Duelo na Grande Imprensa: Globo x Folha/Uol – Fora Temer x Fica Temer

Os bons observadores já perceberam a Globo está a favor da queda de Temer e que a Folha/Uol está fazendo um tipo de defesa de Temer, assistam o vídeo e descubram os motivos dessa guera na grande mídia:

Anúncios

A falência da Rede Globo!

A Rede Globo vem perdendo publicidade devido à baixa audiência de vários de seus principais programas, dentre eles a Fórmula 1, o Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e a tentativa de quebra de monopólio do Campeonato Brasileiro por parte dos clubes! Tentando uma saída a Rede Globo tenta abocanhar a operadora Oi mas para isso ela precisa que a Oi seja saneada através do Governo Têmer com o nosso dinheiro! Assistam a análise:

Mais:

Fátima Bernardes faz apologia à Ideologia de Gênero para crianças em seu Programa Encontro!

O Programa de Fátima Bernardes Encontro da Rede Globo tem se caracterizado em endossar pautas esquerdistas do Marxismo Cultural! Já tentou desqualificar a polícia e sempre que pode faz apologia à Ideologia de Gênero! Desta feita Fátima Bernardes pode ser rotulada dentro do que se chama de “Idiota Útil”! Assistam e entendam o porquê!

Mais:

Globo e Hillsong dá para confiar?

A globo exibiu um documentário sobre a Hillsong! Hillsong que é uma igreja que já protagonizou algumas polêmicas no meio evangélico! Como a presença de um homem semi nu no palco! Uma encenação de um ritual Vodu para representar a páscoa de Jesus e é uma igreja em que seus músicos estão sempre presentes em eventos ecumênicos principalmente quando esses eventos contam com a presença do Papa Francisco que é o maior fomentador do ecumenismo no mundo! Por essas e outras é que não se dá para confiar nessa pareceria ou simpatia Globo-Hillsong! assista:

mais:

Fantástico faz campanha pró-aborto em meio a debate no STF

Resultado de imagem para fantástico imagens

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Em meio a um grande debate nacional sobre o tema do aborto, o programa Fantástico, exibido pela Rede Globo, fez uma campanha aberta pela legalização da interrupção da gravidez. Dando destaque a uma pesquisa recente, ouviu especialistas e o ministro da saúde. Mas, o que realmente chamou a atenção foram os relatos de uma mulher que realizou o procedimento.

Para o telespectador comum, seria apenas mais uma matéria mostrando a necessidade de se regulamentar o aborto no país. Afinal, somente em 2015, meio milhão de brasileiras teriam feito um aborto ilegal. Ouvido, o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, referiu-se à situação como “caso de saúde pública”. Já o criminalista Paulo Freitas diz que “a decisão do Supremo deve influenciar outros juízes na hora de julgar casos de aborto”. Saiba mais:

https://exateus.com/2016/11/30/na-surdina-stf-libera-aborto-ate-o-3o-mes/

Saiba mais:

Na próxima quarta-feira (7) o Supremo Tribunal Federal voltará a debater a questão do aborto. Julgará uma Ação Direta de Inconstitucionalidade que descriminaliza o aborto para mulheres infectadas pelo vírus da zika, o que pode causar a microcefalia dos bebês. A tendência é que votam a favor, pois em setembro o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF parecer favorável. Em 2012, o STF havia legislado a favor do aborto nos casos de anencefalia do feto.

O Fantástico dedicou a maior parte do tempo da matéria ouvindo Debora Diniz, do instituto de bioética Anis e da UNB, que são os responsáveis pela pesquisa. Como ainda não foi publicada, nem está disponível no site oficial do Instituto, torna-se impossível uma análise mais detalhada.

Segundo o que foi mostrado na TV:
20% das mulheres brasileiras (entre 19 e 38 anos) teriam feito aborto
67% dessas mulheres já tinham filhos
88% tem religião

Não por acaso, a questão religiosa recebeu grande ênfase. Os apresentadores do programa dominical começaram a reportagem lembrando que o papa Francisco autorizou recentemente os padres a perdoarem as mulheres que praticaram aborto.

Ao dizer que as mulheres entrevistadas eram “cidadãs comuns”, Débora Diniz enfatizou que elas seriam “católicas e evangélicas”. Essa ênfase é relevante uma vez que são os parlamentares da Bancada Evangélica e Católica quem tentam barrar a legalização do aborto e até reverteram a decisão do STF.

Não por acaso, o Fantástico convenientemente ignorou o fato que a antropóloga é uma conhecida ativista pelo aborto, ou como ela prefere dizer, interrupção da gestação. Para ela e seus pares, um feto de até 3 meses não é um ser humano. Defensora da causa, ela escreve sobre o assunto em diversos jornais e liderou o grupo que entrou no Supremo para a descriminalização do aborto de anencéfalos e faz o mesmo para os casos de mães com zika. Dentro da abordagem do programa, não foi apresentado o contraponto, ou seja, alguém que se manifestasse contra.

Hoje, a estátua que representa a justiça e fica em frente ao Supremo Tribunal Federal amanheceu diferente. Ativistas insatisfeitos com a postura da Suprema Corte derramaram tinta vermelha em se colo e colocaram um bebê junto a ela, para simbolizar a decisão.

Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada no ano passado, 67% dos brasileiros são favoráveis à manutenção da lei atual sobre o aborto. Dezesseis por cento acreditam que o aborto deve ser permitido em outros casos e apenas 11% defendem que a prática deve deixar de ser crime em qualquer situação. Ao que parece, a Rede Globo continua empenhada em aumentar os índices de aceitação. Mais:

https://exateus.com/2016/02/05/para-a-rede-globo-pedofilia-nao-e-crime/

Autor da Globo critica ativismo gay em novelas

Camila Pitanga pede orações ao voltar a gravar “Velho Chico”

REDE GLOBO VOLTA A FAZER PROMOÇÃO À AGENDA GAY DURANTE PROGRAMAÇÃO ESPORTIVA

Novela da Globo “Babilônia” escarnece evangélicos com “família conservadora”

Católicos aderem à campanha contra a “Babilônia” da Globo

Assista:

PROGRAMA DE FÁTIMA BERNARDES DEFENDENDO TRAFICANTE VIRA SÍMBOLO DA INVERSÃO DE VALORES NO PAÍS

5457999_x720
É o que sempre tenho dito: políticos vem e se vão, mas enquanto o Brasil continuar sendo o país da malandragem, da sacanagem, da inversão de valores, cultura esta que serve de instrumento para marxismo cultural, ele nunca mudará.
É necessário arrependimento e uma matenoia profunda coletiva, este país precisa se humilhar totalmente diante de Deus… Saiba mais:
https://exateus.com/2016/08/13/rede-globo-volta-a-fazer-promocao-a-agenda-gay-durante-programacao-esportiva/
https://exateus.com/2016/02/05/para-a-rede-globo-pedofilia-nao-e-crime/
https://exateus.com/2016/06/19/manipulacao-comentarista-da-globo-tenta-mascarar-perseguicao-aos-cristaos/
https://exateus.com/2016/02/19/assembleia-de-ateus-na-globo-troca-jesus-por-darwin/
https://exateus.com/2015/04/24/novela-da-globo-babilonia-escarnece-evangelicos-com-familia-conservadora/
https://exateus.com/2015/04/12/catolicos-aderem-a-campanha-contra-a-babilonia-da-globo/

O Brasil, em números absolutos, tem o maior numero de homicídios no mundo, segundo dados do Atlas de Violência foram 59.627 em 2014, taxa considerada epidêmica pela ONU, superior a de países em guerra civil como a Síria. No ano passado o instituto Datafolha revelou que 8 em cada 10 pessoas que vivem nas cidades brasileiras tem medo de morrer assassinadas. Com números assustadores como esses não é à toa que o grande público quer soluções para esse que é de longe um dos maiores problemas do país. E após 13 anos de PT, implementando sua ideologia de respeito ao crime e condenação a autodefesa, com os números apenas explodindo em reposta, a população tem pouca paciência para os demagogos de esquerda.

Na quinta-feira (17) em seu programa, Fátima Bernardes protagonizou em seu já deprimente show, um festival dessa demagogia esquerdista. Elaborando um cenário, onde em meio aos múltiplos conflitos atualmente ocorrendo entre os traficantes e a polícia no Rio de Janeiro, aguardariam o socorro um policial ferido e um traficante gravemente ferido. A pergunta feita; quem deveria ser socorrido primeiro? A reposta unânime dos convidados de Fátima: o traficante. Tal reposta causou choque e revolta na audiência e serviu como sublime demonstração da inversão de valores por que passa a sociedade brasileira.

O Brasil é o país da firula, o país do falso bom moço, do moralista de botequim, onde os problemas se resolvem escrevendo-se platitudes no papel e ignorando a população em seu analfabetismo funcional. O exemplo máximo; nossa super inflada constituição, que garrante a todos, moradia, saúde, educação, creche, trabalho, igualdade, segurança e tudo mais que nossos políticos bons de gogo e mancos de ação foram capazes de pensar. A realidade não liga para oque escrevemos em um papel, especialmente quando o que escrevemos vai na contramão dessa realidade. Todas as garantias do mundo não serviram de nada para os mais de 60 mil assassinados esse ano, e está na hora de nossos políticos aprenderem essa dura lição; demagogia não enche barriga, demagogia não para bala, e pela massiva reposta ao fiasco de Fátima, o brasileiro finalmente acordou para esse fato.

Se vivêssemos em um mundo onde a demagogia funcionasse, onde de fato tivéssemos toda a saúde, educação, segurança e riqueza que nossa constituição nos promete, poderíamos com a consciência tranquila resgatar o traficante ferido, e confortavelmente “ressocializa-lo”, quem sabe apesar de minhas dúvidas, em um mundo perfeito ele vira-se o próximo Steve Jobs? Infelizmente não vivemos nesse mundo, vivemos no Brasil, onde cotidianamente cidadãos de bem morrem na fila SUS, onde os recursos são curtos e a boa vontade curtíssima, nessa realidade optar socorrer o traficante ao invés do policial é um crime, se não penal, ao menos um crime de profunda cretinice.