a decisão do STF.

Não por acaso, o Fantástico convenientemente ignorou o fato que a antropóloga é uma conhecida ativista pelo aborto, ou como ela prefere dizer, interrupção da gestação. Para ela e seus pares, um feto de até 3 meses não é um ser humano. Defensora da causa, ela escreve sobre o assunto em diversos jornais e liderou o grupo que entrou no Supremo para a descriminalização do aborto de anencéfalos e faz o mesmo para os casos de mães com zika. Dentro da abordagem do programa, não foi apresentado o contraponto, ou seja, alguém que se manifestasse contra.

Hoje, a estátua que representa a justiça e fica em frente ao Supremo Tribunal Federal amanheceu diferente. Ativistas insatisfeitos com a postura da Suprema Corte derramaram tinta vermelha em se colo e colocaram um bebê junto a ela, para simbolizar a decisão.

Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada no ano passado, 67% dos brasileiros são favoráveis à manutenção da lei atual sobre o aborto. Dezesseis por cento acreditam que o aborto deve ser permitido em outros casos e apenas 11% defendem que a prática deve deixar de ser crime em qualquer situação. Ao que parece, a Rede Globo continua empenhada em aumentar os índices de aceitação. Mais:

https://exateus.com/2016/02/05/para-a-rede-globo-pedofilia-nao-e-crime/

Autor da Globo critica ativismo gay em novelas

Camila Pitanga pede orações ao voltar a gravar “Velho Chico”

REDE GLOBO VOLTA A FAZER PROMOÇÃO À AGENDA GAY DURANTE PROGRAMAÇÃO ESPORTIVA

Novela da Globo “Babilônia” escarnece evangélicos com “família conservadora”

Católicos aderem à campanha contra a “Babilônia” da Globo

Assista: