E Felipe Pondé voltou a ser ateu!

Pois é o conhecido filósofo brasileiro agora é um ex ex-ateu! Em uma entrevista que foi bastante repercutida na internet, o pensador Luiz Felipe Pondé disse que tinha deixado de ser ateu! nosso blog até repercutiu essa entrevista, veja:

https://exateus.com/2016/01/25/filosofo-luiz-felipe-ponde-explica-por-que-deixou-de-ser-ateu/

Agora visitando por acaso seu canal no youtube, vejo que ele utiliza os mesmos argumentos que deu nessa entrevista, para dizer que é Ateu! Não pasmem! porque ele mesmo disse que tem um pensamento muito confuso sobre isso! Assista o vídeo também:

Das duas uma: ou ele se enquadra na parábola do Semeador, onde a semente caiu em terra ruim, não tinha raiz, foi sufocada pelos espinhos e murchou, ou ele fez igual ao Apóstolo Pedro que quando estava entre os judeus era de um jeito, e quando estava entre os cristãos era de outro! por isso foi repreendido por Paulo!

Então vamos repreender e tentar colocar um pouco de luz nos argumentos de Pondé, que ele diz que o transformaram em ateu:

Ele começa dizendo que o mal e o bem não existe a priori, vamos ver o que C.S. Lewis têm a dizer sobre isso:

Se “ser bom” significasse apenas fazer algo que a sociedade considera bom, então não precisaríamos do Bem, poderíamos concordar com o panteísmo de Spinoza. Muita gente pensa que o bem e o mal são apenas dois lados da mesma moeda. Mas enquanto o bem tem valor em si mesmo, ninguém ama o mal pelo mal. Nós sempre fazemos o mal com vista a um objetivo, e não pelo simples e puro ato de ser mau. Imagine a coisa mais maligna que você poderia fazer. Por mais maligno que seja seu plano, se vier alguém e mudar seu plano, você talvez diga: “Não estrague meu plano perfeito!”. O mal é apenas um modo incorreto de procurar pelo bem. No cristianismo não há dualismo entre Bem e Mal, porque o modo de existência do Bem é diferente do modo de existência do Mal, de forma que não são dois lados da mesma coisa. O mal é ausência de bem!

Pondé – Sou Darwinista, acredito que o Universo é fruto do acaso! aqui as refutações que você encontra no blog sobre isso:

https://exateus.com/2015/08/22/a-evolucao-e-um-fato/

https://exateus.com/2015/09/23/a-experiencia-de-miller-ratifica-mais-o-designe-do-que-o-acaso/

https://exateus.com/2015/10/11/como-se-organizou-a-primeira-vida-acaso-ou-milagre/

https://exateus.com/2015/10/17/qual-a-probabilidade-de-uma-celula-surgir-por-acaso/

https://exateus.com/2015/09/25/a-complexidade-de-um-microbio-produto-do-acaso/

https://exateus.com/2015/08/04/somos-apenas-poeira-das-estrelas-principio-antropico-fraco-x-principio-antropico-forte-e-a-evidencia-de-deus/

https://exateus.com/2015/06/20/probabilidades-para-a-existencia-da-vida-no-universo/

https://exateus.com/2015/03/18/resposta-da-terceira-objecao-deus-continua-vivo-e-passa-bem/

Dá para perceber em uma de suas falas no vídeo que ele usa argumento Freudianos para dizer que alguns religiosos o são porque castraram o pai, mataram o pai ou sei lá, ficou meio confuso, mas aqui as refutações sobre a teoria freudiana e os religiosos:

https://exateus.com/2015/08/24/deus-e-uma-mera-projecao-psicologica/

https://exateus.com/2016/06/11/mais-novo-lancamento-da-serie-ramos-do-saber-e-ateismo-psicologia-versus-ateismo/

Outro argumento que Pondé utiliza parece ser o mesmo argumento do lunático  e patético Richard Dawkins, que diz que o Universo parece não ter sentido, indico:

https://exateus.com/2015/10/20/william-paley-da-a-volta-por-cima-em-dawkins-o-relojoeiro-nao-e-cego/

https://exateus.com/2016/03/04/a-fraqueza-argumentativa-do-ateu-filosofo-bertand-russel/

Para ele o sentido da vida é o gozo das coisas que ele faz, é o mesmo argumento niilista que por mais que tentam sofisticá-lo é quebrado nos atos supe-rogatórios, vejamos:

https://exateus.com/2015/09/05/a-inviabilidade-do-niilismo/

https://exateus.com/2015/09/07/a-moralidade-ateismo-atos-super-rogatoriosdilema-de-eutifron-recompensa-divina-e-outras-ponderacoes/

Pondé conclui seu pensamento, dizendo que cabe ao religioso o Onus da prova que Deus existe, isso é uma espécie de empirismo ingenuo, ele mesmo disse que é empirista:

https://exateus.com/2015/08/23/eu-nao-posso-ver-deus-entao-deus-nao-existe/

Pondé ainda minimalizou o chamado “Problema do mal” na  Teodiceia, a resposta sobre o Problema do Mal é bem mais sofisticada como ele próprio gosta de dizer, do que simplesmente dizer que Deus vai vencer no final e se conformar com isso!

https://exateus.com/2015/06/19/resposta-a-1a-objecao-uma-vez-que-o-mal-e-o-sofrimento-existem-nao-pode-haver-um-deus-amoroso/

 

 

Anúncios

Estudo mostra que evangélicos não conhecem sua fé

Resultado de imagem para bíblia imagens

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Eu já tinha escrito sobre a instabilidade dos jovens quanto à sua fé. A mentalidade pós-moderna está penetrando na religião cristã e cria uma doutrina religiosa pluralista que diz que “todos os caminhos levam a Deus” e que toda religião se equivale, no entanto, isso não é “verdade”, vejamos:

https://exateus.com/2016/01/26/o-pos-modernismo-e-uma-filosofia-contraditoria-covarde/

https://exateus.com/2016/08/19/todas-as-religioes-sao-verdadeiras-sendo-assim-todas-levam-a-deus/

https://exateus.com/2016/09/14/a-diferenca-que-a-biblia-faz-na-vida-dos-jovens/

https://exateus.com/2015/06/16/resposta-a-5a-objecao-e-ofensivo-afirmar-que-jesus-e-o-unico-caminho-para-deus/

https://exateus.com/2016/08/14/religiao-e-so-uma-questao-de-fe-nao-e-bem-assim/

Sobre as crenças das denominações dê uma olhada:

https://exateus.com/2016/09/28/os-tipos-de-cristaos-suas-fraquezas-e-seus-acertos/

https://exateus.com/2016/09/27/charles-finney-o-homem-que-redefiniu-o-carater-dos-estados-unidos/

Segue a reportagem:

O quanto um evangélico médio conhece sobre a doutrina cristã básica? Na tentativa de responder a esta questão, o Instituto LifeWay Research e os ministérios Ligonier fizeram uma análise da percepção teológica com 3.000 cristãos adultos, de diferentes denominações.

Foram apresentadas 47 declarações sobre teologia e eles precisavam dizer “concordo”, “discordo” ou “não sei”. Os assuntos iam desde a divindade de Cristo até a importância de se frequentar uma igreja regularmente.

Inquirição similar foi feita dois anos atrás pelos mesmos ministérios, que constataram que não houve uma mudança significativa desde então. Cerca de dois terços (64%) dos evangélicos norte-americanos dizem que Deus aceita igualmente a adoração de cristãos, judeus e muçulmanos.

Um percentual pouco maior (65%) concordou totalmente ou parcialmente que há só um Deus verdadeiro, que ele é perfeito, e que ele ainda responde às orações (66%).

Embora o conceito do que é um “evangélico” possa variar muito, apenas 586 dos entrevistados concordaram que a Bíblia é a maior autoridade para a fé cristã, o evangelismo pessoal é muito importante, a morte de Jesus na cruz foi a única maneira de cancelar a penalidade do pecado e que é preciso crer em Jesus como único caminho para a salvação eterna. Os demais não aceitam todas essas declarações como verdadeiras.

Os resultados finais da pesquisa mostram que existe muita confusão sobre conceitos elementares da confissão de fé básica do cristianismo ao longo dos séculos. Em outros tempos, fazer tais afirmações seria suficiente para que a pessoa fosse considerada um “herege” e não pudesse mais ser contada entre os membros da igreja local.

Em especial nas declarações sobre Jesus ser completamente divino, o Espírito Santo não ser percebido como pessoa, e que a salvação depende de um esforço dos seres humanos.

Praticamente todos os evangélicos entrevistados concordaram que existe um verdadeiro Deus que subsiste em três pessoas (97%), que ele é perfeito (97%), e que responde às orações (94%). Contudo, o percentual de dúvida sobe drasticamente quando se pergunta sobre a natureza de Jesus. Sete em cada 10 dizem que ele foi a primeira e maior criação de Deus (71%).

Esse tipo de debate no início da era da Igreja criou a necessidade de se fazerem concílios, consultas formais com autoridades eclesiásticas para se tomar decisões que seriam normativas. Por exemplo, a questão da ‘origem’ de Jesus foi encerrada no ano 325, com o Credo Niceno, o qual afirma que Jesus “gerado unigênito do Pai, isto é, da substância do Pai”.

A crença de que Jesus foi criado e não é Deus chama-se Arianismo, por causa do padre Ário, que viveu no século IV e argumentava a partir de alguns versículos da Bíblia a ideia de Trindade. Esse pensamento subsiste até hoje em seitas como os Testemunhas de Jeová.

Quando se fala sobre o Espírito Santo ser uma força e não uma pessoa também comete-se um erro básico de entendimento da doutrina da Trindade. Essa questão foi encerrada no Concílio de Constantinopla, em 381, que gerou adições ao Credo Niceno para esclarecer a questão.

A fórmula do “Credo”, recitada em muitas igrejas católicas e evangélicas mais tradicionais mantém uma tradição milenar de instrução dos cristãos em todos os cultos.

Entretanto, não existem apenas dúvidas quanto a natureza divina. Com um forte apelo para a salvação da alma nos cultos, os evangélicos nem sempre compreendem de modo aprofundado o que envolve o famoso “aceitar a Jesus”.

O Livro de Romanos aborda vários aspectos do que acontece quando alguém deseja se converter. Mesmo assim as Igrejas ainda divergem sobre o papel que o homem tem nesse processo. Muito antes das controvérsias entre calvinistas e presentes em muitas denominações até hoje, no século V um monge chamado Pelágio ensinava que as pessoas podem escolher a Deus por sua própria vontade.

Esse pensamento foi combatido e condenado nos Conselhos de Cartago (em 418) e Éfeso (em 431). Uma versão mais suave de seis ensinamentos rejeitados categoricamente pelo Conselho de Orange, em 529.

Religião é só uma questão de fé? Não é bem assim!

A afirmação de que a religião é simplesmente uma questão de fé é apenas mais um mito moderno. Embora a religião requeira fé, religião não está ligada somente a fé. Os fatos também são fundamentais para todas as religiões, incluindo o ateísmo, e muitos desses fatos podem ser verificados por meio de investigação científica e histórica.

As principais religiões monoteístas (cristianismo, islamismo e judaísmo) afirmam que o Universo teve um começo, enquanto muitos ateus e panteístas (budismo e hinduísmo) dizem que o Universo é eterno. Essas afirmações são mutuamente excludentes. Um dos grupos citados está com a razão.

A famosa ressurreição de Cristo é outro exemplo. Os cristãos afirmam que Jesus ressuscitou ao terceiro dia de sua morte, enquanto os muçulmanos dizem que Jesus nem mesmo morreu. Mais uma vez têm-se aqui duas visões mutuamente excludentes. Como podemos saber qual delas é a correta? Avaliando à comprovação histórica de cada uma dessas afirmações.

A ciência também acaba abordando os mesmos assuntos religiosos, exemplos: De onde veio o Universo? Como surgiu a vida? Os milagres são possíveis? Em outras palavras, ciência e religião não são categorias opostas como muitos sugerem.

Logicamente, nem todas as afirmações religiosas podem ser comprovadas científica e historicamente. Todavia, a validade de muitas crenças religiosas pode ser verificada e provada com um alto grau de certeza.

Referência

Não tenho fé suficiente para ser ateu. Norman Geisler & Frank Turek

Atriz de “The Big Bang Theory” defende combinação entre ciência e religião

Atriz de “The Big Bang Theory” defende combinação entre ciência e religião

Por Leiliane Roberta Lopes / GospelPrime

Para a atriz Mayim Bialik, da série The Big Bang Theory, ciência e religião podem andar juntas. Ela, que também é cientista, gravou um vídeo falando sobre a ligação das duas áreas que para muitos são opostas.

Bialik é judia e começa o vídeo dizendo que muitos questionam como um cientista pode estar ligado à uma religião.

Entre as perguntas que mais recebe está: Ser religioso basicamente não é se opor a tudo que ser um cientista se trata?

Mas a atriz se considera uma pessoa ponderada e cética. “Eu não sou uma pessoa que acredita cegamente em qualquer coisa”, disse ela afirmando que não acredita, por exemplo, que Deus seja um idoso com a barba branca e que concede desejos como se fosse uma “fada”.

“O Deus em que acredito é a força no universo que conduz a todos os fenômenos que experimentamos como humanos. Deus é gravidade. Deus é a resposta do porquê tudo é do jeito que é no mundo natural”, disse ela.

Bialik entende a diferença entre a ciência e a religião e diz que suas experiências e tradições religiosas a fazem ter uma intimidade com Deus. “Uma proximidade com a noção de Deus me dá a oportunidade de me sentir como um ser espiritual e não apenas um ser físico ou mental”.

Ela aproveita para listar como a religião interfere no seu dia a dia, tanto na parte de alimentação, como na hora de tomar decisões, de buscar justiça, ter compaixão pelas pessoas e etc.

“Todas essas coisas são guiadas pela estrutura da minha fé religiosa e eu estou inspirada pela noção de responsabilidade de um universo que é governado por algo maior do que eu”, afirma.

No vídeo – assistido milhões de vezes nas redes sociais – ela ainda fala sobre “pessoas inteligentes acreditarem em religião” e que é importante “compreender a relação entre ciência e Deus”.

Assista:

Crianças são proibidas de frequentar a igreja na China

Crianças são proibidas de frequentar a igreja na China

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

O Partido Comunista da China vem demonstrando que está disposto a impedir o avanço do cristianismo, que continua tendo um crescimento significativo. A denúncia da Missão China Aid, reportada pelo Christian Today, é que qualquer pessoa que levar uma criança para a igreja poderá ser processada.

Os membros das Igrejas na província central de Guizhou foram ameaçados por funcionários do governo que seus filhos não podem mais assistir aos cultos. Caso desobedeçam, no futuro não seriam autorizados a frequentar a faculdade ou a academia militar.

Nas últimas semanas, os cristãos foram impedidos de participar dos cultos de domingo. O pastor Mou, que lidera uma Igreja independente na cidade de Huaqiu, explica que as novas regras foram enviadas a todas as escolas. “Eles pretendem nos ‘purificar’ e querem que nos mudemos para a Igreja das Três Autonomias [controlada pelo governo]”, explicou.

A legislação chinesa proíbe que crianças menores de 18 anos recebam qualquer tipo de educação religiosa, uma prática histórica nos regimes comunistas. Com as mudanças na economia e na sociedade chinesa nas últimas décadas, o controle havia abrandado. Contudo, desde que Xi Jimping assumiu o poder, a perseguição religiosa ficou sete vezes maior.

Acirra-se a perseguição

Segundo relatórios da missão China Aid, desde 2008 é possível ver um aumento constante nos casos de prisões de líderes, fechamento e demolições de templos. De fato, as comunidades religiosas na China vivem o mais intenso ano de perseguição desde a Revolução Cultural (1966-1976), quando o país passou a adotar o sistema comunista.

Nos tempos de Mao Tsé-tung, o ateísmo foi um dos pilares para o estabelecimento da República Popular da China. Contudo, sua tentativa de exterminar toda forma de religião no país fracassou.

Ao longo das décadas seguintes, houve uma tentativa do Estado de assumir o controle das igrejas do país. A questão religiosa passou para segundo plano, enquanto o país mais populoso do mundo passava por profundas mudanças sociais e econômicas. Na década de 1970, Pequim anunciou que desistiria de tentar erradicar a religião organizada.

Com a ascensão do presidente, Xi Jinping, o discurso mudou. Segundo ele mesmo, a “gestão da religião é, em essência, a gestão das massas”. Atualmente, o país está entre os que mais perseguem os cristãos no mundo, segundo a missão Portas Abertas.

Estima-se que 90% das cruzes de igrejas consideradas “não oficiais” tenham sido retiradas à força. Pastores e os advogados que se opunham a campanha foram presos sob a acusação amplamente considerado como inventado pelas autoridades.

Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia

Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia

Por Leiline Roberta Lopes / GospelPrime

Meu comentário: Essa evangélica não tem base bíblica, primeiro entrou em jugo desigual quando procurou um católico para casar, e ainda foi querer casar na igreja dele! segundo, não saber se defender diante de um representante de uma Igreja idólatra, que tem grande parte de seus representantes chacoalhados em casos de pedofilia e homossexualismo, que é “Mariolatra”, que prega a salvação por obras, tem vários santos intercessores, guarda sua relíquias inclusive seus corpos, que possui um Vaticano sinuoso e luxuoso inundado em casos de corrupção inclusive em seu Banco!

Segue a notícia:

O padre da cidade de Eldorado (MS) está sendo acusado de humilhar uma noiva por conta de sua religião. O caso foi parar na delegacia.

De acordo com o G1, uma mulher evangélica de 28 anos foi até a igreja tentar marcar seu casamento. O noivo é católico e o casal teria decidido casar em duas igrejas diferentes.

Mas ao questionar o padre sobre o casamento, ele perguntou sobre a religião da mulher e então passou a atacar sua crença, dizendo que ela frequenta uma seita.

Ao dizer que era da Igreja Evangélica Nova Jerusalém, o padre respondeu dizendo: “credo, isso não é religião”. Muitas pessoas assistiram ao fato ocorrido na manhã do último sábado (18) e mesmo diante de tantas pessoas, o padre continuou a humilhar a evangélica.

Segundo a acusação, feita na delegacia na tarde do último domingo, o padre questionou a origem da religião evangélica e afirmou que se trata de “uma seita com objetivo de lucro, diferentemente da igreja católica”.

Os noivos ficaram assustados com o deboche do padre, e resolveram denunciar por ter acontecido diante de muitas pessoas. O caso foi registrado como escárnio de cerimônia.

Após feito histórico na NBA, Lebron James agradece a Deus

Por Jarbas Aragão / GospelPrime

Mesmo quem não acompanha a NBA, liga de basquete mais importante do mundo, deve ter ouvido falar do feito histórico do Cleveland Cavaliers neste domingo (20). Liderado por LeBron James, a equipe conseguiu reverter a desvantagem. Os playoffs chegaram a estar 3 a 1 para o Golden State Warriors.

Nunca uma equipe que perdia a série decisiva por essa diferença conseguiu vencer três jogos seguidos e levar o título. Até agora.

Os Cavs viraram na última partida, vencendo por 4 a 3. Além disso, essa foi a primeira conquista desde a criação da equipe, em 1970. As outras vezes que chegou às finais, perdeu para San Antonio Spurs, em 2007, e para o próprio Golden State Warriors, na temporada passada.

Eleito o jogador mais valioso da série decisiva (MVP), James soma agora três títulos da NBA (os primeiros foram pelo Miami Heat), e três medalhas olímpicas com a seleção dos Estados Unidos. Aos 31 anos, LeBron era visto com desconfiança após ter perdido o título no ano passado e atuar por uma equipe que não está entre as maiores dos Estados Unidos.

No final da partida, emocionado, ele deu uma entrevista onde falou sobre sua fé. “Há dois anos eu prometi isso para Cleveland, quando voltei para cá. Eu dei tudo que tinha. Dei meu sangue, meu suor e minhas lágrimas. Fomos contra tudo e contra todos.  Eu não sei por que Deus me deu o caminho mais difícil, mas ele não nos coloca em situações que não podemos encarar. Eu mantive uma atitude positiva. Ao invés de questionar, entendi que era isso que Ele tinha preparado para mim. Cleveland, isso é para vocês!”.

A maioria das redes de notícia deixaram as declarações de fé do jogador de fora, talvez por conta da recomendação da NBA que os jogadores parassem de “falar sobre religião”.

Testemunhos de fé

Não é a primeira vez que o MVP fala do quanto Deus é importante para ele. Na temporada 2011, após perder com o Miami Heat o título para o Dallas Mavericks, desabafou: ”Deus sabe quando será a minha hora”. No ano seguinte, ele foi campeão pela primeira vez.

Lebron já foi visto várias vezes orando por companheiros na quadra. O pastor R A Vernon, da igreja The Word, atesta o compromisso do jogador com Deus.

No início desta temporada, após ser questionado se a volta de colegas de equipe que estavam machucados iria melhorar o desempenho do time, disparou: “Há apenas um cara que vai melhorar tudo quando voltar: Jesus Cristo. Fora isso, você não pode esperar muito de mais ninguém”. Com informações Christian Examiner