Objeções ao Cristianismo

 

Segundo Lee Strobel ex-ateu  (famoso jornalista investigativo), em seu livro “Em defesa da fé”, existem 8 objeções mais contundentes ao Cristianismo, e nesse livro ele responde todas elas, através de entrevistas com Apologistas renomados. Quais são essas objeções?

1ª Se existe um Deus amoroso, por que  este mundo dilacerado pela dor geme debaixo de tanto mal e sofrimento?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/19/resposta-a-1a-objecao-uma-vez-que-o-mal-e-o-sofrimento-existem-nao-pode-haver-um-deus-amoroso

2ª Se os milagres de Deus contradizem a ciência, como uma pessoa racional pode crer que sejam verdadeiros?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/25/resposta-a-segunda-objecao-a-ocorrencia-de-milagres

3ª Se Deus realmente criou o universo, por que as evidências persuasivas da ciência impelem tantas pessoas a concluir que o processo espontâneo da evolução explica a vida?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/03/18/resposta-da-terceira-objecao-deus-continua-vivo-e-passa-bem/

4ª Se Deus é moralmente puro, como pode sancionar o massacre de crianças inocentes, como o Antigo Testamento diz que ele fez?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/04/08/os-cananeus/

5ª Se Jesus é o único caminho para o céu, que dizer dos milhões de pessoas que nunca ouviram falar dele

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/06/16/resposta-a-5a-objecao-e-ofensivo-afirmar-que-jesus-e-o-unico-caminho-para-deus

6ª Se Deus se preocupa com as pessoas que criou, como pode entregar tantas delas a uma eternidade de tormento no inferno somente porque não creram nas coisas certas a respeito dele?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/07/30/o-inferno-consideracoes/

7ª Se Deus é o dirigente supremo da igreja, por que ela tem estado repleta de hipocrisia e brutalidade ao longo dos séculos?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/08/16/a-historia-da-igreja-esta-repleta-de-perseguicao-e-atrocidades-entao-o-cristianismo-e-ruim-falacia/

8ª Se ainda sou assaltado por dúvidas, ainda posso ser cristão?

Resposta aqui:

https://exateus.com/2015/08/18/tenho-duvidas-quanto-ao-cristianismo-ainda-posso-ser-cristao/

No decorrer dos novos posts, estaremos trazendo um resumo das respostas que o jornalista Lee Strobel conseguiu recolher, não responderemos na mesma ordem das objeções apresentadas, mas deixo a esperança para você que é ateu ou agnóstico, que existem respostas contundentes as questões já suscitadas,  e para você que quer abraçar essa fé, te digo que essa fé não será cega, mas sim, contundente.

Hillary Clinton Participa de Arrecadação de Fundos Organizada Pelos Rothschild

Muitas críticas nos meios de comunicação dos EUA depois que soube-se queHillary Clinton tomou um avião privado para viajar somente 20 milhas até Nantucket, onde os Rothschild foram os anfitriões de uma arrecadação de fundos para sua campanha.

O evento foi aberto a todos aqueles que puderam se dar ao luxo de pagar uma entrada de 100.000 dólares, algo que foi qualificado como elitista em diversos meios de comunicação e que entraria em contradição com a imagem de Hillary Clinton entre seus eleitores.

Fontes:
El Microlector: HILLARY CLINTON ASISTE EN JET PRIVADO A UNA RECAUDACIÓN DE FONDOS ORGANIZADA POR ROTHSCHILD
Zero Hedge: Hillary Clinton Flies 20 Miles In Private Jet To Attend Rothschild Nantucket Fundraiser

PROFESSORES AMERICANOS SÃO PROIBIDOS DE CHAMAR ESTUDANTES DE “MENINOS E MENINAS”

Professores na Escola de Ensino Fundamental Carlos Rey [na cidade de Albuquerque, Novo México, nos EUA] estão numa situação difícil depois que o vice-diretor os orientou a parar de chamar seus estudantes de “meninos e meninas.”

Parece que a direção da escola decidiu avançar um passo mais a nova norma de banheiros transgêneros para as escolas públicas da cidade de Albuquerque nos EUA. Esse parece ser o primeiro exemplo de algo que começou como uma questão de banheiro que agora está se expandindo e entrando na vida diária da sala de aula.
Uma carta enviada aos professores da Escola Carlos Rey neste mês intitulada “Ordem Oficial de Procedimento de Identidade de Gênero” declara que os professores não mais podem se referir aos seus estudantes como meninos e meninas começando neste mês, orientando-os a eliminar as diferenças sexuais em suas salas de aula.
Essa ordem provoca reação acalorada de ambos os lados.
“Isso é grotesco,” disse o Rev. Adelious D. Stith, que vai regularmente às reuniões de diretoria das escolas públicas de Albuquerque. “Isso simplesmente não faz nenhum sentido.”
Stith vem suplicando à direção para que dê atenção aos pais antes de permitir que estudantes transgêneros usem os banheiros do sexo com o qual se identificam. A secretaria de educação disse que obedecerá à lei federal nessa questão, e esse é o primeiro ano letivo com a política em andamento.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Teachers banned from calling students “boys and girls”

Comitê Olímpico protesta contra faixa “100% Jesus” de Neymar

Comitê Olímpico protesta contra faixa “100% Jesus” de Neymar

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Ao longo dessa edição dos Jogos Olímpicos, vários atletas cristãos agradeceram a Deus pelas conquistas de suas medalhas. Contudo, o jogador Neymar foi o único que subiu ao pódio com uma inegável referência religiosa.

Quando recebeu a medalha de ouro na noite deste sábado (20), usava uma faixa na cabeça com os dizeres “100% Jesus”. A imagem foi transmitida para o mundo todo e a escolha de termos possibilitava que fosse entendida sem necessidade de tradução.

O fato chamou atenção da imprensa, uma vez que a cobertura dos jogos é gerada pela rede oficial das Olimpíadas e pela popularidade do futebol, teve grande audiência. Contudo, há países que censuram várias imagens de competições, por exemplo, de mulheres com pouca roupa.

Em diversas nações muçulmanas, é proibido que o nome de Jesus seja exibido publicamente. Por ser uma transmissão ao vivo, não foi possível ignorar a imagem nem deixar de mostrar o jogador mais conhecido da Seleção no momento. Sua atuação no Barcelona lhe conferiram o status de ídolo mundial do esporte, uma vez que está em várias listas de melhores do mundo.

neymar

Porém, existem regras do Comitê Olímpico Internacional (COI) proibindo qualquer “sinal político, comercial ou religioso” durante a cerimônia de medalhas nos Jogos Olímpicos. Por isso, os dirigentes da entidade tiveram uma reunião na manhã deste domingo, onde classificaram a manifestação religiosa de “um deslize” do jogador e de seus superiores. Embora o jogador pudesse ser passível de punição, a decisão foi fazer “vista grossa” para não estragar a imagem da entidade e dos Jogos.

Segundo o Estado de São Paulo, o diretor-executivo do COI  Christoph Dubi, a entidade irá enviar uma carta à delegação brasileira, anunciando um protesto oficial pelo ocorrido e relembrando os dirigentes que tais procedimentos não são aceitáveis.

Vários jogadores deram glórias a Deus após a conquista do ouro, mas foram manifestações pessoais, fora do pódio. Uma das que mais chamou atenção foi a do goleiro Weverton, que defendeu o pênalti decisivo para o título inédito.

Sinal profético

Embora fora de campo o jogador Neymar não tenha uma vida condizente com o que ensinam os evangélicos, incluindo um filho fora do casamento e a promoção de festas com muitas mulheres e regadas a bebida, ele voltou a exibir publicamente a faixa branca com uma declaração de fé.

Criado numa família evangélica, o jogador já usava os dizeres quando criança, log que deu os primeiros passos jogando futsal na Baixada Santista. Ele frequentava a Igreja Batista Peniel, em São Vicente, liderada pelo pastor Newton Lobato. Em uma entrevista ao site espanhol “Protestante Digital”, o líder religioso conta que batizou Neymar em 2008.

Além disso, deu uma palavra profética ao atacante da Seleção muito antes da fama mundial. Diante de várias testemunhas, anunciou que o jovem seria um jogador importante no mundo do futebol e um instrumento nas mãos de Deus.

O pai de Neymar sempre disse que o filho era muito religioso. “Ele ouve muitas músicas com mensagens bíblicas. É daí que ele tira inspiração. Sempre que ele pode vai a cultos. Ele puxou isso da sua mãe que é muito devota”, contou. O próprio atleta já disse em entrevistas que costumava orar antes de tomar decisões e que sua carreira era dirigida por Deus.

Além de ter várias tatuagens com imagens e frases cristãs, o capitão da Seleção costuma falar sobre sua fé nas redes sociais. Após a conquista de ontem, postou uma foto sua ajoelhado apontando para o céus e escreveu “A ti [Deus] toda honra e toda glória”. Foram mais de 1, 2 milhão de “reações” no Facebook. A maioria dos comentários mostram que a manifestação foi bem vista pelos fãs do jogador, que o parabenizaram pela atitude.

“Ouro é nosso, mas a glória é de Deus”, disse herói da Seleção. Assista!

weverton

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

E o Galvão Bueno ainda comentou não sei se cinicamente, ou por falta de informação: “fazia tempo que o Neymar não usava essa faixa” – Claro, a FIFA intolerante proibiu  em nome da chamada “Tolerância”!

_____

O futebol masculino brasileiro possuía três pratas (Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012) e dois bronzes (Atlanta 1996 e Pequim 2008). Este ano, em casa, veio o esperado ouro.

Desde o início desta Olimpíada, havia uma grande cobrança sobre o time, por que era o único ‘título’ que a seleção não possuía. Nos dois primeiros jogos, nenhum gol marcado e parte da imprensa já falava com pessimismo sobre a ambição de medalha.

Para os jogadores, as críticas eram injustas. A vitória sobre a Alemanha veio nos pênaltis, após o empate no tempo regulamentar e na prorrogação.

Na saída do campo, o repórter Eric Faria, da Rede Globo, chamou vários jogadores para comentar o jogo. O primeiro a falar foi o zagueiro Marquinhos. Em tom de desabafo, lembrou das críticas que o time vinha recebendo.

“Os humilhados serão exaltados”, disse, uma citação parcial do versículo de Ezequiel 21:26. Em seguida, o técnico Rogério Micale também agradeceu a Deus pelo título.

Contudo, ninguém comemorou mais que o goleiro Weverton. Ele não estava na convocação oficial para os Jogos Olímpicos. Foi chamado três dias antes, após o titular Fernando Prass ser cortado por lesão. Acabou sendo o grande “herói” desta conquista inédita para a Seleção.

Eric Faria afirmou que “o destino” quis que ele fosse o escolhido para defender a meta do Brasil. Corrigindo o repórter, o arqueiro deu um belo testemunho de fé.

“Não foi o destino, foi Deus. Ouro é nosso, mas a glória é de Deus. Deus me trouxe aqui para falar o que Ele fez”, comemorou. Para a SporTV, afirmou: “Muita gente tentou, mas Deus botou essa geração  para fazer história e a gente fez”.

Disse ainda que havia conversado com Neymar, que é de família evangélica, que Deus havia lhe dado uma segunda chance. Neymar foi medalha de prata em Londres 2012.

Para a imprensa especializada, Weverton se transformou em herói ao pegar o último pênalti batido por Petersen, o último dos alemães. Sua defesa foi fundamental, pois garantiu a vitória do Brasil sobre a Alemanha – seleção que foi algoz no histórico 7 a 1 da Copa de 2014.

100% Jesus

No pódio, chamou atenção o fato de Neymar voltar a usar a faixa branca com os dizeres “100% Jesus”. O jogador usava uma similar quando era criança e ainda jogava futebol de salão. Quando foi campeão paulista pelo Santos, em 2012, a exibiu-a pela primeira vez como jogador profissional. Na Europa, causou polêmica no ano passado, na comemoração da Champions League, campeonato de futebol mais importante da Europa.

Seu time, o Barcelona, venceu a Juventus por 3 a 1. Depois do encerramento da partida, o craque foi visto orando no meio do campo. Alguns meios de comunicação apagaram digitalmente a inscrição. Em vídeos da FIFA, a mensagem foi “censurada” após as críticas de que o jogador tentava “impor sua religião”.

fifa-censura-neymar

AMIGA DO CÃO: HILLARY CLINTON NÃO QUER COMBATER O ESTADO ISLÂMICO!

A candidata à presidência norte-americana pelo Partido Democrata, Hillary Clinton, declarou que nesta segunda-feira (15) que não pretende enviar tropas dos EUA para a luta contra o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico).
Anteriormente, Trump havia afirmado que é possível vencer o grupo terrorista “Estado Islâmico” com um número não muito grande de tropas terrestres, mas usando um serviço de inteligência ‘sofisticado’, que os EUA ainda não têm.

“Nós pretendemos declarar guerra ao Estado Islâmico e eliminar esse grupo da face da terra”, disse Trump em entrevista ao canal CBS.
Hillary Clinton, por sua vez, afirmou que aguarda a declaração de Trump sobre sua estratégia em relação ao Daesh, mas advertiu que isso pode não ter nada de concreto.
“Ele constantemente fala que quer manter seu plano ’em segredo’, mas a realidade é que o ‘segredo’ é que não existe plano”, disse Clinton.
Atualmente, os EUA lideram uma coalizão que realiza operações de ataques aéreos contra o Estado Islâmico na Síria e no Iraque. A Administração Obama declarou repetidamente que não enviaria tropas para operações terrestres contra o Daesh.

Via: sputniknews

Todas as religiões são verdadeiras? Sendo assim, todas levam a Deus?

Não é possível que todas as crenças religiosas sejam verdadeiras, porque muitas crenças religiosas são contraditórias, ensinam realidades opostas. Cristãos conservadores acreditam que aqueles que não aceitam a Cristo como Salvador irão para o inferno, os muçulmanos acreditam que os não-muçulmanos é que irão para o inferno. Os hindus acreditam que todo mundo está preso a um ciclo infinito de reencarnação baseada em obras. Essas crenças contraditórias não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo.

As religiões mundiais apresentam mais crenças contraditórias do que complementares. A noção de que todas as religiões ensinam a mesma coisa baseada principalmente no amor é um engano! Embora as religiões tenham algum código ético semelhante, porque Deus implantou o certo e o errado na consciência do ser – humano, elas discordam em muitas questões fundamentais, incluindo a natureza de Deus, a natureza do homem, pecado, salvação, céu, inferno e criação!

Exemplos:

Cristãos, Judeus e muçulmanos têm visões diferentes de um Deus teísta, enquanto hindus, budistas e religiões da Nova eram acreditam que tudo o que existe é parte de uma força impessoal e panteísta que eles chamam Deus.

Cristãos, muçulmanos e judeus acreditam que o mal é real, enquanto hindus e budistas acreditam que o mal é uma ilusão.

Evangélicos acreditam na salvação por meio da graça, enquanto espíritas, muçulmanos e até mesmo católicos ensinam a salvação por meio de obras!

Diante do exposto, concluímos que nem todas as crenças religiosas podem ser verdadeiras, pois são mutuamente excludentes, ensinam coisas opostas. Mas o mundo atual não aceita isso, você deve ser “tolerante” com todas as crenças religiosas. O chamado pluralismo religioso afirma que não devemos questionar as crenças religiosas de uma pessoa, sendo assim, o próprio pluralismo acaba se tornando uma crença religiosa para o pluralista, crença exclusiva e intolerante como qualquer outra crença religiosa, seja de um cristão, hindu ou muçulmano. O pluralista quer que todo mundo que discorde dele, veja as coisas da maneira dele, acaba sendo tão dogmático quanto qualquer outra pessoa que faz declarações em praça pública.

Referência

Não tenho fé suficiente para ser ateu. Norman Geisler & Frank Turek

Evangelização: De ateu a Diácono!

– Quem está ai? – perguntou um homem que veio à porta. Estendi minha mão e disse:

– Bom dia! Meu nome é Norm Geisler. Este é meu colega Ron. Somo de uma igreja que fica aqui perto.

– Meu nome é Don – respondeu o homem, nos olhando rapidamente.

– Don, você se incomoda se lhe fizermos uma pergunta de cunho espiritual?

– Não, pode fazer – disse Don corajosamente, como se estivesse ansioso para ter um pregador do evangelho como petisco.

– Ok, Don, se você morresse hoje e se apresentasse diante de Deus e ele lhe perguntasse: “Por que eu deveria deixar você entrar no meu céu?”, o que você responderia?

– Eu diria a Deus: “ Por que você não me deixaria entrar no seu céu?” – retrucou Don.

Depois de um segundo de pânico, fiz uma breve oração e respondi:

– Don, se eu batesse na sua porta buscando entrar na sua casa e você dissesse: “ Por que eu deixaria vocês adentrarem em minha casa?”, e nós respondêssemos: “Por que  você não nos deixaria entrar?”, o que você diria?

Don apontou o dedo para o meu peito e disse de maneira ríspida:

– Eu lhe diria para onde você deveria ir!

Respondi imediatamente:

– É exatamente isso o que Deus vai dizer a você!

Don, se mostrou reflexivo, e então disse:

– Para falar a verdade, não acredito em Deus. Sou ateu.

– Você é ateu?

– Isso mesmo!

– Bem, você tem certeza de que Deus não existe? – perguntei. Ele pensou por um instante e disse:

– Bom, não, não estou absolutamente certo. Acho que é possível que Deus exista.

– Então, você não é verdadeiramente ateu: Você é um agnóstico – disse eu -, pois um ateu diz: “Eu sei que Deus não existe”, e o agnóstico diz: “Eu não sei se Deus existe”.

– É… está certo, então acho que sou agnóstico – respondeu ele.

Agora houve um progresso. Com apenas uma pergunta saímos do ateísmo para o agnosticismo! Mas eu precisava descobrir que tipo de agnóstico era Don. Então, prossegui:

– Don, que tipo de agnóstico é você?

Ele sorriu e respondeu:

– O que você quer dizer com isso?

– Bom, existem dois tipos de agnósticos – expliquei. – Existe o agnóstico comum que diz que não se sabe nada com certeza, e existe o agnóstico decidido que diz que não se pode saber nada com certeza.

– Eu sou do tipo decidido. Não se pode saber nada com certeza.

Percebendo a natureza de sua afirmação falsa em si mesma, então perguntei:

– Don, se você diz que não é possível saber nada com certeza, então como você pode saber isso com certeza?

– O que você quer dizer como isso?

Então eu disse:

– Como você sabe com certeza que não se pode saber nenhuma coisa com certeza?

Ele afrouxou um pouco e disse:

– Tudo bem, acho que realmente é possível saber algumas coisas com certeza. Devo ser um agnóstico comum.

Mais progresso: Com poucas perguntas, Don saiu do ateísmo, passou para o agnosticismo decidido e depois para o agnosticismo comum. Continuei:

– Uma vez que você admite que pode saber alguma coisa, por que não reconhece que Deus existe?

– Porque ninguém me mostrou provas, eu acho.

-Você gostaria de ver algumas provas?

– Certamente – respondeu ele.

Este é o melhor tipo de pessoa com o qual se conversar: alguém que está disposto a olhar realmente para as provas. As provas não podem convencer quem não está disposto.

Então demos a Don um livro de Frank Morison intitulado Quem tirou a pedra? Morison foi um cético que se dispusera a escrever um livro refutando o cristianismo mas que, em vez disso, ficou convencido pelas provas de que o cristianismo era realmente verdadeiro.

Visitamos Don algum tempo depois. Ele descreveu a prova apresentada por Morison com “bastante convincente”. Alguns meses depois, no meio de um estudo do evangelho de João, Don aceitou Jesus como Senhor e Salvador da sua vida.

Hoje, Don é diácono de uma igreja de uma cidade próxima a St. Louis. Há vários anos, todos os domingos pela manhã, ele dirige o ônibus da igreja que passa pela vizinhança local para pegar crianças cujos pais não vão à Igreja.

Dialogo extraído do Livro Não Tenho fé suficiente para se ateu. Norman Geisler & Frank Turek.